Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
59Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Estigma - Notas sobre a manipulação da identidade deteriorada

Estigma - Notas sobre a manipulação da identidade deteriorada

Ratings: (0)|Views: 5,056 |Likes:
Análise crítica do livro do sociologista canadense Erving Goffman.
Análise crítica do livro do sociologista canadense Erving Goffman.

More info:

Published by: Luciana Naomi Hikawa on Nov 08, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/08/2013

pdf

text

original

 
Estigma -Notas sobre a Manipulação da Identidade DeterioradaAnálise crítica do livro de Erving GoffmanLuciana Naomi Hikawa19/09/2008
 
“Não podemos escolher nossas circunstâncias externas, mas sempre podemosescolher como reagiremos a elas.” 
(Epíteto, filósofo grego)
1. Introdução
À consciência que o indivíduo tem de si mesmo e do lugar que ocupano mundo chamamos Identidade. A identidade pessoal constrói-seatravés da vivência de experiências dentro de um grupo, quando oindivíduo identifica-se com uma ou outra característica dos demaiselementos desse grupo. É na relação com o Outro que cada umconstrói o seu Eu.Quando o Eu não consegue estabelecer parâmetros com o Outronasce o conceito de estigma, um sinal, visível ou não, que diferenciao Outro da normalidade a que o Eu aspira.O autor Erving Goffman reexamina os conceitos de estigma eidentidade social, o alinhamento grupal e a identidade pessoal, o Eu eo Outro, partindo de uma visão interativa, isto é, a partir da reaçãode estigmatizados e aqueles que ele classifica de normais quando emconvivência face-a-face, seja no cotidiano ou em interações fortuitas.Quando interagimos com outros procuramos constantemente pordicas ou pistas sobre o tipo de comportamento apropriado aocontexto e sobre como interpretar o que os outros pretendem.Também Goffman explora os detalhes da identidade individual esocial e das relações em grupo a um nível micro-sociológicoobservando a interação social nas ações de todos os dias econcentra-se na forma como cada um desempenha o seu papel egerencia a impreso que provoca nos outros nos diferentescontextos.Erving Goffman (1922-1982) foi um sociólogo canadense,mais tardeestabelecido nos Estados Unidos, onde chegou à presincia daSociedade Americana de Sociologia, que estudou como o indivíduoconcebe a sua imagem. Entre seus objetos de estudo tambémconcentram-se as instituições em que o indiduo era isolado dasociedade, como manicômios e prisões, onde sua atividade eranormalizada.Nesta obra Goffman analisa os sentimentos da pessoa estigmatizadasobre si própria e na sua relação com os outros ditos “normais”. Eleexplora a variedade de estratégias que os estigmatizados empregam2
 
para lidar com a rejeão alheia e a complexidade de tipos deinformação sobre si próprios que projetam nos outros.
“Vós pré-julgais o que ignorais.” 
(Tertuliano in
 Apologia
)
2. Notas sobre a Manipulação da Identidade Deteriorada
O autor inicia seu livro definindo o conceito de estigma, um termoutilizado pela primeira vez pelos antigos gregos que sinalizavam comcortes ou fogo no corpo que tal pessoa tratava-se de um escravo,criminoso ou traidor. Com o passar do tempo, estigma passou adesignar uma nova categoria de pessoas cuja identidade social nãoatende às exigências de percepção das pessoas normais.Embora o termo tenha um caráter depreciativo, Goffman consideraque “um atributo que estigmatiza algm pode confirmar anormalidade de outrem portanto ele o é, em si mesmo, nemhonroso nem desonroso” (pág. 13), isto é, a percepção que oindivíduo normal tem de outra pessoa depende da sua bagagem devalores morais: o que ele considera normal em um indiduosemelhante a ele assume conotação diferente se for executado poroutro indiduo estigmatizado. Ou, nas palavras do autor, “umestigma é, então, na realidade, um tipo especial de relação entreatributo e estereótipo” (pág. 13).Os estigmas dividem-se entre os do tipo
desacreditado
e
desacreditável 
. O estigmatizado desacreditado é aquele cujo estigmaé evidente ou conhecido pelos presentes, enquanto o desacreditávelpode passar despercebido.Entre os estigmas desacreditados Goffman elabora três tipos: asdeformidades sicas, as culpas de cater individual (distúrbiomental, prio, alcoolismo, homossexualismo, desemprego,tentativas de suicídio e comportamento político radical) e os estigmastribais de raça, nação e religião. É interessante notar que o autorinclui-se entre os indivíduos normais embora descenda de judeus, oque o incluiria nos estigmatizados desacreditados tribais: “Nós e osque não se afastam negativamente das expectativas particulares emquestão serão por mim chamados de normais” (pág. 14). Tal fatopode nos dar uma pista a respeito da opinião pessoal do autor sobrea forma como o indivíduo estigmatizado deseja ser considerado.Quando normais e estigmatizados não interagem entre si, a reaçãoda comunidade normal é discriminar o estigmatizado com base nateoria de que se trata de um ser inferior, o completamente3

Activity (59)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Gilberta França liked this
Maze Silva liked this
Vera Beja liked this
Wenderson Morais added this note
Preciso baixar esse arquivo e nao da =/
Edson Tomazi liked this
Daniel SF. liked this
Luciana Ferreira liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->