Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Bullying

Bullying

Ratings: (0)|Views: 13 |Likes:
Published by nmae

More info:

Published by: nmae on Feb 04, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/29/2013

pdf

text

original

 
Bullying
 
Bullying é um termo da língua inglesa (bully =
“valentão”) que se refere a todas as formas de
atitudes agressivas, verbais ou físicas,intencionais e repetitivas, que ocorrem semmotivação evidente e exercidas por um ou maisindivíduos, causando dor e angústia, com oobjetivo de intimidar ou agredir outra pessoasem ter a possibilidade ou capacidade de sedefender, sendo realizadas dentro de relaçãodesigual de forças ou poder.O bullying se divide em duas categorias:a) bullying direto, que é a forma mais comumentre agressores masculinos. b) bullying indireto, sendo essa a forma maiscomum entre mulheres e tendo comocaracterística o isolamento social da vítima. Emgeral, a vítima teme o(a) agressor(a) razão dasameaças ou mesmo a concretização daviolência, física ou sexual, ou a perda dos meiossubsistência.O bullying é um problema mundial, podendoocorrer em praticamente qualquer contexto noqual pessoas interajam, tais como escola,faculdade/universidade, família, mas pode
 
ocorrer também no de trabalho e entre vizinhos.Há uma tendência de as escolas não admitirema ocorrência do entre seus alunos; oudesconhecem o problema ou se negam aenfrentá-lo. Esse tipo de agressão geralmenteocorre em áreas onde a presença ou supervisãode pessoas adultas é mínima ou inexistente.Estão inclusos no bullying os apelidospejorativos criados para humilhar os colegas.As pessoas que testemunham o bullying, nagrande maioria, alunos, convivem com aviolência silenciam em razão de temerem se
tornar as “próximas vítimas” do agressor. No
espaço escolar, quando não ocorre uma efetivaintervenção contra o bullying, o ambiente ficacontaminado e os alunos, exceção, são afetadosnegativamente, experimentando sentimentos demedo e ansiedade.As crianças ou adolescentes que sofrem bullying podem se tornar adultos comsentimentos negativos baixa autoestima.Tendem a adquirir sérios problemas derelacionamento, podendo, inclusive, contraircomportamento agressivo. Em casos extremos,a vítima poderá tentar ou cometer suicídio.
 
O(s) autor(es) das agressões geralmente sãopessoas que têm pouca empatia, pertencentes àfamílias desestruturadas, em que orelacionamento afetivo entre seus membrostende a ser escasso ou precário.Por outro lado, o alvo dos agressoresgeralmente são pessoas pouco sociáveis, com baixa capacidade de reação ou de fazer cessaros atos prejudiciais contra si e possuem fortesentimento de insegurança, o os impede desolicitar ajuda.No Brasil, uma pesquisa realizada em 2010 comalunos de escolas públicas e particulareshumilhações típicas do bullying são comuns emalunos da 5ª e 6ª séries. As três cidades brasileiras maior incidência dessa prática são:Brasília, Belo Horizonte e Curitiba.Os atos de bullying ferem o sprincípiosconstitucionais: Respeito à dignidade dapessoa humana e do Código Civil, quedetermina que todo ato ilícito que cause dano aoutrem gera o dever de indenizar. responsávelpelo ato de bullying pode também serenquadrado no Código de Defesa doConsumidor, tendo em vista que as escolas

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->