Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
7Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Desafios do bibliotecário frente às novas tecnologias da informação e comunicação

Desafios do bibliotecário frente às novas tecnologias da informação e comunicação

Ratings: (0)|Views: 725 |Likes:
Published by Carlos Eduardo
O presente artigo trata dos desafios que se apresentam ao bibliotecário diante da emergência das novas tecnologias da informação e comunicação (TICs), as quais alteraram significativamente as formas de se produzir, processar e distribuir informações. Apresenta o contexto de mudanças que a chamada sociedade da informação vivencia, com enfoque no impacto causado pelas TICs nas atividades de profissionais diretamente voltados para o trato com a informação, como é o caso do bibliotecário. Discorre sobre os desafios cada vez mais intensos na atuação deste profissional, no que diz respeito a seus conhecimentos tradicionais – quais sejam as atividades de catalogação, indexação e recuperação da informação – bem como sobre a necessidade de atualização contínua e capacidade de acompanhar o que surge de novo em sua área. Cita o tradicional serviço de referência desenvolvido pelo bibliotecário com o intuito de auxiliar os usuários e orientá-los em suas buscas, demonstrando as tendências de mudança neste serviço principalmente em razão da introdução da internet. Ressalta as mudanças de perfil do bibliotecário, o qual precisa estar apto a lidar com informações tanto no tradicional suporte impresso quanto no digital, donde surgem novas demandas profissionais. Apresenta, por fim, as diferentes oportunidades de trabalho resultantes do novo paradigma da sociedade da informação e do conhecimento, que tem nas tecnologias um fator facilitador de seus processos de captura, registro e disseminação de conteúdos informacionais.
O presente artigo trata dos desafios que se apresentam ao bibliotecário diante da emergência das novas tecnologias da informação e comunicação (TICs), as quais alteraram significativamente as formas de se produzir, processar e distribuir informações. Apresenta o contexto de mudanças que a chamada sociedade da informação vivencia, com enfoque no impacto causado pelas TICs nas atividades de profissionais diretamente voltados para o trato com a informação, como é o caso do bibliotecário. Discorre sobre os desafios cada vez mais intensos na atuação deste profissional, no que diz respeito a seus conhecimentos tradicionais – quais sejam as atividades de catalogação, indexação e recuperação da informação – bem como sobre a necessidade de atualização contínua e capacidade de acompanhar o que surge de novo em sua área. Cita o tradicional serviço de referência desenvolvido pelo bibliotecário com o intuito de auxiliar os usuários e orientá-los em suas buscas, demonstrando as tendências de mudança neste serviço principalmente em razão da introdução da internet. Ressalta as mudanças de perfil do bibliotecário, o qual precisa estar apto a lidar com informações tanto no tradicional suporte impresso quanto no digital, donde surgem novas demandas profissionais. Apresenta, por fim, as diferentes oportunidades de trabalho resultantes do novo paradigma da sociedade da informação e do conhecimento, que tem nas tecnologias um fator facilitador de seus processos de captura, registro e disseminação de conteúdos informacionais.

More info:

Categories:Types, Research, Science
Published by: Carlos Eduardo on Feb 11, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/28/2014

pdf

text

original

 
1
DESAFIOS DO BIBLIOTECÁRIO FRENTE ÀS NOVAS TECNOLOGIAS DAINFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO
1
LAIS PEREIRA DE OLIVEIRA
*
 CARLOS EDUARDO DA SILVEIRA
**
 
Resumo
O presente artigo trata dos desafios que se apresentam ao bibliotecário diante daemergência das novas tecnologias da informação e comunicação (TICs), as quais alteraramsignificativamente as formas de se produzir, processar e distribuir informações. Apresenta o contextode mudanças que a chamada sociedade da informação vivencia, com enfoque no impacto causadopelas TICs nas atividades de profissionais diretamente voltados para o trato com a informação, comoé o caso do bibliotecário. Discorre sobre os desafios cada vez mais intensos na atuação desteprofissional, no que diz respeito a seus conhecimentos tradicionais
 –
quais sejam as atividades decatalogação, indexação e recuperação da informação
 –
bem como sobre a necessidade deatualização contínua e capacidade de acompanhar o que surge de novo em sua área. Cita otradicional serviço de referência desenvolvido pelo bibliotecário com o intuito de auxiliar os usuários eorientá-los em suas buscas, demonstrando as tendências de mudança neste serviço principalmenteem razão da introdução da internet. Ressalta as mudanças de perfil do bibliotecário, o qual precisaestar apto a lidar com informações tanto no tradicional suporte impresso quanto no digital, dondesurgem novas demandas profissionais. Apresenta, por fim, as diferentes oportunidades de trabalhoresultantes do novo paradigma da sociedade da informação e do conhecimento, que tem nastecnologias um fator facilitador de seus processos de captura, registro e disseminação de conteúdosinformacionais.
Palavras-chave:
Bibliotecário. Atuação profissional. Novas tecnologias. Sociedade da informação. ____________ 1 Comunicação oral apresentada ao eixo temático Tecnologias.*Acadêmica do 7º período de Biblioteconomia da Universidade Federal de Goiás (UFG), estagiária doInstituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), e-mail:laispereira2@yahoo.com.br** Acadêmico do 7º período de Biblioteconomia da Universidade Federal de Goiás (UFG), estagiáriodo Museu Antropológico da UFG, e-mail: carloseduardoufg@gmail.com
 
2
1 INTRODUÇÃO
O mundo atual vivencia intensas mudanças em termos sociais, econômicos,políticos e culturais. Num curto espaço de tempo assistiu-se ao advento de novastecnologias da informação e comunicação
 –
tais como microcomputadores, internet,microchips, softwares e hardwares em geral, entre outros
 –
, à ampliação doprocesso de globalização, e como não poderia deixar de ser, ao aparecimento dasociedade da informação
1
, pautada pela produção, disseminação e uso deconteúdos informacionais.A sociedade da informação nada mais é que o resultado da revoluçãotecnológica iniciada em meados do século XX, relacionada aos novos meios decomunicação e de transmissão de informação. De modo geral, portanto, essasociedade consiste
num modo de desenvolvimento social e econômico, em que a aquisição,armazenamento, processamento, valorização, transmissão, distribuição edisseminação de informação desempenham um papel central na atividadeeconômica, na geração de novos conhecimentos, na criação de riqueza, nadefinição da qualidade de vida e satisfação das necessidades dos cidadãose das suas práticas culturais. (LEGEY; ALBAGLI, 2000)
Toda essa dinâmica de mudanças trouxe consigo uma série dequestionamentos, cobranças e desafios à atuação de diversos profissionais, e com obibliotecário não foi diferente. Este, que lida diretamente com a informação
 –
maisprecisamente com o ciclo informacional
 –
passou a ser indagado em seu fazer e atémesmo desafiado quanto à sua capacidade de adaptação ao novo contextotecnológico e à verdadeira utilidade de sua profissão para a sociedade.Nota-se assim, uma tendência de mudança tanto no perfil quanto na atuaçãodo bibliotecário, de modo que este se adapte às novas tecnologias, ao ideal dasociedade atual
 –
qual seja acessar de forma rápida e precisa os conteúdos de quenecessita
 –
e à nova dinâmica que envolve as atividades tradicionais desteprofissional, relacionadas à catalogação, à indexação, à recuperação, enfim, aotratamento da informação com intuito de suprir as necessidades dos usuários.
 
3
2 O IMPACTO DAS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO ECOMUNICAÇÃO
As novas tecnologias da informação e comunicação (TICs) “compreendem
uma grande variedade de bens e serviços associados ao tratamento, processamentoe armazen
amento de informações” (LEGEY; ALBAGLI, 2000). São consideradascomo “um tipo especial de tecnologia que, na atualidade, disponibiliza grande partedas informações que consumimos enquanto usuários [...]” (GARCIA, 2008).
 O desenvolvimento tecnológico que é presenciado atualmente
 –
provocadopela evolução da microeletrônica e das telecomunicações e acelerado a partir daSegunda Guerra Mundial
 –
ocasionou sérias mudanças sociais e institucionais,afetando diretamente certas áreas do conhecimento, e exigindo, por conseguinte, aadequação de seus profissionais a um novo universo de atuação.De fato, vivencia-se um momento de transição, de quebra de paradigmas
2
ede ascensão de novos modelos científicos, econômicos e sócio-culturais. Cubillo(1997 apud PONJUÁN DANTE, 2000, p. 98, tradução nossa) considera que
Vivemos uma mudança de paradigma na gestão dos fluxos e estoquesinformativos. De um mundo caracterizado por estruturas lineares deorganização da informação (catálogos), operação mono-medial onde ascoleções e fluxos de dados eram de tipo homogêneos (só texto, só dado, sóimagem ou som ou animação) e de atores comunicados por viaconvencional (reuniões cara a cara, serviços de correios) passou-se a ummundo cujo paradigma é a WWW (hipertextualidade, multimidialidade,conexão de atores políticos, geradores de conhecimento, informadores,tecnólogos da informação, via redes de computadores).
As áreas que atuam diretamente com a informação e seu processamento,como é o caso da Biblioteconomia, têm sentido intensamente as instabilidades destenovo século, ao mesmo tempo rico em novidades tecnológicas e também desafiadorno que concerne à capacidade de lidar com tantos aparatos que, segundo consta,vieram para facilitar nossas vidas. Conseqüentemente, os profissionais da área, ouseja, os bibliotecários
 –
também denominados profissionais da informação
3
 
 –
sãodesafiados a mudar seu perfil e sua forma de atuação, bem como atualizar-seconstantemente para acompanhar as mudanças vigentes.

Activity (7)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
tharlles liked this
Manuela Silva liked this
imperatriz liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->