Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
37Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Prótese Parcial Removível

Prótese Parcial Removível

Ratings: (0)|Views: 5,183 |Likes:
Published by Frank Kaiser
A PPR é conhecida como “a prótese que estraga os dentes”. Alguns estudos relatam que
cerca de 50% das PPRs realizadas não são utilizadas pelos pacientes, porque eles não se
"acostumam" com elas.
Isto resulta da falta de planejamento biomecânico correto, da falta de preparo da boca para
receber a prótese e da qualidade técnica insatisfatória das próteses parciais removíveis, em geral.
O planejamento não é obtido por fórmulas matemáticas, mas por princípios biológicos e
muito bom senso. (Dr. Cláudio Kliemann)
É difícil prever o comportamento exato das reações biológicas frente ao tratamento
realizado.
A PPR é conhecida como “a prótese que estraga os dentes”. Alguns estudos relatam que
cerca de 50% das PPRs realizadas não são utilizadas pelos pacientes, porque eles não se
"acostumam" com elas.
Isto resulta da falta de planejamento biomecânico correto, da falta de preparo da boca para
receber a prótese e da qualidade técnica insatisfatória das próteses parciais removíveis, em geral.
O planejamento não é obtido por fórmulas matemáticas, mas por princípios biológicos e
muito bom senso. (Dr. Cláudio Kliemann)
É difícil prever o comportamento exato das reações biológicas frente ao tratamento
realizado.

More info:

Categories:Types, Reviews, Book
Published by: Frank Kaiser on Dec 13, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/14/2014

pdf

text

original

 
Frank Kaiser PPR no Laboratório1
Prótese ParcialRemovível
Definição
Estrutura metálica fundida para suporte de dentes artificiais, destinada a restabelecer asseguintes principais funções orais:• Mastigação• Estética• Fonética• Prevenção da inclinação, migração ouextrusão dos dentes remanescentes• Estabilização de dentes enfraquecidos• Balanceio muscular no complexo oro-facial A PPR é conhecida como “a prótese que estraga os dentes”. Alguns estudos relatam quecerca de 50% das PPRs realizadas não são utilizadas pelos pacientes, porque eles não se"acostumam" com elas.Isto resulta da falta de planejamento biomecânico correto, da falta de preparo da boca parareceber a prótese e da qualidade técnica insatisfatória das próteses parciais removíveis, em geral.O planejamento não é obtido por fórmulas matemáticas, mas por princípios biológicos emuito bom senso. (Dr. Cláudio Kliemann)É difícil prever o comportamento exato das reações biológicas frente ao tratamentorealizado.Quando se aplica uma força sobre uma estrutura não-viva, o problema é saber se elasuportará, ao passo que se for aplicada a mesma força sobre uma estrutura viva, o problema éoutro: como reagirá? (Dr. Todescan) A experiência clínica do dentista e laboratorial do protético são fatores de real importância,porque não é possível determinar leis rígidas e precisas para as ciências biológicas, tais como asusadas nas ciências exatas.
Frank Kaiser 
 
PPR no Laboratório Frank Kaiser 2
Classificações
 A classificação dos desdentados ajuda-nos a estabelecer regras de planejamento e dedesenho. Ela tem uma função didática e serve como meio de comunicação entre profissionais,facilitando a explicação de casos clínicos conhecidos.Temos 64.534 combinações de desdentamento possíveis para cada arco (Cummer 1921), e32.000 possibilidades de desenho (DeFranco, 1984).Existem muitas diferentes classificações, como por exemplo a classificação universal, aclassificação funcional, a classificação mecânica, a classificação biomecânica, a classificaçãotopográfica, porém somente algumas delas têm uma real aplicação no dia-a-dia do laboratório.
Classificação topográfica
 
(Kennedy 1925)
 A mais utilizada, tem a vantagem da visualização imediata do caso, facilitando esistematizando planejamento e desenho das futuras peças protéticas.
Classe I:Classe II:Classe III:
Desdentado posteriorDesdentado posteriorDesdentadobilateralunilateralintercalar
Classe IV:
• Desdentado anterior
Classe I:Classe II:
ModificaçõesModificações
Classe III:
• Modificações A Classe IV não admite modificações, pois, se existisse maisde um espaço protético, enquadrar-se-ia em uma das outras trêsClasses. As classes de Kennedy se escrevem com letras romanas
 
Frank Kaiser PPR no Laboratório3
Princípios biomecânicos
Uma PPR em função deve respeitar os três princípios biomecânicos seguintes:
Micromovimentos
Durante a mastigação, a inserção ou a remoção, as próteses parciais removíveis e as selassofrem dois tipos de movimentos: rotação e translação.
Suporte
É a resistência às forças que atuamsobre uma prótese no sentido ocluso-cervical, durante a mastigação de alimentosduros.
Estabilidade
É a resistência às forças que atuamsobre uma prótese no plano horizontal,decorrentes de contatos oclusais em planosinclinados.
Retenção
É a resistência às forças que atuamsobre uma prótese no sentido cérvico-oclusal, durante a mastigação de alimentospegajosos.
 A rotação
É o movimento de um corpo em tornode um de seus eixos.
 A translação
É o movimento de deslizamento detodas as partes de um corpo.Plano frontalPlano sagitalPlano horizontalEstes dois movimentos podem ocorrer simultaneamente, em três planos.O planejamento adequado visa a impedir esses movimentos.

Activity (37)

You've already reviewed this. Edit your review.
karla_caetano liked this
1 thousand reads
1 hundred reads
Mercia Lima liked this
Camila Costa liked this
Mercia Lima liked this
Maira Ramalho liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->