Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
86Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Processo Executivo

Processo Executivo

Ratings:

4.0

(1)
|Views: 20,880|Likes:
Published by Lara Geraldes
Direito Processual Civil III: Processo Executivo - Faculdade de Direito de Lisboa, ano lectivo 2008/2009.

Professor regente: Prof. Luis Bonifácio Ramos.

Autoria: Lara Geraldes.

DISCLAIMER: estes apontamentos não dispensam o estudo dos manuais recomendados pelo professor regente e assistente.
Direito Processual Civil III: Processo Executivo - Faculdade de Direito de Lisboa, ano lectivo 2008/2009.

Professor regente: Prof. Luis Bonifácio Ramos.

Autoria: Lara Geraldes.

DISCLAIMER: estes apontamentos não dispensam o estudo dos manuais recomendados pelo professor regente e assistente.

More info:

categoriesTypes, School Work
Published by: Lara Geraldes on Jan 28, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF or read online from Scribd
See More
See less

01/10/2014

pdf

 
DIREITO PROCESSUAL CIVIL III
DIREITO EXECUTIVO
PROF. LUÍS BONIFÁCIO RAMOS
Faculdade de Direito de Lisboa
DISCLAIMER Estes apontamentos não dispensam o estudo dos manuais recomendados peloProfessor Regente e Assistente.
 
Direito Processual Civil III: Direito Executivo – Lara Geraldes @ FDL
PARTE GERAL
1. INTRODUÇÃO§1: NOÇÃO
Tipos de acções:
Declarativa:
o
De simples apreciação
o
De condenação
o
Constitutiva
Executiva: tem por finalidade a
reparação efectiva de um direito violado
, enão a declaração da existência de direitos (art. 45º, nº 2).
o
Pagamento de quantia certa:
O exequente/credor pretende obter o cumprimento de umaobrigação pecuniária, através da execução do património doexecutado/devedor (art. 817º CC).
Pretende-se obter um resultado idêntico ao da realização daprópria prestação.
PAULA COSTA E SILVA
identifica três fases na acçãoexecutiva de pagamento de quantia certa:
1. Fase liminar
2. Fase da penhora
3. Fase de pagamento
o
Entrega de coisa certa:
O exequente é titular do direito à prestação de uma coisadeterminada e pretende que o tribunal apreenda essa coisaao devedor e lha entregue de seguida (art. 827º CC).
Pretende-se obter um resultado idêntico ao da realização daprópria prestação ou, se tal não for possível, a liquidação dovalor da coisa não encontrada e dos prejuízos resultantes dafalta da sua entrega (art. 931º).
o
Prestação de um facto:
Facto positivo:
Facto fungível: o exequente pode requerer que ofacto seja prestado por outrem à custa do devedor(art. 828º CC), pelo que serão apreendidos e vendidos
2
 
Direito Processual Civil III: Direito Executivo – Lara Geraldes @ FDLos bens que forem necessários ao pagamento do custoda prestação.
Facto infungível: o facto não pode ser prestado poroutrem que não o devedor, pelo que se deve procederà apreeno e venda dos bens suficientes paraindemnizar o exequente do dano sofrido com oincumprimento.
Facto negativo (dever de omissão) – art. 941º:
As prestações de facto negativo o, por suanatureza,
infungíveis
.
Exemplo: caso da chaminé de Colmar (actoemulativo). O exequente pedirá a demolição da obraque tenha sido efectuada pelo devedor, à custadeste, assim como a indemnização do prejuízo sofrido(art. 829º CC).
Em qualquer caso, pretende-se obter um resultado idênticoao da realização da própria prestação ou, se tal não forpossível, um seu equivalente.
§2: FUNÇÃO
Desta primeira abordagem, conclui-se:
A acção executiva pressupõe o dever de realização de uma
 prestação
.
A acção executiva visa reparar um direito
efectivamente violado
, pelo quenão pode ter lugar perante a simples previsão de violação do mesmo.
A acção executiva visa a obtenção de um
resultado idêntico
ao da realizaçãoda própria prestação devida (execução espefica), por meio directo(apreensão/entrega da coisa ou da quantia devida) ou por meio indirecto(apreensão e venda dos bens e subsequente pagamento); se tal não forpossível, a execução diz-se
 por equivalente
.
O tipo de execução é sempre determinado em face do título executivo:
o
Se do título executivo constar:
Obrigação pecuniária: acção de pagamento de quantia certa.
Obrigação de prestação de coisa: acção de entrega de coisa.
Obrigação de prestação de facto: a acção de prestação defacto.
A satisfação do credor é conseguida mediante a apreensão de bens pelotribunal para que, em
substituição do devedor 
, possa pagar ao credor.
3

Activity (86)

You've already reviewed this. Edit your review.
Carla Castro liked this
Edgar Maria added this note|
gosto!
Fábio Alexandre liked this
1 thousand reads
1 hundred reads
coimbracity liked this
Luisa Muchanga liked this
Inês Pedrosa liked this
Paulo Clara liked this
sleepers10 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->