Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
6Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Adaptações fisiológicas ao treinamento

Adaptações fisiológicas ao treinamento

Ratings: (0)|Views: 1,759|Likes:

More info:

Published by: Érica Engrácia Valenti on Dec 20, 2010
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/05/2013

pdf

text

original

 
Adaptações fisiológicas ao treinamentoSistema Nervoso:
As adaptações são muito rápidas, é o primeiro sistema a se adaptar;com algumas sessões de treinamento, já começa a ter adaptações.- maturação das vias nervosas: SN vai ajustando quais músculos devematuar, em que movimento, com que foa, com que velocidade paradeterminada atividade física
ocorre uma melhor interação sináptica, umaadequação da transmiso siptica em vias pré-determinadas paradeterminada atividade física;- memorização do ato motor: aparentemente no processo de aprendizagemse observa uma atividade neural aumentada pela detecção do consumo deO2 na parte frontal em relação às demais. (Importante saber aqui: há 3tipos de memória
memória volátil ou imediata, memória a médio prazo ememória permanente.
IMPORTANTE:
O processo de aprendizagem
SEMPRE
ocorre de umasituação motora mais simples para a mais complexa, então se vai adcionandodificuldade motora.
MATURAÇÃO + MEMORIZAÇÃO = MELHOR COORDENAÇÃO MOTORA
- adaptação ao stress físico: com o treinamento o indivíduo suporta umaatividade física muito mais que um indivíduo não treinado.
Sistema Muscular-
hipertrofia muscular: capacidade de produzir novas proteínas contráteis(sarmeros). Importante saber aqui: IGF= Fator de CrescimentoInsulínico; quanto maior a secção da fibra muscular, maior a força geradapor ela.- hiperplasia muscular: aumento no número de células, por duas maneiras
através do treinamento (aumento da célula, não ocorre mitose) ou atravésde uma lesão muscular (processo mitótico – células-satélite).
 
- aumento do estoque de glicogênio
ocorre com as fibras brancas,predominantemente num treinamento anaeróbio.- aumento na concentração de ATPase: especial nas fibras brancas – IIBprincipalmente.- aumento dos estoques do ATP e fosfocreatina.- aumento no número e tamanho das mitocôndrias
treinamento aeróbio.- aumento na concentrão intramuscular das enzimas glicolíticas eoxidativas.- aumento do estoque de enzima CPK.- aumento da oxidação de glicogênio e AGL.- aumento da força muscular.- redução da fadiga muscular.- modificações nos tipos de fibras musculares.
Sistema Cardiovascular
- aumento da espessura da parede cardíaca
em especial do ventrículoesquerdo (principalmente nos treinamentos com peso)
PA aumenta com asobrecarga aí então a parede cardíaca aumenta para suportar esse aumento.- aumento nas dimensões das maras cardíacas (ventrículos),principalmente nos treinos de endurance, no aeróbio.- aumento do peso cardíaco.- aumento da força de concentração cardíaca (efeito isotrópico).- aumento do Débito Cardíaco máximo e do volume sistólico.- redução da FC de repouso: bradicardia de repouso, pois o indivíduo tem umV sistólico aumentado.- redução da atividade simpática ou no aumento do tônus vagal.
 
-manutenção da FC máxima (redução com a idade).- angiogênese cardíaca e periférica.- discreta redução da pressão arterial.
Sistema Pulmonar
- aumento discreto da capacidade vital
máxima quantidade de ar que podeser expirado após uma máxima inspiração.- aumento do fluxo máximo respiratório
exercício físico muito intenso =hiperventilação.- aumento da ventilação máxima e da ventilação voluntária máxima.- mantém-se constante o número de alvéolos – eles são formados no períodoembrionário, depois disso NÃO há formação, apenas perda.- aumento da extração de O2 capilar tecidual
o tecido capta com maiseficiência o O2 do sangue arterial ou capilar.- eliminação de CO2 mais eficiente
hiperventilação num exercício intensose faz para eliminar o excesso de CO2.- melhor eficiência no equilíbrio ácido-base- redução da fadiga dos músculos respiratórios
Sistema Sanguíneo
- aumento discreto do hematócrito- aumento na concentração de hemoglobina- aumento na concentração dos tampões plasmáticos- aumento da resistência às variações do pH- melhor eficiência no transporte dos gases respiratórios

Activity (6)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Leandro Silva liked this
Luís Pereira liked this
Bruno Henrique liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->