Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
23Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
KANT, À Paz Perpétua- Resenha

KANT, À Paz Perpétua- Resenha

Ratings: (0)|Views: 4,647 |Likes:
Published by Carlos Maciel

Kant À Paz Perpétua
Resenha



KANT, Immanuel. À Paz Perpétua. Porto Alegre, RS: L&PM, 2008. 88p. ISBN 978-85-254-1758-9
Não está no formato ABNT.

Kant À Paz Perpétua
Resenha



KANT, Immanuel. À Paz Perpétua. Porto Alegre, RS: L&PM, 2008. 88p. ISBN 978-85-254-1758-9
Não está no formato ABNT.

More info:

Categories:Types, Research, Science
Published by: Carlos Maciel on Dec 04, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/17/2013

pdf

text

original

 
Universidade Federal De PernambucoCentro De Filosofia e Ciências HumanasDepartamento de Ciência PolíticaDocente: Professor Dr. Marcelo de Almeida MedeirosAlunos: Arthur Silveira; Carlos Maciel; Fabio Espíndola;Helena Lins; Dayanne Aguiar.
Kant  À Paz Perpétua
Resenha
Recife- Outubro de 2010
 
2
KANT, Immanuel.
 À Paz Perpétua.
Porto Alegre, RS: L&PM, 2008. 88p.ISBN 978-85-254-1758-9O Autor:
Immanuel Kant nasceu em 1724 em Königsberg na Prússia, cidade na qual eletambém viria a falecer. Realizou vários trabalhos em várias ciências, destacando-se suaatuação na matemática, física, nesse campo ele propôs uma teoria sobre a formaçãodo sistema solar, e filosofia, campo ao qual pertence a obra analisada nessaresenha.Além de cientista brilhante, e muito claramente por casa disso, foi professoruniversitário. É, por muitos, considerado a encarnação da Razão Pura.
A Obra:
À Paz Perpétua é um pequeno tratado dividido em duas seções, doissuplementos e um apêndice.Na primeira seção constam os artigos preliminares para a Paz Perpétua entre osEstados. Esses seriam seis leis de aplicabilidade necessária para o objetivo final de paze contém regulações sobre a autonomia dos Estados, os tratados de paz, a economiados Estados e a própria guerra.A segunda seção é introduzida por uma passagem na qual o autor fala sobre ainstituição do estado de paz. Logo depois vem o primeiro artigo definitivo para a PazPerpétua, o qual estabelece que a constituição civil do Estado deve ser de naturezarepublicana pois só assim ela emanaria de uma fonte legitima e pura de poder. Osegundo artigo definitivo traz o ideal de Kant sobre a formação de uma liga federativachamada de Liga dos Povos, que acabaria por gerar uma Liga de Paz que, por sua vez,habilitaria a Paz Perpétua. O terceiro e último artigo trata da possessão que todos os
 
3
 
homens tem sobre o planeta, e, em conseqüência disso, do direito de hospitalidade doqual todos os homens gozam.No primeiro suplemento Kant demonstra o papel da natureza como ator paraque exista a garantia de paz, ele ainda faz uma espécie de abordagem histórica sobre atransformação da sociedade e fala sobre a impossibilidade da coexistência entre oespírito bélico e o espírito comercial. No segundo suplemento é abordada a relaçãoentre os súditos filósofos e o Estado e como os primeiros podem influenciar as açõesdo segundo no que diz respeito à guerra e à paz.O apêndice também é dividido em duas partes. Na primeira o autor procuraexteriorizar a relação entre moral e política e o desacordo que existe entre esses doisconceitos.Nota-se um ponto singular na discussão filosófica de Kant quando o autordeclara sua fé em uma paz perpétua que se constrói porque a razão tem mais força doque o poder, e aquela condena absolutamente a guerra como um procedimento dedireito, tornando a paz como dever imediato de um Estado de Direito, porém não semantes ter-se assegurado um contrato dos povos entre si.¹; ²

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->