Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
30Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
privacidade na internet

privacidade na internet

Ratings:

4.5

(2)
|Views: 4,322|Likes:
Artigo produzido por Amaro Moraes e Silva Neto sobre privacidade na Internet.

Artigo publicado com a devida permissão do autor.
Artigo produzido por Amaro Moraes e Silva Neto sobre privacidade na Internet.

Artigo publicado com a devida permissão do autor.

More info:

Categories:Types, School Work
Published by: João Carlos Caribé on Aug 10, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/03/2013

pdf

text

original

 
I N D E X 
 
2
 
Amaro Moraes e Silva Neto conceituando privacidade
PARTE I (CONCEITUANDO PRIVACIDADE)
“DEIXEM-ME SÓ...”(últimas palavras de
Lady Diana
, 1989)
1
i - 
o que é privacidade?
Privacidade
2
, aquele valor residual de difícil definição ou
 proteção inabstractum
, é um direito defendido em nossa Constituição Federal, asseguradopor nossos Códigos (notadamente o Civil, o Penal, o de Defesa do Consumidor eo Comercial) e protegido por leis esparsas. Contudo, para nossa surpresa, apalavra privacidade não aparece em nossa Constituição, não consta de nossosCódigos e nem é citada pelas mencionadas esparsas leis. Somente no final doséculo
XX
começou a ser pronunciada em nossos meios legiferantes.Para esticar ainda um pouco mais a absurdez da ausência do vocábuloprivacidade
 
em nossos diplomas legais, ponderemos que até o início de 1990essa palavra estava igualmente ausente em quase todos nossos dicionários.No entanto, ao ingressar nas páginas de nossos Léxicos, trouxe com elaum seu sinônimo: privatividade. Nem ao menos se firmava como léxico e jásuscitava uma polêmica questão: privacidade ou privatividade?Os defensores da palavra privatividade advogam sua utilização poconsiderarem a palavra privacidade (que alegam derivar de
 privacy 
) umanglicismo desnecessário. Há quem até mesmo sugira a sua substituição pelovocábulo intimidade
3
.
1
 
 Apud AGRESSÕES À INTIMIDADE 
(
o episódio Lady Di 
)
, de
Paulo José da Costa Júnior 
,
Malheiros Editores (SP),
MCMXCVII 
, fls. 74.
2
“O sentido de “privacidade” se sedimentou, historicamente, em duas principais acepções. Aprimeira diz respeito aos direitos políticos nas democracias modernas. (...) o segundo tipo deprivacidade, à intimidade. A diferença entre as duas - gritante até pouco tempo - se tornouirrelevante para a mentalidade atual. A privacidade ‘como liberdade’ era o poder de ‘trazer apúblico’ aspirações pessoais não lesivas à liberdade do outro; a privacidade, ‘como intimidade’ erao poder de ‘ocultar do público’ aspirações da mesma ordem. No processo de decadência da esferapública, a primeira saiu desfigurada pela invasão do mercado, a segunda pela diluição napublicidade”
 
(
PRÓXIMOS 500: AS PERGUNTAS QUE O BRASIL VAI TER QUE RESPONDER, Aeroplano, Editora e Consultoria
, Rio de Janeiro, 2000 - artigo de
Jurandir Freire da Costa
,
 
in
fls.43
usque
 
45).Nesse sentido (de intimidade) é que a palavra privacidade é utilizada no presente livro.
3
“Empregue-se, então a palavra ‘intimidade’ ou ‘recato’, como faz o Código Penal português. Oumesmo ‘solidão’, ‘soledade’, ‘suidade’, a exemplo de Miguel Reale, em seus artigos ‘Elogio daSolio’ e ‘Ainda a solio’, publicados na Folha de o Paulo em novembro de 1968(
 AGRESSÕES À INTIMIDADE [o episódio Lady Di 
]
, de
Paulo José da Costa Júnior 
,
MalheirosEditores,
MCMXCVII 
, fls. 11/12).Porém o altiloqüente jurista se equivoca. Veja nota nº 6, a seguir.
3

Activity (30)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Raysa Leite liked this
Gustavynho liked this
Geovanna Maria liked this
Rosana Brito liked this
Rui Inacio liked this
Luciano Hilton liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->