Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
60Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
História - Suplemento de Apoio do Professor - Manual cavernas2

História - Suplemento de Apoio do Professor - Manual cavernas2

Ratings:

5.0

(5)
|Views: 45,615|Likes:
Published by Geografia_Moderna

More info:

Published by: Geografia_Moderna on Aug 16, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

04/28/2013

pdf

text

original

 
Suplemento
de Apoio ao Professor
 
S
umário
PARTE I – Apresentação da obra
1. A era da informação............................................................................................... 32. A “hibridização” cultural........................................................................................ 33. A história e o tempo presente............................................................................. 44. A estrutura da coleção........................................................................................... 4Páginas de abertura de capítulo, 5 Boxes de diferentes tipos de texto, 5Texto complementar, 5 Atividades, 5 Questões de Vestibular/Enem, 6Sugestões de filmes, 6 Suplemento de Apoio ao Professor, 65. A avaliação................................................................................................................ 7
PARTE II – O volume 2UNIDADE I – OS DIFERENTES POVOS DA AMÉRICA
Capítulo 1.As culturas indígenas americanas.....................................................
8
Capítulo 2.A colonização da América espanhola.............................................10Capítulo 3.A colonização da América inglesa...................................................12
UNIDADE II – É UMA CASA PORTUGUESA, COM CERTEZA!
Capítulo 4.Organização político-administrativa na América portuguesa...16Capítulo 5.Atividades econômicas na América portuguesa..........................18Capítulo 6.A presença holandesa no nordeste açucareiro............................20Capítulo 7.A mineração no Brasil colonial........................................................21Capítulo 8.Religião e sociedade na América portuguesa...............................23
UNIDADE III – A ERA DAS REVOLUÇÕES
Capítulo 9.O iluminismo.......................................................................................28Capítulo 10.As Revoluções Inglesas......................................................................29Capítulo 11.A Revolução Industrial.......................................................................30Capítulo 12.A Revolução Francesa.........................................................................32Capítulo 13.O Império Napoleônico....................................................................34
UNIDADE IV – UM PERÍODO DE EBULIÇÃO
Capítulo 14.A independência da América inglesa..............................................36Capítulo 15.O processo de independência da América portuguesa.............37Capítulo 16.O processo de independência da América espanhola................38Capítulo 17.O Congresso de Viena e as revoluções liberais...........................39Capítulo 18.A formação dos Estados Unidos.....................................................40Capítulo 19.Unificação da Itália e da Alemanha..................................................42Capítulo 20.O imperialismo na África e na Ásia................................................43Capítulo 21.O movimento operário e o advento do socialismo...................45Capítulo 22.O governo de D. Pedro I...................................................................46Capítulo 23.O Período Regencial.............................................................................. 48Capítulo 24.O governo de D. Pedro II..................................................................49Capítulo 25.A América Latina no século XIX.....................................................51Respostas das Questões de Vestibular/Enem........................................................53
PARTE III – Sugestões bibliográficas
1. Bibliografia para o professor................................................................................ 60Metodologia e ensino de História, 60 Temas do volume 1, 60 Temasdo volume 2, 61 Temas do volume 3, 622. Sugestões de leitura para o aluno........................................................................63Temas do volume 1, 63 Temas do volume 2, 64 Temas do volume 3, 64
 
Parte I — Apresentação da obra
1. A era da informação
Tornou-se lugar comum dizer que vivemos numa “sociedade da informação”ou numa “sociedade do conhecimento”, na qual a informação, o
know-how 
, o saber,a competência tornaram-se, ao longo das últimas duas décadas, os bens mais pre-ciosos. Por isso, vale a pena refletir aqui, mesmo que brevemente, sobre o signifi-cado dessa transformação social e em como ela modifica a maneira de abordar-mos o saber histórico na sala de aula.A sociedade do conhecimento é marcada, em primeiro lugar, pelo desenvolvi-mento explosivo e ininterrupto da tecnologia da informação (TI), que introduziunovas formas de produção e, em conseqüência, novos modos de relacionamentoentre as pessoas.A internet, o
e-mail 
, a TV a cabo, o celular, a videoconferência, etc. sedimentaramuma sociedade
em rede
, na qual as relações sociais são intensificadas e, ao mesmotempo, esvaziadas, aproximando pessoas distantes e distanciando pessoas próximas,encurtando distâncias e acelerando o tempo, mas reduzindo a possibilidade que setem para desfrutar a companhia dos amigos e familiares.Tudo se interliga. Os acontecimentos de uma região são formados por even-tos que ocorrem a milhas de distância, não há mais fatos que não produzam umasérie de ecos, reflexos e ressonâncias imprevisíveis e inesperados. Um exemplodisso foram as imensas passeatas contra a guerra do Iraque em 2003, ocorridassimultaneamente quase no mundo inteiro. Um evento aparentemente restrito àpolítica do Oriente Médio mobilizou milhões de pes-soas no mundo todo,convocadas via internet ou
e-mail 
, que deram uma demonstração de força norepúdio à guerra e ao colonialismo. Há, portanto, na sociedade da informaçãouma dialética entre o local e o global, na medida em que problemas aparente-mente localizados podem interferir na vida de todas as pessoas, exigindo umasolução global.
2. A “hibridização” cultural
O efeito mais importante dessa transformação social é a mistura de valores,línguas e culturas, provocando o que os antropólogos hoje chamam de
hibridizaçãocultural 
. A hibridização ocorre porque os bloqueios físicos e ideológicos à livredifusão do conhecimento, da cultura e da educação tendem a diminuir, permitindoque povos de diferentes partes do mundo tenham acesso aos valores uns dosoutros e se engajem em processos de fusão e difusão de suas respectivas identi-dades culturais.O entendimento entre os povos, porém, não é tão fácil. O recrudescimento dasguerras civis, das rivalidades religiosas ou inter-étnicas em certas regiões do mundopode ser interpretado como reações ou movimentos destinados a frear essas trans-formações reafirmando identidades regionais. Vivemos, portanto, um
novo cosmopolitismo
,semelhante, talvez, aos últimos séculos do Império Romano, quando ocorreu um grandeprocesso de mistura de diferentes culturas.O conhecimento histórico não pode ficar indiferente a esse conjunto tão ricode transformações, que sugerem modificações didáticas e epistemológicas funda-mentais na abordagem do saber histórico na sala de aula. É a esse desafio que estelivro tenta responder, adaptando o saber histórico às necessidades da sociedadeda informação.Como já haviam suspeitado filósofos como Kant e Hegel, o conhecimento nãoé um
dado
 
bruto
da realidade, que bastaria coletar e repetir, ao contrário, o conheci-mento depende da intervenção ativa do sujeito que conhece, ele é uma construçãodo sujeito que interpreta a realidade segundo seus critérios mentais e as determi-nações de sua sociedade e sua cultura. Nietzsche afirmou que todo saber éperspectivo e a história é o exemplo por excelência dessa idéia. Assim, num de seusensaios mais importantes (
Sobre a vantagem e a desvantagem da história para a vida
),ele exigia um saber histórico voltado para a vida, que respondesse às necessidadesdo tempo presente dos homens.

Activity (60)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Job Paulo liked this
Aldeliza Alves liked this
Carla Teixeira liked this
Geodêmio Bello liked this
Matheus Souza liked this
Allan Clayton liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->