Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
8Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
moeda

moeda

Ratings: (0)|Views: 1,743|Likes:
Published by tifaniefontoura

More info:

Published by: tifaniefontoura on Feb 24, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOCX, TXT or read online from Scribd
See More
See less

06/10/2013

pdf

text

original

 
As moedas foram uma tentativa bem sucedida de organizar acomercialização de produtos, e substituir a simples troca de mercadorias.Há divergências sobre qual povo foi o primeiro a utilizar a técnica dacunhagem de moedas, pois de acordo com alguns, a China utilizava moedascunhadas antes do século VII a.C., época que é creditado ao povo lídio estarealização.Durante muitos anos, a moeda possuía um valor real, que dependia dometal de que era feita. Sendo a moeda em ouro ou  prata, o valor da moedacorrespondia ao seu peso em metal precioso, por esta razão as lojasdispunham de uma balança para pesar a moeda e assim efectuar atransacção. Era a fase da moeda pesada. Como este método não era de factomuito prático, passou-se a outra forma, a moeda contada. A moeda assumiaagora a forma de pequenos discos redondos, com pesos determinados,bastando contar os discos para determinar a quantidade de ouro ou de pratadesejada.Agora, era necessário garantir a sua autenticidade e o seu peso, o quelevou ao rei, ao senhor feudal ou ao imperador a inscrever em cada uma dasfaces da moeda o seu escudo, a sua cara ou o seu selo, de forma a dar confiança às pessoas sobre a sua autenticidade e valor. A moeda passouentão a ser cunhada.No fim da Idade Média, as trocas intensificaram-se, sobretudo entreregiões, obrigando os mercadores a transportar consigo elevadas quantiasem moeda de ouro e prata, o que devido à insegurança, se tornava muitoperigoso. Para resolver esta questão, os comerciantes depositavam as suasmoedas num cambista (banqueiro) de uma cidade, recebendo em troca umcertificado de depósito ou uma letra de câmbio com a inscrição do valor aídepositado, podendo ser levantado noutra cidade mesmo distante.A moeda passou assim a ter suporte em papel, sendo designada por moedapapel, que representava o ouro depositada e podia ser novamenteconvertida em ouro.Rapidamente os banqueiros perceberam que podiam emitir mais ³papel´do que o ouro que tinham depositado, pois seria improvável que todos osdepositantes reclamassem o seu ouro em simultâneo.Para evitar tais abusos e regular a situação, o Estado passou a intervir,chamando a si exclusividade de toda a emissão de moeda, decretando aobrigatoriedade de aceitação da moeda papel, tornando o seu curso forçado,sem que fosse possível trocarem-na por ouro, ou seja, tornando-a
 
inconvertível. A moeda passou assim a circular com base na confiança oufé, que as pessoas nela depositavam, era por isso uma moeda fiduciária.Desta forma, a moeda papel transformou-se em papel moeda. Passandoagora apenas o Estado a poder emitir papel moeda, os bancos continuam aaceitar os depósitos dos seus clientes, não em ouro mas em notas de banco,dando ordens ao seu banco, através de cheques, para movimentar a su aconta. Surge assim um novo instrumento monetário, a moeda escritural.Este instrumento novo traduz-se em inscrições contabilísticas pelos bancosnas contas dos seus clientes, que previamente constituíram um depósito àordem.Mais recentemente, com o desenvolvimento da electrónica e dainformática, o uso dos cartões de crédito e de débito têm constituído o meiopreferencial de movimentação da moeda escritural, em detrimento doscheques. Muitos autores actualmente consideram mesmo este tipo, a moedaelectrónica, como moeda quando a utilizamos para efectuar pagamentosnos terminais que se encontram nos estabelecimentos de comércio.
Braga. No início do século 5, a Península Ibérica foi invadida pelos "Suevos, Vândalose Alanos" e até a chegada dos visigodos, a moeda foi feita em Braga. Almost all theVisigoth kings ordered the coinage of money in the territory later known as Portugal.Quase todos os reis visigodos ordenou a cunhagem de moeda no território mais tardeconhecida como Portugal.
Origem E Evolução Da Moeda
Esta abordagem tem como objetivo analisar a origem e a evolução damercadoria moeda, dos períodos decorrentes da antiguidade a té os períodoshodiernos, da nossa sociedade, ressaltando suas diferentes fases e funções.Na visão de Wassily Leontieff (2005), a moeda é a mercadoria que serve deequivalente geral para todas as mercadorias. Sua origem e evolução podemser explicadas e definidas em seis fases distintas, como:1-A ERA DO ESCAMBO: BOI E SAL ± é a época em que o homem viviaem pequenas comunidades e se utilizava da vegetação e da caça disponívelna região para se alimentar e para o sustento da família. Essas comunidadesforam crescendo, se multiplicando e se expandindo, e formando outrosnúcleos familiares, que procuravam delimitar suas áreas plantio dealimentos e de caça para subsistência dos núcleos. Tem-se ai o inicio doprocesso de racionalização de atividades agrícolas, enquanto uns núcleos sededicavam ao cultivo de tubérculos, outros cultivavam grãos e outros sededicavam á caça. Essa economia primitiva funcionava á base de escambo,
 
que se define pela pura e simples troca de mercadorias, e as de mais valor eram o boi e o sal.
2-A ERA DA MERCADORIA MOEDA: a evolução da sociedade impõe a necessidadede se facilitar as trocas de mercadorias. O homem passa a eleger um único produtocomo referencial de troca para as mercadorias, algo que tivesse valor e fosse aceito por todos como tal. É a passagem da troca, do escambo de um produto por outro, para astrocas indiretas,feitas através de algo com valor intrínseco. Alguns exemplos:a)da Antiguidade até 410:
y
 
no Egito a moeda era o cobre;
y
 
na Índia era os animais domésticos, arroz e metais;
y
 
na China era, conchas , seda, sal e cereais.
b)na Idade Média, de 410 a 1.453:
y
 
na Alenanha, a moeda era o gado, cereais e mel;
y
 
na Rússia era o gado e prata;
y
 
no Japão era cobre, perola e arroz.
c)na Idade Moderna, de1.453 a 1.789:
y
 
no EUA , a moeda era o fumo, cereais, madeira e gado;
y
 
na França era metais preciosos e cereais;
y
 
no Japão era o arroz.
O gado foi a mercadoria moeda mais utilizada, pois tinha uma vantagem em relação ásoutras, enquanto era guardado como uma poupança, essa moeda aumentava por meio dareprodução, rendia juros. Mas também tinha suas desvantagens, o gado não podia ser dividido em trocados.Para que uma mercadoria possa ser utilizada como moeda, ela deve ter váriasqualidades:
y
 
ter durabilidade, algo que não fosse perecível;
y
 
ter divisibilidade, algo que pudesse ser dividido;
y
 
ter homogeneidade, algo que fosse igual ás outras unidades dessa mercadoria;
y
 
ter facilidade de manejo e transporte, algo de fácil manuseio e transporte.
3-ERA DA MOERA METALICA: os metais, ouro e prata, foram as mercadorias, cujascaracterísticas se aproximavam das exigidas para um instrumento monetário da época.Antes os mais usados foram, o cobre, o bronze e o ferro. Com o passar do tempo essesmetais foram descartados por não servirem como reserva de valos, pela abundanciaassociada ás descobertas de novas jazitas. Esses metais denominados de não nobres,foram aos poucos substituídos por outros mais nobres, como o ouro e a prata, quepassaram a ser definidos como
metais monetários por excelência.

Activity (8)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Luana Roque liked this
Luana Roque liked this
Luana Roque liked this
Loise Adriana liked this
Wanessa Pinto liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->