Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Jin Shin Jyutsu - Tratado

Jin Shin Jyutsu - Tratado

Ratings: (0)|Views: 363 |Likes:

More info:

Categories:Topics, Art & Design
Published by: Juliana Abreu Vianna on Nov 27, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as TXT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/11/2013

pdf

text

original

 
Jin Shin Jyutsu - TratadoScribd Upload a Document Search Books, Presentations,Business, Academics... ExploreDocumentsBooks - FictionBooks - Non-fictionHealth &MedicineBrochures/CatalogsGovernment DocsHow-ToGuides/ManualsMagazines/NewspapersRecipes/MenusSchool Work+ allcategoriesFeaturedRecentPeopleAuthorsStudentsResearchersPublishersGovernment & NonprofitsBusinessesMusiciansArtists & DesignersTeachers+ all categoriesMostFollowedPopularJuliana Abreu ViannaAccountHomeMy DocumentsMy CollectionsMy ShelfView PublicProfileMessagesNotificationsSettingsHelpLog Out1First PagePrevious PageNext Page/ 28Sections not availableZoom OutZoom InFullscreenExit FullscreenSelect View ModeView ModeBookSlideshowScroll ReadcastAdd a CommentEmbed & ShareReading should be social! Post a message on your social networks to let othersknow what you're reading. Select the sites below and start sharing.LinkaccountReadcast this DocumentReadcast Complete!Click 'send' to Readcast!editpreferencesSet your preferences for next time...Choose 'auto' to readcastwithout being prompted.Juliana Abre...Juliana Abreu ViannaLinkaccountAdvancedCancelAdd a CommentSubmitshare:Characters: 400Share & EmbedAdd to CollectionsDownload this Document for FreeAuto-hide: offJIN SHIN JYUTSU Jin Shin Jyutsu é uma arte de harmonização do corpo, da mente edo espírito atravésde toques com as mãos em 26 locais do corpo onde a energia vital se concentra.Redescoberto no início do século, no Japão pelo Mestre Jiro Murai, esteconhecimentofoi trazido por sua aluna Mary Burmeister do Japão para os Estados Unidos em1950.Desde 1990 esta arte tem sido divulgada no Brasil por um número crescente depessoas.O Jin Shin Jyutsu traz bem estar, vitalidade, dissolve o stress e estimula acapacidadede regeneração do corpo e expansão da consciência.Jin Shin Jyutsu se dirige às causas subjacentes da doença e pode ser usado comsegurança como complemento de qualquer terapia ou medicação.Você encontrará exercícios para enfermidades específicas e para o bem-estargeral.O site on2 é uma sinopse do Livro O Toque da Cura escrito por Alice Burmeister eTom Monte da Editora Ground e serve de apoio aos pacientes da terapeuta JaneGuedes para a pratica da auto-ajuda no dia a dia.Os Fundamentos do Jin Shin Jyutsu Os conceitos básicos que constituem osfundamentos do Jin Shin Jyutsu são: 1 - Há uma energia vital que circula portodo o universo e no organismo de cada indivíduo. 2 - Essa energia vitaluniversal se manifesta em vários níveis dedensidade, denominados profundidades. Há nove profundidades. Nanona profundidade, a energia se expressa em sua forma infinita eindiferenciada. Em seu fluxo através das oito sucessivas profundidades,a energia vai se tornando progressivamente mais densa e aos poucosvai abrangendo todos os aspectos físicos, psicológicos e espirituais de nossaexistência. 3 - A respiração é a expressão básica da energia vital. Ao expirar
 
descarregamos o estresse acumulado e a energia estagnada. Quandoinspiramos, recebemos a energia renovada e purificada em abundância.4 - Quando a energia vital circula sem obstáculos dentro de nós,estamos em harmonia perfeita. As obstruções que levam à desarmoniafísica, mental e emocional são criadas pelas atitudes. Há cinco atitudesbásicas: preocupação, medo, raiva, tristeza e pretensão (ocultar,esconder). Todas as atitudes têm origem no MEDO.5 - A energia vital circula pelo corpo através de diferentes caminhos,conhecidos como fluxos. Esses fluxos unificam e integram o corpo.Os Fluxos de Energia6 - A energia desce pela frente do corpo e sobe pelas costas, nummovimento oval contínuo. Esse movimento cria uma relaçãocomplementar entre as partes superior e inferior do corpo e tambémentre as partes frontal e dorsal. Portanto, se o sintoma da desarmoniaaparece acima da cintura, a causa está abaixo da cintura, Relaçãosemelhante ocorre entre a parte da frente e a parte de trás do corpo.7 - Há vinte e seis áreas específicas, chamadas travas de segurança daenergia, em cada lado do corpo. Essas travas de segurança da energiafuncionam como disjuntores para proteger o corpo quando o fluxo daenergia vital fica bloqueado. Quando uma trava de segurança daenergia desliga, ela manifesta um sintoma na parte correspondente docorpo. Esse sintoma é como um alarme que, também, indica a origem dodesequilíbrio.8 - Finalmente, há sempre uma harmonia latente em cada um de nós,mesmo quando padecemos de uma desarmonia ou doença que parecemprevalecer. Embora essas desarmonias pareçam assumir muitas formasdiferentes, todas elas surgem da mesma causa básica bloqueio daenergia vital. Por esse motivo, as desarmonias resultantes sãochamadas de rótulos. Grandes rótulos alarmantes, como câncer oudoenças cardíacas, indicam um grande bloqueio ou estagnação deenergia. Rótulos menos assustadores, como uma simples indigestão ouum resfriado comum, surgem de bloqueios menores. Qualquer rótulo,seja do tamanho que for, pode ser tratado liberando-se a energiaestagnada.9 - A noção de energia vital universal é essencial a todos os conceitos citados.O Jin Shin Jyutsu nos ensina que essa energia é algo mais que uma forçaabstrata, inacessível. Além disso, uma das principais formas para facilitar ofluxo dessa energia está mais disponível do que se pode imaginar - estáimplícita em cada respiração. Durante suas pesquisas, Jiro Murai observou que ocorpo é percorrido porcircuitos de energia ou padrões de fluxo. Esses fluxos integram e unificam todasas partes aparentemente desconexas do nosso corpo.Para melhor compreender este conceito, imagine a energia como água. Naatmosfera, a água geralmente é difusa, assumindo a forma de vapor. Quando ovapor se condensa, ele se transforma em chuva e cai na terra. Como já vimos,esse processo não difere do modo como a energia se adensa ao longo dasprofundidades.Quando a chuva chega à terra, ela desce das montanhas e das colinas para osvales, canalizando-se em rios. Podemos chamar de ancestrais rios maiores emais volumosos, por terem percorrido o mesmo leito durante milhares de anos.No fim, esses rios ancestrais se ramificam.Esses rios fazem mais do que apenas fluir indefinidamente, sem um objetivo.Quando correm com facilidade e abundância, eles distribuem água vitalizadora enutrientes que geram vida no fundo do rio e nas suas margens, fertilizando todaa redondeza. Por outro lado, quando seu fluxo é demasiadamente restrito eturbulento, eles deixam de alimentar as margens.Os fluxos de energia do nosso corpo atuam de modo semelhante. Quando aenergia circula com facilidade e abundância, o corpo, a mente e o espíritorecebem alimento. Mas quando o fluxo fica bloqueado, comprimido ouestagnado, a conseqüência é a desarmonia.
 
No Jin Shin Jyutsu, há três fluxos harmonizadores principais, coletivamentedenominados aTr i ndade: o Fluxo Central Principal e osFluxosSupervisores (direito e esquerdo). Os Fluxos da Trindade são como os riosancestrais do corpo, sendo o mais importante o Fluxo Central Principal.Profundidades e Atitudes A imensa abrangência do Jin Shin Jyutsu se evidenciaprincipalmente através doconceito das profundidades. As profundidades são um instrumento de curaprático e ao mesmo tempo um meio para compreendermos como viemos àexistência e como nos mantemos unidos à fonte vida.Podemos entender asprofundidade s como dimensões de ser, cada uma sendoresponsável por um conjunto específico de funções no corpo, mente e noespírito. Essas dimensões interagem entre si e são interdependentes. Além disso,cada dimensão serve de base direta para a seguinte.As profundidades também descrevem o processo pelo qual a energia adquireforma, o espírito se transforma em matéria e como cada etapa criação seconstrói sobre a etapa precedente.Da sexta à primeira profundidade, a energia vital se adensa em vários aspectosda forma humana. Em si, cada uma dessas profundidades abrangetodas as funções espirituais, físicas e psicológicas de nossa experiênciahumana.No plano físico, por exemplo, cada profundidade é responsável pela criação emanutenção de um conjunto específico de funções orgânicas.Cada uma dessas seis profundidades também tem correspondência com umaatitude específica. No Jin Shin Jyutsu, o termoati tude se refere uma reaçãoemocional constante, como medo ou raiva freqüente. A natureza inflexível,obstinada, das atitudes é a principal causa da desarmonia.Atitudes - método simples "rapidinhos" Nos fundamentos citamos que cada uma dasseis profundidades também temcorrespondência com uma atitude específica. Conseqüentemente, quando umaatitude determinada se torna predominante, a profundidade a ela relacionadaentraem desequilíbrio. Esse desequilíbrio, naturalmente, pode afetar negativamente afunção específica do órgão que é governado por aquela profundidade.Felizmente para nós, o inverso também é verdadeiro: quando equilibramos umaprofundidade, livramo-nos também do fardo da atitude que lhe é associada, quepode, por sua vez, corrigir qualquer desarmonia que possa estar afetando o órgãocom ela relacionado. Como as seis primeiras profundidades podem ser reguladasporuma área específica em nossa mão, equilibrar uma profundidade é simplesmentefazer a conexão com um de nossos dedos oucom a palma da mão.Atitude: Preocupação Desequilibra a Primeira Profundidade. Superfície da pele.Receber e processar a alimentação (baço e estômago) Envolver o dedo polegar coma outra mão Atitude: Tristeza Desequilibra a Segunda Profundidade. Peleprofunda.Respiração da vida(pulmões e intestinogrosso). Envolver o dedo anular com a outra mão Atitude: Raiva Desequilibra aTerceira Profundidade. Essência do sangue.Harmonia interior do corpo(fígado e vesícula).Envolver o dedo médio com a outra mão Atitude: Medo Desequilibra a QuartaProfundidade. Sistema muscular.Fluidez de movimento(rim e bexiga).Envolver o dedo indicador com a outra mão Atitude: Pretensão (tentar)Desequilibra a Quinta Profundidade Sistema esqueléticoConhecimento intuitivo(coração e intestinodelgado)

Activity (3)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Joan Sousa liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->