Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
O CONCEITO DE SOBERANIA: Do Estado Moderno até a atualidade

O CONCEITO DE SOBERANIA: Do Estado Moderno até a atualidade

Ratings: (0)|Views: 198 |Likes:
Published by felipe1199
Artigo publicado por Felipe Dalenogare Alves na Revista Âmbito Jurídico, Nº. 83, Vol. XIII, Rio Grande-RS, 2010. ISSN 1518-0360. Resumo: Este artigo tem por objetivo proporcionar aos acadêmicos de Direito, fonte indispensável acerca do conceito de soberania, por meio de uma abordagem sobre a evolução histórica deste conceito. Através de uma pesquisa bibliográfica objetiva, busca-se, além de esclarecer a importância do conhecimento acerca do assunto, o qual, por inúmeras vezes, é tema de debate não somente em âmbito interno da nação, mas, principalmente, frente à comunidade internacional, realizar um paralelo crítico entre o significado do instituto da soberania, partindo-se do momento histórico que cercava o estado moderno, chegando-se à concepção de soberania vigente no momento atual.
Artigo publicado por Felipe Dalenogare Alves na Revista Âmbito Jurídico, Nº. 83, Vol. XIII, Rio Grande-RS, 2010. ISSN 1518-0360. Resumo: Este artigo tem por objetivo proporcionar aos acadêmicos de Direito, fonte indispensável acerca do conceito de soberania, por meio de uma abordagem sobre a evolução histórica deste conceito. Através de uma pesquisa bibliográfica objetiva, busca-se, além de esclarecer a importância do conhecimento acerca do assunto, o qual, por inúmeras vezes, é tema de debate não somente em âmbito interno da nação, mas, principalmente, frente à comunidade internacional, realizar um paralelo crítico entre o significado do instituto da soberania, partindo-se do momento histórico que cercava o estado moderno, chegando-se à concepção de soberania vigente no momento atual.

More info:

Categories:Types, Business/Law
Published by: felipe1199 on Dec 03, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/27/2013

pdf

text

original

 
Revista Âmbito Jurídico, Nº 83, Ano XIII - DEZEMBRO/2010
 –
ISSN: 1518-0360
Artigo Disponível em: Pág 1http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=8786
O CONCEITO DE SOBERANIA: Do Estado Moderno até a atualidade.
*
 
Felipe Dalenogare Alves
**
 
RESUMO:
Este artigo tem por objetivo proporcionar aos acadêmicos de Direito, fonte indispensável acerca doconceito de soberania, por meio de uma abordagem sobre a evolução histórica deste conceito. Através de umapesquisa bibliográfica objetiva, busca-se, além de esclarecer a importância do conhecimento acerca do assunto, oqual, por inúmeras vezes, é tema de debate não somente em âmbito interno da nação, mas, principalmente, frenteà comunidade internacional, realizar um paralelo crítico entre o significado do instituto da soberania, partindo-sedo momento histórico que cercava o estado moderno, chegando-se à concepção de soberania vigente nomomento atual.
PALAVRAS-CHAVE:
Estado Moderno; Estado Soberano; Soberania do Estado; Soberania.
 SUMÁRIO:
1. Introdução; 2. A Soberania; 3. Considerações Finais.
 
THE CONCEPT OF SOVEREIGNTY: The Modern State until today.
ABSTRACT:
This article aims to give scholars in law, indispensable source about the concept of sovereignty,by means of an approach on the historical evolution of this concept. Through a bibliographic search search-objective if, in addition to clarify the importance of knowledge about the subject, which, on many occasions, isthe subject of debate not only in the nation, but, more importantly, forward to the international community,perform a critical parallel between the significance of the Institute of sovereignty, the historic moment whichrule of the modern state, and the design of existing sovereignty at the current moment..
KEY-WORDS:
The Modern State; Sovereign State; State Sovereignty; Sovereignty.
*
Artigo orientado pela Profª Patrícia Medianeira Mino Ferrari, mestranda em Filosofia pela Universidade Federal de SantaMaria, docente do curso de graduação em Direito da Universidade Luterana do Brasil, Campus Cachoeira do Sul, RS.Currículo Lattes disponível em:http://lattes.cnpq.br/7967293669543185. 
**
 
Autor. Acadêmico do Curso de graduação em Direito da Universidade Luterana do Brasil, Campus Cachoeira do Sul, RS.Currículo Lattes disponível em:http://lattes.cnpq.br/8297366477562121
 
Revista Âmbito Jurídico, Nº 83, Ano XIII - DEZEMBRO/2010
 –
ISSN: 1518-0360
Artigo Disponível em: Pág 2http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=8786
1. INTRODUÇÃO
Atualmente, muito se ouve falar sobre o instituto da Soberania, mas sem, aomenos, saber qual a origem, o conceito e a importância deste instituto para uma nação. Aofazer uma retrospectiva nos últimos acontecimentos envolvendo o instituto da soberania, nãose poderia deixar de mencionar a entrevista dada ao Canal Livre, da Rede Bandeirantes deTelevisão, no dia 06 de abril de 2008, pelo General Augusto Heleno Ribeiro Pereira,comandante do Comando Militar da Amazônia, um dos grandes comandos de área doExército Brasileiro
1
.Na entrevista, o militar, referindo-se aos incidentes ocorridos no episódio da
demarcação na reserva de “Raposa/Serra do Sol”, afirmou que a demarcação da área, um
espaço de terras considerável no estado de Roraima, onde somente indígenas e seusconvidados teriam acesso livre é atentar contra a Soberania Nacional. O General possui estaconcepção porque, hoje, se constata a presença de várias ONGs internacionais, onde, sob oconsentimento dos indígenas, têm o acesso irrestrito, o qual nem o poder estatal possui. Comose entenderá a afirmativa do referido general, sem haver conhecimento sobre o significado e aimportância de Soberania? Para se entender o real significado, far-se-á uma abordagem detodo o legado histórico que se descreverá no decorrer do artigo..
2. A SOBERANIA
O conhecimento a respeito do conceito de soberania é fundamental para seentender a formação do que se define por Estado. De tamanha importância é o conceito, queSahid Maluf chega a afirmar que não há estado perfeito sem soberania
2
. Dessa forma, leva-sea concluir que ou o Estado é soberano ou não é. Jamais existirá Estado soberano se nãohouver supremacia total e absoluta de sua soberania.Foi a partir do Estado Moderno, com o esplendor da Revolução Francesa,que o conceito de soberania começou a ser concebido e, pouco a pouco, em uma evoluçãohistórica, foi lapidado, chegando tal qual se vislumbra hoje.
1
HELENO, Augusto Ribeiro Pereira.
 Entrevista sobre a Soberania Nacional na demarcação de Raposa/Serra do Sol.
SãoPaulo: CANAL LIVRE/BAND, 06 abr 2008.
2
MALUF
,
Sahid
.
 
Teoria Geral do Estado
. 23 ed. São Paulo: Saraiva, 1995.
 
Revista Âmbito Jurídico, Nº 83, Ano XIII - DEZEMBRO/2010
 –
ISSN: 1518-0360
Artigo Disponível em: Pág 3http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=8786
No período conhecido pelas gerações contemporâneas como período doAbsolutismo, conceituava-se soberania, como um poder supremo, mas um poder exclusivo,inabalável, inquestionável e ilimitado do Monarca. Este poder era ratificado pelapromiscuidade com que a igreja afirmava ser a soberania do monarca, uma representação dopoder divino, chamado poder temporal. Aos poucos, entretanto, o monarca foi,gradativamente, se tornando independente do poder papal e se tornando realmente absoluto.Assim, o monarca instaurou uma série de medidas, a fim de exercer suasoberania, onde se descrevem as que aqui se julgam mais importantes:Aplicou os conceitos burocráticos, séculos antes do advento da Teoriaidealizada por Weber, ao instituir funcionários que cumpriam ordens do monarca edesempenhavam as tarefas de administração pública
3
. Estas funções eram ocupadas pelanobreza e pela alta burguesia.Criou as forças militares, onde existia sua força naval, exército e polícia,criados para assegurar a ordem pública na sociedade e o poder do governo em seu território.Seu conceito de justiça foi colocado em prática, com a legislação criada pelopoder absoluto colocada em prática em todo o território onde seu poder era exercido.Criou o sistema tributário, com a cobrança de impostos obrigatórios, com afinalidade de manter o governo e a Administração.Instituiu um idioma oficial obrigatório em todo o território do Estado, peloqual se transmitiam ordens e leis, além de valorizar seus costumes e sua cultura.A partir destas ações, parte-se ao entendimento inicial sobre a visão desoberania no Estado Moderno, tendo, entretanto, algo ainda intrigante: a soberania na mão domonarca.Na evolução histórica do conceito de soberania, há o pacto social como fatordeterminante de uma nova concepção desse instituto. Isso se deve à força com as novas ideiasforam se desencadeando, o que deu ao poder representante, ou seja, o poder político da época,um poder absoluto sobre seus membros representando a vontade geral e, desta forma, criandoum novo entendimento por soberania.
3
WEBER, M.
 A objetividade do conhecimento nas ciências sociais
. In: COHN, G. (Org.)
 Max Weber 
. 4 ed. São Paulo:Ática, 1991.

Activity (2)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->