Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
4Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
A Primeira Guerra Mundial

A Primeira Guerra Mundial

Ratings: (0)|Views: 381 |Likes:
Published by sdsn_advocacia

More info:

Categories:Types, Research, History
Published by: sdsn_advocacia on Dec 24, 2010
Copyright:Traditional Copyright: All rights reserved

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/04/2013

pdf

text

original

 
A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
Stephanos Demetriou Stephanou Neto
1
 No início do século XX, a Europa se estabelecia, cada vez mais, como ocentro social, cultural, político e econômico do mundo:
“apesar do desenvolvimentodos Estados Unidos e do Japão, a Europa exercia em 1914 a supremacia econômica e política sobre o resto do mundo”
2
.Entretanto, é no próprio apogeu que encontramosalguns dos motivos para o esfacelamento destes países, cerne contraditório e irradiador do primeiro grande conflito mundial.O progresso desenfreado, principalmente da França, Inglaterra, ImpérioAlemão e Império Austro-húngaro, gerou uma série de descontentamentos entre ostrabalhadores, desencadeando uma inédita onda de protestos e manifestõesorganizadas contra as precárias condições de trabalho e salariais enfrentadas pelosoperários. Apesar de todo o progresso alcançado pelas nações europeias, grande parcelada população não detinha nenhum benefício e não participava da incipiente sociedadede consumo. Revindicavam agora a sua parcela.Ademais, diante do excesso de produção e da consequente carênciamercadológica, bem como da necessidade de garantir matéria-prima e mão-de-obramais barata à indústria. Ainda, era primordial a consolidação de posições políticas eeconômicas perante o cenário externo. Os elementos estruturais foram, aos poucos,fragilizando um sistema que parecia lido, criando um clima de hostilidadegeneralizado.
1
Stephanos Demetriou SN é Licenciado em História pela Pontifícia Universidade Católica do RioGrande do Sul (PUCRS).
2
AQUINO, Rubim Santos Leão de.
História das sociedades:
das sociedades modernas às sociedadesatuais. Rio de Janeiro: Livro Técnico, 1978. p. 237.
 
A Alemanha, dominada pelo pangermanismo
3
e insatisfeita com odomínio francês do Marrocos (com o apoio da Inglaterra), exigia uma nova divisãoterritorial para suprir as exigências de sua economia emergente (o Marrocos era umimportante ponto comercial). Por outro lado, a França sentia-se prejudicada com a perdado território da Alsácia-Lorena, que a privava das minas de ferro e carvão lá existentes evisava o revanchismo
4
. A Rússia, por sua vez, desejava o domínio da região balcânica eimpediu a Alemanha de construir uma estrada de ligação entre Berlim e Bagdá, que eraum importante eixo petrolífero, fundamental para as pretensões evolutivas de qualquer  país. Ainda existia a questão do Império Austro-Húngaro que, ao anexar os territóriosda Bósnia-Herzegóvina, impediu a concretização da união dos povos sérvios. Bastaria, portanto, qualquer acontecimento mais ríspido para servir de estopim ou pretexto parauma guerra.Em 28 de junho de 1914, o estudante servo Gavrilo Princp, membro daorganização revolucionária Mão Negra, assassina o herdeiro ao trono do ImpérioAustro-Húngaro, o arquiduque Francisco Ferdinando e sua esposa, em Sarajevo, capitalda Bósnia. Instaurada a investigação para apurar os fatos, o Império Austro-Húngaroimpõe uma série de condições que não são aceitas pelos sérvios, que
“na crise que se seguiu, como nenhuma potência aceitou a derrota diplomática, a guerra venceu a
diplomacia”
5
 e declara guerra à Sérvia. Em seguida a Alemanha se junta ao ImpérioAustro-Húngaro. Enquanto que, Inglaterra, Rússia e França saem em defesa dosSérvios, iniciando, assim, a Primeira Guerra Mundial.Estabelecido o conflito, era imaginado que seria de rápida solução: asestratégias elaboradas e o farto uso de novas tecnologias (lança-chamas, gases tóxicos,metralhadoras, aviões,
verbi gratia
), corroborava para este sentimento entre os
3
Ideia de superioridade de sua raça sobre as demais, que pretendia criar um estado unificado para os povos de origem germânica.
4
A França desejava se vingar do tratado de 1870, quando a Alemanha, vencedora da batalha franco- prussiana, anexou o território francês da Alsácia-Lorena. O revanchismo se caracterizava por umaobstinação desmedida para a desforra contra a Alemanha, em um restabelecimento com o passadofrancês.
5
AQUINO, Rubim Santos Leão de.
História das sociedades:
das sociedades modernas às sociedadesatuais. Rio de Janeiro: Livro Técnico, 1978. p. 237.
 
responsáveis pela batalha. Em um primeiro momento, foi exatamente o que ocorreu: nachamada guerra de movimentos, o exército alemão, extremamente preparado, avançavadevastadoramente na direção da França. Entretanto, posteriormente, os alemães searrastam lentamente, divididos entre duas frentes de batalhas (a oriental contra a Rússiae a ocidental contra a França) e a falta de lostica suficiente para tamanhoempreendimento. O avanço no território francês é combatido pela resistência organizada pelos generais Joffre e Gallieni, estabilizando o embate numa angustiante e prolongadaguerra de trincheiras:
“...todos os exércitos criaram sistemas de trincheiras semelhantes... A linha do front, protegida por um emaranhado de arame farpado, tinha uma linha deapoio paralela a algumas centenas de metros de retaguarda, além de umalinha de reserva mais atrás.”
6
 Durante o período, a economia dos países participantes estava voltada para a indústria bélica. Toda a mão-de-obra e todos os recursos existentes forammobilizados e aplicados em função das necessidades apresentadas pela guerra. A população sofre forte racionamento de alimento e começa a mobilizar-se contra ocombate, questionando fortemente o seu valor e a sua legitimidade.A Europa vivia dias constrangedores. A guerra de trincheiras expôs aosolhos do mundo a fragilidade da
belle epoq
e outras potencias estavam dispostas alutarem pelos holofotes da glória civilizatória.O ano de 1917 foi decisivo para o conflito. A entrada dos EstadosUnidos, apoiando os aliados França, Inglaterra e, desde 1915, a Itália, determina o fimda pretensão de vitória da Alemanha. Os americanos se decidiram
“quando a Alemanhadeclarou ao presidente Wilson sua intenção de bloquear as Ilhas Britânicas e a França,tornando perigosa a situação dos navios neutros. Em abril, o congresso (…) declarou
6
KEEGAN, John.
História ilustrada da Primeira Guerra Mundial.
São Paulo: Ediouro, 2004. p.209.

Activity (4)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Carlo Fuentes liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->