P. 1
Apostila Sobre PCM

Apostila Sobre PCM

Ratings: (0)|Views: 170|Likes:
Published by marcelosodre

More info:

Published by: marcelosodre on Nov 10, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/16/2012

pdf

text

original

 
SISTEMAS DE TELECOMUNICAÇÕES IPULSE CODE MODULATION (PCM)UFRN
 
1. Uma visão geral do Modelo da comunicaçãodigital
A comunicação digital trata da transmissão de informação através desímbolos. Na transmissão analógica a informação é transmitida por um sinal quepode ser transmitido diretamente com a forma elétrica original via par metálico(caso que estudamos anteriormente da telefonia) ou através de uma portadora(caso de transmissão via RF, por exemplo), fazendo com que esta portadora varieproporcionalmente com o sinal ou a informação que se quer transmitir.É interessante destacar que a transmissão digital é mais antiga que aanalógica, o código Morse, base do funcionamento do telégrafo corresponde auma comunicação através de símbolos, portanto digital.Um sistema analógico em que a informação é enviada pela variaçãoproporcional da amplitude da portadora recebe o nome de modulação emamplitude (AM), já a modulação em freqüência (FM) é aquela em que ainformação está contida na variação da freqüência da portadora, o mesmoacontece com a modulação em fase (PM). Esta modulação analógica é apropriadapara a transmissão de informação que já se encontre na forma analógica. Noentanto, existem muitas fontes de informação que assumem uma forma digital, istoé, produzem informação em uma forma descontínua e que é melhor descrita pornúmeros, daí seu nome digital.Para que a informação digital possa ser enviada através de um sistema detransmissão é necessário que esta informação seja representada por sinaiselétricos, por exemplo, o valor lógico “1” representado por um pulso de tensão +Ve o valor lógico “0” representado por um pulso de tensão -V. Portanto, acomunicação digital corresponde a transmissão de informação digital através desímbolos.Embora a comunicação digital se refira a transmissão de informação que seencontre na forma digital, não significa que apenas informação gerada nesta formapossa se utilizar de um sistema de transmissão digital. Na realidade existem váriasrazões para incentivar a transmissão na forma digital de sinais que sãooriginalmente produzidos em forma analógica, como voz, áudio e vídeo. Duasrazões se destacam, a primeira sendo a maior imunidade ao ruído que ossistemas digitais apresentam. Na transmissão de qualquer sinal sempre existe aadição de interferência produzidas pelo próprio sistema de transmissão egenericamente designadas como ruído. Portanto, todo o receptor de sinaistrabalha na verdade com sinal e ruído adicionados.No caso de um receptor analógico, sinal e ruído são tratados de mesmaforma já que ambos têm a mesma natureza, não havendo meios do receptordistinguir um do outro. Já no caso de um receptor digital a situação se altera poisembora sinal e ruído também sejam adicionados a sua natureza é totalmentedistinta, sendo o sinal digital e o ruído analógico. Isto permitirá que o receptordigital distinga o sinal de informação mesmo quando seja muito distorcido, além depermitir a repetição regenerativa do sinal por ser previamente conhecido. Umexemplo disso seria a transmissão de pulsos retangulares, onde o receptor sabe
 
de antemão que o sinal recebido deve ser um pulso nível alto ou nível baixo. Emuma recepção analógica isto é praticamente impossível.A segunda razão de incentivo ao emprego da transmissão digital para sinaisgerados na forma analógica reside no fato da utilização de técnicascomputacionais executadas por microprocessadores para a recepção e tratamentodesses sinais. Estas técnicas genericamente denominadas de ProcessamentoDigital de Sinais viabilizam a implementação de filtragens, cancelamento deinterferências, cancelamento de ruídos e outros processamentos por software.Tais métodos viabilizam processamentos inimagináveis com técnicas analógicas.Na Telefonia, a digitalização foi iniciada nos sistemas de transmissão,evoluindo rapidamente para as centrais telefônicas. No Rio Grande do Norte,desde 2001, todas as centrais telefônicas são digitais. A rede de transporte já épredominantemente digital na maioria dos países desenvolvidos ou emdesenvolvimento. A rede de acesso, ao contrário, ainda é predominantementeanalógica e metálica.Grandes usuários de telefonia (grandes empresas, provedores de Internet,Instituições de porte, Corporações militares estratégicas, etc.), já têm rede deacesso via fibra óptica. Essa evolução tem ocorrido pela gradual redução do custoda fibra e pela crescente demanda de serviços de dados em alta velocidade.Figura 1.1 - Etapa inicial da digitalização da telefonia, apenas com o sistema detransmissão digital, o Conversor eletro-óptico e a fibra podem ser substituídos portransceptor rádio e antena. Essa configuração predominou no Brasil da década de1980 até meados dos anos 90.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->