Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
1Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Untitled

Untitled

Ratings: (0)|Views: 217|Likes:
Published by I. P. Araújo

More info:

Published by: I. P. Araújo on Nov 30, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

02/02/2013

pdf

text

original

 
Faróis
Cruz e Sousa
 
Índice
 RECOLTA DE ESTRELASRECORDA!CANÇÃO DO BÊBADOA FLOR DO DIABOAS ESTRELASPANDEMONIUMENVELHECER FLORES DA LUATÉDIOLÍRIO ASTRALSEM ESPERANÇACAVEIRARÉQUIEM DO SOLESQUECIMENTOVIOLÕES QUE CHORAM...OLHOS DO SONHOENCLAUSURADAMÚSICA DA MORTE...MONJA NEGRAINEXORÁVELRÉQUIEMVISÃOPRESSAGORESSURREIÇÃOENLEVOPIEDOSAAUSÊNCIA MISTERIOSAMEU FILHOVISÃO GUIADORALITANIA DOS POBRESSPLEEN DE DEUSESDIVINACABELOSOLHOSBOCASEIOSMÃOSPÉSCORPOCANÇÃO NEGRAA IRONIA DOS VERMESINÊSHUMILDADE SECRETAFLOR PERIGOSAMETEMPSICOSEOS MONGESTRISTEZA DO INFINITOLUAR DE LÁGRIMASÉBRIOS E CEGOS
 
 RECOLTA DE ESTRELAS(1 out. 1895)A Tibúrcio de Freitas Filho meu, de nome escritoDa minh’alma no Infinito. Escrito a estrelas e sangueNo farol da lua langue... Das tuas asas serenasFaz manto para estas penes. Dá-me a esmola de um carinhoComo a luz de um claro vinho. Com tua mão pequeninaCaminhos em flor me ensina. Com teu riso fresco e suaveOh! Dá-me do encanto a chave. Do teu florão de InocênciaDá-me as roses da Clemência. Como outro Jesus bambino,Esclarece-me o Destino. Traz luz ao mundano pegoOnde sigo, mudo e cego... Com teus enleios e graçaNos meus cuidados perpassa. Este peito acende, inflamaNa mais sacrossanta chama. Faz brotar nevados líriosDas cruzes dos meus martírios. Dá-me um sol de estranho brilho,
 
Flor das lágrimas, meu filho. Rebento triste, orvalhado Com tanto pranto chorado. Filho das ânsias, das ânsias,Das misteriosas fragrâncias, Filho de aromas secretosE de desejos inquietos. De suspiros anelantesE impaciências clamantes. Filho meu, tesouro magoDe todo esse afeto vago... Filho meu, torre mais altaDe onde o meu amor se exalta. Ânfora azul, de onde o incensodos sonhos se eleva denso. Constelação flamejadaDe toda esta vida ansiada. Crisol onde lento, lentoPurifico o Sentimento. Íris curioso onde giroE alucinado deliro. Signo dos signos extremosDestes tormentos supremos. Orbita de astros onde pairoE em febre de luz desvairo. Vertigem, vertigem vivaDa paixão mais convulsiva. 

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->