Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
4Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Tipos de Pig

Tipos de Pig

Ratings: (0)|Views: 291 |Likes:
Published by ulissesalves2004

More info:

Categories:Types, Research
Published by: ulissesalves2004 on Jan 26, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/04/2013

pdf

text

original

 
Sistemas de Limpeza por arraste PIG emInstalações Sanitárias para fabricação delíquidos e semi sólidos
Rodolfo Cosentino
Rodolfo CosentinoFone: +55 11 5531-2716E-mail rodolfo.cosentino@terra.com.br
Dentre os produtos mais comuns encontrados nas dasindústrias Farmacêuticas, Alimentícias e de fabricação deCosméticos que requerem este tipo de limpeza, encontramoscremes, pomadas, xaropes, chocolates, shampoo, etc. 
INTRODUÇÃO
Quando estamos em presença deprodutos manufaturados de altaviscosidade e, por conseqüência,com marcada dificuldade dedrenagem, escoamento etransporte, temos que pensarnum método de limpeza dastubulações e acessórios visandoo maior aproveitamento (semdesperdício) dos volumes retidosdentro delas, logo após oprocesso de transferência desdeos recipientes de produção ouestocagem para a etapa seguintede fabricação.Dentre os produtos mais comunsencontrados nas das indústriasFarmacêuticas, Alimentícias e defabricação de Cosméticos querequerem este tipo de limpeza,encontramos cremes, pomadas, xaropes, chocolates, shampoo,etc.Se pensarmos no nível de custos,chegamos a conclusão que aquantidade de produtoremanescente no interior dosequipamentos de fabricação einstalações para o transporte outransferência do mesmo ésignificativo, chegando emalguns casos a atingir 5 ou 6%da quantidade fabricada.A baixa fluidez destes produtosobriga a pensar em métodosdiferentes do que apenasbombeamento por gases limpos,tal como o Nitrogênio, Oxigênioou Gás Carbônico.Os líquidos podem serbombeados utilizando tubulaçõesde transferência compressurização de qualquer gás, e,no fim do processo, o produtoremanescente no interior éesvaziado por impulsosintermitentes de pressão do gás,com o que se obtém resultadosmuito satisfatórios.No caso de produtos viscosos,precisamos “empurrar” elesfisicamente para remove-los dointerior das tubulações, semafetar as sua integridade nemqualidade para que possam seraproveitados para a venda.
SISTEMAS TRADICIONAIS
Basicamente o sistema delavagem por arraste utilizandoPIG consiste em empurrar oproduto remanescente dentrodas tubulações utilizando umapeça de material atóxico e flexível(PIG) com dimensões tais que seajustem perfeitamente ao interiordos tubos.Estes PIG’s são introduzidos natubulação e são “empurrados” outransportados dentro dastubulações seja por um segundoproduto manufaturado, por umlíquido ou por um gás.Um sistema tradicional estáconformado por algunselementos ou partes que sãoindispensáveis para umaoperação confiável, repetitiva ecom resultados aceitáveis delimpeza ou remoção do produtode dentro das tubulações.Como mínimo deverão existiruma estação de lançamento doPIG, um sistema de tubulações euma estação de recebimento eretirada do PIG.
ESTAÇÃO DE LANÇAMENTO(LAUNCHING STATION)
Esta estação é o alojamentofísico através do qual o PIG éintroduzido e lançado nosistema.O lançamento pode ocorrer deforma imediata ou posterior àintrodução do mesmo naestação. Para isto é indispensávelque o projeto da estação comoum todo seja feito garantindoque a presença do PIG nosistema, não perturbe asoperações de produção.Ver Figura 1.
 
SISTEMA DE TUBULAÇÕES
As tubulações devem ser o maisretas possíveis e devem ter umasuperfície interna lisa e seminterrupções nem mudançasbruscas de diâmetros,descontinuidades ou derivaçõesque possam comprometer odeslizamento do PIG, tais comotês ou “bocas de lobo”.As curvas deverão ter o maiorraio de curvatura possível e nocaso de existir a necessidade deinstalação de instrumentos comprojeções internas na tubulação,os mesmos deverão serprotegidos contra impactos alemde não poderem interferir com odeslocamento normal dos PIG’s.
ESTAÇÃO DE RECEBIMENTO
Esta estação é o alojamentofísico através do qual o PIG éretirado do sistema.A retirada pode ocorrer de assimque o PIG arribou à estação oupode ser necessária a suapermanência no interior doalojamento até que alguma outraoperação (por exemplo, umprimeiro enxágüe) seja feita.Para isto é indispensável que oprojeto da estação como um todoseja feito garantindo que apresença do PIG no sistema, nãoperturbe as operações deprodução.Ver Figura 2.
VÁLVULAS UTILIZADAS
 Todas as válvulas utilizadas naspartes das tubulações por onde oPIG terá de fluir, deverão possuirum diâmetro interno igual aodiâmetro interno da tubulaçãopara permitir uma passagemsuave. Também não deverãoexistir pontos dedescontinuidade de superfíciespara evitar que o PIG possatravar em algum ressalto oudepressão existentes nos pontosde união dos componentes dosistema nem nos assentos dasválvulas.Os tipos de válvulas maisutilizados nestes sistemas são asde esfera de passagem plena,onde o diâmetro do furo daesfera coincide exatamente com odiâmetro interno da tubulaçãoou válvulas especiais comtecnologia desenvolvidaespecificamente para atender asnecessidades de passagem dePIG’s sem interferências. Dentreeste tipo existem as válvulas quepossuem um obturador internode funcionamento semelhante àsválvulas der esfera, porém, tem aforma de uma seção circularexcêntrica em forma de arco quebloqueia ou libera a passagem doPIG.As válvulas podem ser de duasou três vias, dependendo dasnecessidades da instalação.As extremidades, desde quetenham uma transição suave esem descontinuidades, podemser do tipo de solda de topo, Triclamp, roscas sanitárias SMS,DIN. A rosca RJT não érecomendada devido àdificuldade de limpeza.
MATERIAIS DA INSTALAÇÃO
Os materiais mais adequadospara este tipo de instalações sãoos aços inoxidáveis da série 300.Dependendo da qualidade finaldo produto fabricado, dascaracterísticas de sanitariedadeexigidas para o sistema e aagressividade dos componentes aserem arrastados, deverão serescolhidos materiais quedificultem o acúmulo de produto,que não sejam riscados quandoda passagem do PIG e queapresentem uma facilidade delimpeza facilitando a qualificaçãodo sistema.Para instalações farmacêuticas omaterial de tubulaçãorecomendado é do tipo AISI316L, podendo ser especificadoconforme normas ASTM-A270- TP316 ou 316L ou DIN 1.4404ou 1.4435.
GEOMETRIA E MATERIAISDOS PIG’s
Existem vários tipos de PIG’sdisponíveis no mercado. Asformas geométricas e ascaracterísticas de cada PIGdependem fundamentalmente dasua utilização.Os materiais de construção sãosempre atóxicos, podendo variardesde Silicone, Nylon, EPDM,borracha, Polyuretano até Viton.Podem ser construídos comsensores incorporados paradetectar a localização deles aqualquer momento da operação.Geralmente estes sensores sãodo tipo radioativo, emitindo umsinal que é possível de sercaptado por um localizadorexterno identificando com muitaprecisão o local exato onde seencontram. Este recurso éextremamente útil nos casos debloqueio ou quebra do PIGdentro das tubulações. Asmedidas corretivas podem sertomadas em pontos específicosda instalação sem necessidadede apelar ao método de “tentativae erro”.Os PIG’s são utilizados parasimplesmente arrastar produto,para separar produtos numatubulação, sem a exigência delimpa-la entre o bombeamento decada produto transportado. Asformas geométricas devempermitir uma operação confiável
 
ao nível de processo assim comoao nível de instalação.Existem PIG’s capazes de virarnuma curva de 90 graus comraio igual a uma vez e meia odiâmetro da tubulação, porém,existem outros mais rígidos queprecisam de curvas com um raiobem maior, geralmente em tornode 6 vezes o diâmetro datubulação.Pode-se encontrar PIG’s comuma única vedação ou comvárias, dependendo da exigênciade contaminação ou necessidadede arraste total ou com algumatolerância de “vazamento” entre aparte frontal e posterior do PIG.Ver Figura 3.
DESCRIÇÃO DEFUNCIONAMENTO
A operação normal deste sistemaé muito simples. O processo delançamento erecebimento/retirada do PIGconsiste basicamente dasseqüências que seguem:No sistema mais singelo detransferência, onde existepossibilidade de aceitarpequenas misturas do Produtomanufaturado com o fluidoimpelente do PIG, o mesmodeverá ser colocado limpo naestação de lançamento naPosição "A" indicada na Figura 1através dum acesso quepermanecerá fechado até o fimda operação.Esta estação de lançamento estainterligada ao sistema detubulações por intermédio deuma Válvula de Passagem Total1 e que permanecerá fechada atéque seja lançado o PIG.Durante a transferência deProduto manufaturado, asVálvulas de Passagem Total 1 e 5permanecem fechadas e asVálvula de Passagem Total 3 e 4permanecem abertas e asVálvulas de Bloqueio 2 e 6permanecem fechadas.Assim que a transferência doproduto manufaturado éconcluída, fecha-se a Válvula dePassagem Total 3 e abrem-se asVálvula de Passagem Total 1 eVálvula de Bloqueio 2impulsionando o PIG em direçãoa Estação de Recepçãoarrastando o produtoremanescente dentro do tubo.Quando na descarga da Válvulade Passagem Total 4 começa asair Gás ou Líquido, significa queo PIG esta alojado na posição "B"e que todo o produto já foiarrastado.Nesse momento, abrem-se asVálvulas de Passagem Total 5 eVálvula de Bloqueio 6,deslocando o PIG para dentro dagaiola na Posição "C" e drenandoo sistema.Assim que o PIG é alojado nagaiola, fecham-se as Válvula dePassagem Total 5 e Válvula deBloqueio 6 retirando-se o PIGpela porta da Estação deRecepção.Neste momento o sistema estáem condições de receber “WIP”(Washing in place) ou CIP(Cleaning in place).Nas Figuras 1 e 2, as válvulasapresentadas são todas deoperação manual, porém,poderão ser de operaçãoautomática e estareminterligadas a sensores depresença que indicarão a posiçãoexata do PIG, abrindo e fechandoseqüencialmente as válvulasconforme uma programaçãopreviamente determinada.Quando se pretende transferirmais de um produto utilizandouma mesma tubulação, aoperação é um pouco maiscomplexa, porem, pode-seexecutar com muito pouco ouquase nada de desperdício dematerial acabado.O conceito que deve ser utilizadopara o lançamento e recebimentodos PIG’s será o mesmo utilizadoquando se transfere apenas umproduto.A separação entre produtos seráfeita utilizando um ou mais PIG’scriando uma separação físicaentre os produtos e assumindoque, dependendo da exigência denão contaminação, poderá existirum pouco de mistura deprodutos nas proximidades doPIG.Quando não se quer tercontaminação, os produtos sãobombeados em forma seqüencialsendo Produto 1, Fluido deseparação (Gás ou Líquido),Produto 2 e assim por diante.Com um sistema de PIG rasteadoe válvulas automáticas, épossível desviar cada produtopara seu destino final semcontaminação.

Activity (4)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
1 thousand reads
214021 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->