Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword or section
Like this
1Activity

Table Of Contents

Abat-Jour
Abdicação
Abismo
A Grande Esfinge do Egito
A minha vida é um barco abandonado
A morte chega cedo
Andei léguas de sombra
A alcova
Ao longe, ao luar
Aqui onde se espera
As horas pela alameda
As minhas Ansiedades
Assim, sem nada feito e o por fazer
As tuas mãos terminam em segredo
Às vezes entre a tormenta
Atravessa esta paisagem o meu sonho
Autopsicografia
(?) Azul ou verde ou roxo
Bate a luz no cimo
Brilha uma Voz na Noute
Canção
Cansa Sentir Quando se Pensa
Cerca de grandes muros quem te sonhas Conselho
Cessa o teu canto!
Chove. É dia de Natal
Chove. Há silêncio, porque a mesma chuva
Chove ? Nenhuma chuva cai
Começa a ir ser dia
Como a noite é longa!
Como inútil taça cheia
Como uma voz de fonte que cessasse
Conta a lenda que dormia
Contemplo o lago mudo
Contemplo o que não vejo
Dá a surpresa de ser
Da minha idéia do mundo
De onde é quase o horizonte
De quem é o olhar
Ditosos a quem acena
Dizem que finjo ou minto
Dizem?
Dobre
Dorme enquanto eu velo
Dorme, que a vida é nada!
Dorme sobre o meu seio
Do vale à montanha
Durmo. Se sonho, ao despertar não sei
É brando o dia, brando o vento
Ela canta, pobre ceifeira
Ela ia, tranqüila pastorinha
Elas são vaporosas
Em Busca da Beleza
Em horas inda louras, lindas
Emissário de um rei desconhecido
Em plena vida e violência
Além-Deus
Entre o sono e sonho,
Eros e Psique
Esqueço-me das horas transviadas
Esta espécie de loucura
Feliz dia para quem é
Flor que não dura
Foi um momento
Fosse eu apenas, não sei onde ou como
Fresta
Fúria nas trevas o vento
Glosa
Gomes Leal
Grandes mistérios habitam
Guia-me a só a razão
Ilumina-se a Igreja por Dentro da Chuva
Intervalo
Isto
Liberdade
Não digas nada!
Não: não digas nada!
O Andaime
O Maestro Sacode a Batuta
O que me dói não é
Pobre velha música!
Põe-me as mãos nos ombros
Teus olhos entristecem
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Fernando Pessoa Cancioneiro

Fernando Pessoa Cancioneiro

Ratings: (0)|Views: 6 |Likes:

More info:

Published by: Julio Antonio Arelaro on Jan 28, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/13/2011

pdf

text

original

You're Reading a Free Preview
Pages 4 to 25 are not shown in this preview.
You're Reading a Free Preview
Pages 29 to 67 are not shown in this preview.
You're Reading a Free Preview
Pages 71 to 105 are not shown in this preview.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->