Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
5Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
LEITURA E ANÁLISE DE TEXTOS

LEITURA E ANÁLISE DE TEXTOS

Ratings: (0)|Views: 1,686 |Likes:
Análise de Textos
Análise de Textos

More info:

Published by: Cleber Dos Santos Saldanha on Mar 02, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/18/2013

pdf

text

original

 
LEITURA E ANÁLISE DE TEXTOS  ³Não basta ser alfabetizado para realmente saber ler. Há leitores que deixam os olhospassarem pelas palavras, enquanto sua mente voa por esferas distantes. Esses lêemapenas com os olhos. Só percebem que não leram quando chegam ao fim de umapágina, um capítulo ou um livro. Então devem recomeçar tudo de novo porque de fatonão aprenderam a ler. É preciso ler, mas, também é preciso saber ler. Não adiantaorgulhar-se que leu um livro rapidamente em algumas dezenas de minutos, se aoterminar a leitura é incapaz de dizer sobre o que acabou de ler´.
Galliano (1986:70)  A LEITURA E SEU APRIMORAMENTO A leitura é tão significativa que nos motiva ao aprendizado logo nos primeiros anos denossas vidas. Sem a leitura o avanço no conhecimento científico torna-se impossível, pois nosdetemos ao discurso dos outros.Podemos afirmar que a leitura constitui um fator decisivo, porque, através dela, temos aoportunidade de ampliar e aprofundar os estudos, visto que os textos formam uma fontepraticamente inesgotável de conhecimentos.Normalmente existem duas espécies de leitura: uma praticada por cultura geral ouentretenimento desinteressado, que ocorre quando você lê uma revista ou um jornal; e outraque requer atenção especial e profunda concentração mental, realizada por necessidade desaber, como por exemplo, quando você lê um livro, um texto de estudo ou uma revistaespecializada.Para que a leitura seja eficiente, eficaz e proveitosa, orienta-se dedicada atenção noque se está lendo, caso contrário a leitura será superficial e, portanto, pouco entendida.Além de atenção, há necessidade de velocidade na leitura. Pela orientação de Galliano(1986:70), ao ler um parágrafo, o leitor deve fazer uma leitura rápida, obedecendo as pausasque, com um bom treinamento, passam ser momentos de fixação.Em um texto já existem as pausas, que se apresentam em forma de pontuação, jáefetivadas pelo autor. A pontuação tanto assinala as pausas e entonação na leitura, comotambém serve para separar palavras, expressões e orações que devem ser destacadas.Uma outra finalidade da pontuação é esclarecer o sentido da frase. A duração dapausa é também um problema importante, porque está diretamente relacionada com asustentação da atenção do leitor no texto. A leitura é tanto melhor quanto mais curta é a pausade fixação dos olhos.Com relação a velocidade na leitura proveitosa, Galliano (1986:79) ressalta que ³campode visão, quanto à leitura, é o número de palavras que os olhos são capazes de absorver numa
 
única parada. Quando encontram seu momento de fixação eles enfocam uma palavra, mas sãocapazes de captar outras tantas à esquerda e à direita da enfocada. Ora, quanto maior for onúmero de palavras captadas entre uma pausa e outra, maior será o campo de visão do leitor.E quanto mais amplo for este campo, melhor será a leitura, pois em cada parada poderáabsorver maior quantidade de texto, ou seja, abranger maior µextensão¶ do conteúdo expressopelas palavras´.Se o seu campo de visão for estreito, limitando somente a palavra que você está lendonaquele momento, torna-se prejudicial e sua leitura fica comprometida, e, portanto, lenta.Quando o comportamento ocorre desta maneira, sua percepção acaba ligando palavras semsentido, devido às interrupções das pausas e o ritmo apropriado. Quanto mais lenta é a leitura,mais facilmente a atenção se dispersa.Convém você aumentar o seu campo de visão, treinando absorver na leitura o máximode palavras à esquerda e à direita da palavra enfocada no momento da leitura.Outra orientação importante sugerida por Galliano (1986:80) para você tornar a leituramais veloz é a seguinte: ao enfocar a última palavra de uma linha, passe rapidamente para aprimeira palavra da linha seguinte, mas já se fixando nas palavras que se encontram no centrodesta mesma linha.Cada assunto requer uma velocidade própria de leitura. A velocidade visual e mentalde um livro técnico é diferente da de uma história em quadrinhos, pois a literatura de ficçãopode ser absorvida mais rapidamente do que uma obra teórica especializada, já que exigemenos reflexão por parte do leitor.Após um bom treinamento em sua leitura, mostrando sensíveis melhoras, que unemmelhor rendimento com maior velocidade de leitura, não se pode esquecer que, para o domíniode um texto, exige-se: avaliação, discussão e aplicação. É preciso questionar a validade dotexto, discutir com outras pessoas, porque, às vezes, a opinião de outras pessoas permite adescoberta de pontos importantes que passaram despercebidos durante a leitura, ou entãoacrescenta informações em alguns aspectos, bastante relevantes. Discutir é também umaforma de melhor analisar e avaliar o que se lê. Para concluir o significado da leitura, devemosfazer aplicação, quando possível, do conteúdo lido. Tal procedimento corresponde aocoroamento final da aprendizagem de um texto absorvido.A eficiência de uma boa leitura está, geralmente, relacionada com o ambiente. Épreciso, portanto, que o leitor proporcione condições ambientes favoráveis para efetuar sualeitura, de modo que se sinta fisicamente confortável para dedicar toda a sua atenção ao quelê.Para um bom rendimento na leitura, devem ser evitados: má iluminação, agitação,posição de má acomodação do corpo e barulho. Estes fatores perturbam a concentração econduzem à dispersão das idéias. Quando as condições ambientais não são propícias para aleitura, torna-se difícil captar o sentido do que se lê.Caso seja impossível dispor de condições ambientais favoráveis, deve-se estabelecer um determinado controle, concentrando bem mais na leitura, esquecendo os fatores externos.
 
O que também colabora com uma boa leitura é o silêncio interior. Cada leitor podedesenvolver seu processo pessoal. A preparação mental por alguns minutos, buscando aconcentração, é uma ótima técnica para se obter o silêncio interior, e tem mostrado ser umfator positivo em numerosos estudantes.Um outro fator preponderante na leitura de um texto é o domínio do vocabulário. Se oleitor tem o hábito de ler freqüentemente e sua leitura é ampla e abrange vários assuntosdistintos, então deve realmente dominar um vocabulário significativo. Existem vocábulos de usocomum, popular e geral, e vocábulos especializados, de uso restrito a determinadas áreas.Quando o vocabulário do leitor for reduzido, constitui-se um obstáculo à leitura proveitosa.Quando se desconhece o significado de certas palavras, a melhor maneira é consultar um dicionário, a fim de que seu sentido seja imediatamente esclarecido. Outra possibilidadeconsiste em prorrogar este esclarecimento, dando-lhe a possibilidade de ocorrer noprosseguimento da leitura, isto é, tentar descobrir o sentido do vocábulo desconhecido, atravésdo contexto em que está inserido. Uma palavra mal compreendida ou mal interpretada podedefinir ou mudar todo o sentido do texto. Quando esta palavra acontece de ser a palavra-chave, então a situação será ainda mais desastrosa. ESTUDO DO TEXTO Para estudar um determinado texto, devemos fazê-lo como um todo até adquirir umavisão global, para que possamos dominar e entender a mensagem que o autor pretendiarelatar quando escreveu. Os textos de estudos requerem reflexão por aqueles que os estudame, portanto, a leitura dos mesmos exige um método de abordagem. Devemos compreender,analisar, interpretar e, para isso, temos que criar condições capazes de permitir acompreensão, a análise, a síntese e a interpretação de seu conteúdo.Analisar ± decompor um texto completo em suas partes para melhor estudá-las.Sintetizar ± reconstituir o texto decomposto pela análise.Interpretar ± tomar uma posição própria a respeito das idéias enunciadas no texto, istoé, dialogar com o autor. 
Antes de analisar um texto, convém sublinhar, esquematizar e resumir 
. Como sublinhar: Sublinhar é passar um traço abaixo de uma palavra ou frase. Hoje, com o emprego docomputador, podemos sublinhar de uma outra forma, ora digitando em
negrito
, ora em
itálico
.Galliano (1986:86) sugere as seguintes etapas para o leitor sublinhar corretamente:I ± Ler atentamente o texto e questioná-lo, procurando encontrar as respostas para osquestionamentos iniciais.

Activity (5)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Emília Oliveira liked this
prisscillalves liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->