Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
20Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Trabalho de Marcas e Patentes

Trabalho de Marcas e Patentes

Ratings: (0)|Views: 3,334 |Likes:
Published by Paulo Cezar

More info:

Published by: Paulo Cezar on Jan 08, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/25/2013

pdf

text

original

 
 
Marcas & Patentes
Empreendedorismo
Paulo Cezar  2008208028Jonathan Lobato  200820801213/10/2010
13 de Outubro de 2010 Belém - Pará
 
SumarioIntrodução................................................................................................pg 3Patente......................................................................................................pg 3Marca........................................................................................................pg 4Marca não é patente .........................................................................pg 4
 
Lei da Propriedade Industrial«««««««««««««««««...pg 5
 
Vantagens e as Desvantagens do Modelo de Patentes«««««....pg 5Conclusão««««««««««««««««««««««««««..pg 6Referências bibliográficas««««««««««««««««««....pg 8
 
1
. Introdução
 As primeiras patentes de que se tem notícia datam de 1421 em Florença naItália com Felippo
Brunelleschi 
e seu dispositivo para transportar mármore e em1449 na Inglaterra com John de
Utynam
ganhando o monopólio de 20 anos sobreum processo de produção de vitrais,a primeira lei de patentes do mundo é entãopromulgada em 1474 em Veneza,já com a visão de proteger com exclusividade oinvento e o inventor,concedendo licença para a exploração,reconhecendo os direitosautorais e sugerindo regras para a aplicação no âmbito industrial.Já no Brasil ao alvorecer do novo século, o XXI, o direito industrial ganhadestaque com o intenso debate acerca das patentes e, com efeito, dos direito dotitular daquele direito. Caso emblemático foi o acontecido no governo FernandoHenrique Cardoso, quando ocorreu o rompimento de alguns monopóliosinternacionais de medicamentos antivirais.Esse tema das patentes é importante e será problematizado no presentetrabalho, mais definidamente, teremos como mote o histórico das patentes e asconseqüências desse processo de desenvolvimento. Objetivaremos descobrir comoas influências moldaram o coevo direito patentário existente e também, igualmente,como ele se configura, hodiernamente, no mundo.Para tanto, nosso presente labor, dividir-se-á em duas seções: num PrimeiroCapítulo, tematizaremos o instituto romanista da propriedade presente como cânonedo direito civil e, ademais, a patente e seu conceito clássico de influência do modelofrancês de analogia; num Capítulo Segundo, problematizaremos o histórico dodireito de patente que levou a consistência de vantagens, de desvantagens, além decríticas sociais ao sistema patentário.
2
. Patente
  A pesquisa e o desenvolvimento para elaboração de novos produtos (nosentido mais abrangente) requerem, na maioria das vezes, grandes investimentos.Proteger esse produto através de uma patente significa prevenir-se de quecompetidores copiem e vendam esse produto a um preço mais baixo, uma vez queeles não foram onerados com os custos da pesquisa e desenvolvimento do produto. A proteção conferida pela patente é, portanto, um valioso e imprescindível

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->