Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
101Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
FICHAMENTO DA REPÚBLICA DE PLATÃO

FICHAMENTO DA REPÚBLICA DE PLATÃO

Ratings: (0)|Views: 18,824|Likes:
Published by Rogério
Resumo dos dez livros da República de Platão
Resumo dos dez livros da República de Platão

More info:

Categories:Types, School Work
Published by: Rogério on Jan 26, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/12/2013

pdf

text

original

 
 
TEMA
 /TÓPICO:
A República (Politéia),
 
de PlatãoESPECIFICIDADE/SUBTÓPICO:
 –
Introdução
 –
 
:
01REFERÊNCIA
:A República; São Paulo: Nova Cultural, 2000. 352 págs. Tradução de
 
Enrico Corvisieri.
RESUMO
 /ESQUEMA:
A República
 
(Politéia),
 
é um diálogo Socrático escrito por Platão, filósofo grego, no século IV aC. .Todoo diálogo é narrado, em primeira pessoa, por Sócrates. O tema central da obra é a justiça.No decorrer da obra é imaginada uma república fictícia (a cidade de
Callipolis
, que significa cidade bela)onde são questionados os assuntos da organização social (teoria política, filosofia política).O diálogo tem uma extensão considerável, articulada pelos tópicos do debate e por elementos dramáticos.Exteriormente, está divido em
dez livros
, subdividido em capítulos.Em A República, Platão fornece a Constituição perfeita para a Cidade-Estado, governada pelos detentoresdo Saber, que servem em nome da Cidade unificada, justa, livre da exploração, das paixões, da ignorância e dadiscórdia.Para Platão, a educação (paidéia) seria o ponto de partida e principal instrumento de seleção e avaliaçãodas aptidões de cada um.Sendo a alma humana (psikê) um composto de três partes: o apetite, a coragem e a razão, todos nascemcom essa combinação, só que uma delas predomina sobre as demais.Se alguém deixa envolver-se apenas pelas impressões geradas pelas sensações motivadas pelo apetite,termina pertencendo as classes inferiores.Prevalecendo o espírito corajoso e resoluto, seguramente irão fazer parte da classe dos guardiões, dossoldados, responsáveis pela segurança da coletividade e pelas guerras. Porém se deixando o individuo guiar-sepela sabedoria e pela razão é obvio que apresenta as melhores aptidões para integrar-se nos setores dirigentesdessa almejada sociedade.
 
 
TEMA
 /TÓPICO:
A República (Politéia),
 
de PlatãoESPECIFICIDADE/SUBTÓPICO:Livro I
 – A definição de justiça –
 
:
02REFERÊNCIA
:A República; São Paulo: Nova Cultural, 2000. 352 págs. Tradução de
 
Enrico Corvisieri.
RESUMO DO LIVRO I
:
TÓPICOS
A
República
 
se inicia com o relato de Sócrates de sua viajem para forade Atenas. A cena do diálogo acontece por volta de 416 a.C., no período dainstituição do novo festival em honra da deusa Bêndis – deusa da lua e danoite.Sócrates é acompanhado em sua viajem ao Pireu por Glaucon. Aochegarem ao local, eles se encontram com o irmão de Glaucon,Adimanto. Tanto Glaucon quanto o irmão mostram um potencial filosófico, eambos são irmãos de Platão, o autor do diálogo, que não estava presente nadiscussão. Os três irmãos são filhos de Aríston, um nome que significa “omelhor” – e que leva Sócrates ironicamente a referir-se a Glaucon como“você, o melhor dos homens”.Sócrates personifica a integração de sabedoria e justiça em sua própriavida e põe em evidência a questão da justiça na vida da comunidade.Trasímaco e seus companheiros sofistas – os políticos que usam da força argumentam em favor da injustiça e do auto-interesse personificado nadefinição de Trasímaco de tirania – “que às escondidas e à força (bia) tira oque pertence aos outros, tanto o que é sagrado quanto o que é profano, oprivado e o público, não pouco a pouco, mas tudo de uma só vez”Então a discussão gira em torno da discórdia gerada pela injustiça, emseus aspectos individuais e sociais. (...) Um ser só pode atingir a felicidadecumprindo a função que lhe é própria: não estaria aí já a definição da justiça?(...).Sofistas: para os sofistas a razão humana não conseguiria compreender ocosmos. A filosofia deveria refletir sobre a ação humana na terra.- Questão que os sofistas mais vão discutir: qual é a origem das regras jurídicas. Os sofistas são relativistas (cada um tem uma idéia de verdade epode convencer os outros).- O fundamento de verdade pode ser a natureza ou a convenção. Para ossofistas a verdade é aceita pela teoria do convencionalismo, ditada pelomomento e pelas circunstâncias.Conclusão: não se sabe o que é a Justiça.
1.
Descida ao Pireu;
2.
Céfalo. Justiça segundo osmais velhos;
3.
Trasímaco. Justiça segundoos Sofistas;
4.
Polemarco. Justiça segundoa meia idade.
 
 
TEMA
 /TÓPICO:
A República (Politéia),
 
de PlatãoESPECIFICIDADE/SUBTÓPICO:Livro II
 –
 
 A felicidade do justo
 
 –
 
:
03REFERÊNCIA
:A República; São Paulo: Nova Cultural, 2000. 352 págs. Tradução de
 
Enrico Corvisieri.
RESUMO DO LIVRO II
:
TÓPICOS
Glauco:- A justiça não passa de uma máscara inútil. (Quem possuísse o anel de Giges,que torna a vontade invisível, pareceria justo sem ser).Sócrates:- Para provar que a justiça é um bem em si, examina a natureza da justiça naescala da cidade e não mais do indivíduo.- A cidade nasce das necessidades e da divisão do trabalho. Ela protege e cuidados cidadãos.O objetivo de Sócrates é tratar dos regulamentos que deveriam serimpostos à poesia como um todo, fazendo parte dela suas modalidadesimitativa e não imitativa, educação destinada aos guardiões que serão osmelhores entre os cidadãos. Sua educação será à maneira tradicional grega, istoé, através da ginástica para o aprimoramento do corpo e da música para gerarharmonia na alma.
1.
Dialética: processo deconstrução do saber.
2.
Questão: a justiça épreferível à corrupção?
3.
O Paradigma da Cidade-Estado.
4.
Educação dos responsáveis.
5.
Origem da cidade.

Activity (101)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
cesar_freitas_1 liked this
Vinícius Duan liked this
Mary Silva liked this
Ari Rogerio liked this
Deikiane Santos liked this
André Lobo liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->