Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Capítulo 10

Capítulo 10

Ratings: (0)|Views: 123 |Likes:
Published by Joao Queiroz

More info:

Published by: Joao Queiroz on Dec 05, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/05/2013

pdf

text

original

 
265
CAPÍTULO 10
E
NGENHARIA
 
IMUNOLÓGICA
 
E
 
COGNIÇÃO
:
DA
 
NATUREZAÀ
 
SOLUÇÃO
 
DE
 
PROBLEMAS
 
DE
 
ENGENHARIALeandro Nunes de Castro,Janaína Stella de Sousa, GeorgeBarreto Bezerra
I
NTRODUÇÃO
Computação natural
é o termo usado para descrever sistemascomputacionais desenvolvidos com inspiração em fenômenos natu-rais, ou sistemas que usam a natureza como meio para realizarcomputação (de Castro 2006). Por exemplo, redes neurais artifici-ais, algoritmos evolutivos, algoritmos de inteligência coletiva (
swarmintelligence
) e, mais recentemente, sistemas imunológicos artifi-ciais são todos
sistemas inspirados na biologia
, um dos ramos dacomputação natural. Outro ramo é a
biologia motivada pela com- putação
, composta principalmente pela vida artificial e geometriacomputacional. Finalmente,
biocomputação
, como, por exemplo,computação molecular, constitui o terceiro ramo da computaçãonatural.
 
266
O que todos os ramos da computação natural têm em comum éuma íntima relação com a natureza, levando a pesquisas altamenteinterdisciplinares. Isso pode trazer resultados bastante promissorespara os campos envolvidos, mas traz também algumas dificulda-des, pelo menos nos estágios iniciais da pesquisa. Este capítulointroduz a
engenharia imunológica
, ou seja, tem seu foco no sis-tema imunológico biológico como fonte de inspiração para o desen-volvimento de ferramentas computacionais para a solução de pro-blemas complexos de engenharia. Embora este capítulo enfoque aengenharia imunológica, muitas das idéias apresentadas podem servistas como técnicas genéricas de engenharia de algoritmos de com-putação natural.
E
NGENHARIA
 
IMUNOLÓGICA
Os sistemas imunológicos artificiais (SIA) compõem uma nova abor-dagem da inteligência computacional inspirada nas teorias daimunologia, seus princípios e modelos, com aplicações na soluçãode problemas. Como toda nova abordagem (e.g. 'inteligência cole-tiva'; Bonabeau et al. 1999, Kennedy et al. 2001), os sistemasimunológicos artificiais ainda necessitam de uma descrição maisformal e de melhor fundamentação teórica. Entretanto, novas pers-pectivas já foram apresentadas em um livro recentemente publica-do (de Castro & Timmis 2002). Este livro,
 Artificial Immune Systems: A New Computational Intelligence Approach
, cobre variados tópi-cos e domínios, da biologia à computação. Há capítulos dedicados aimunologia, neurociência, e endocrinologia, sempre com uma visãosobre como tais sistemas são importantes para o desenvolvimentode ferramentas computacionais visando a solução de problemascomplexos. O livro também oferece uma pesquisa da literatura emSIA e em sistemas híbridos dos SIA com outras técnicas, tais comoredes neurais artificiais, sistemas nebulosos, algoritmos evolutivose outros. O capítulo 2 do livro faz uma revisão do sistema imunológicobiológico dos vertebrados e o capítulo 3 introduz o processo de
engenharia imunológica
. O termo
engenharia imunológica
foi criadopor Leandro N. de Castro e Fernando J. von Zuben, tendo sidoformalizado em uma tese de doutorado (de Castro 2001). Ele serefere a
um
 processo de meta-síntese
, que vai definir a ferramenta desolução de um determinado problema baseado nas caracte-

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->