Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
16Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
O desenvolvimento das funções psicológicas superiores: O ponto de vista de Vigotsky - PEPA

O desenvolvimento das funções psicológicas superiores: O ponto de vista de Vigotsky - PEPA

Ratings: (0)|Views: 5,835|Likes:
A obra de Vigotsky, realizada na União Soviética entre a metade da década de 20 e a metade da década de 30, apesar de a termos conhecido inicialmente por meio dos aspectos parciais no âmbito psicoevolutivo ou da psicologia da linguagem, representa, no fundo, um projeto global ambicioso de estruturação de uma psicologia capaz de empreender o estudo da consciência 'humana de maneira objetiva e científica.
A obra de Vigotsky, realizada na União Soviética entre a metade da década de 20 e a metade da década de 30, apesar de a termos conhecido inicialmente por meio dos aspectos parciais no âmbito psicoevolutivo ou da psicologia da linguagem, representa, no fundo, um projeto global ambicioso de estruturação de uma psicologia capaz de empreender o estudo da consciência 'humana de maneira objetiva e científica.

More info:

Published by: José Hiroshi Taniguti on Mar 06, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

06/10/2013

pdf

text

original

 
O desenvolvimento das funções psicológicas superiores:O ponto de vista de Vigotsky.
In: SALVADOR, César Coll (org.) Psicologia da educação. Cap 9. Porto Alegre: Artes Médicas,1995, p. 105-110
A obra de Vigotsky, realizada na União Soviética entre a metade da década de 20 ea metade da década de 30, apesar de a termos conhecido inicialmente por meio dosaspectos parciais no âmbito psicoevolutivo ou da psicologia da linguagem, representa, nofundo, um projeto global ambicioso de estruturação de uma psicologia capaz de empreender o estudo da consciência 'humana de maneira objetiva e científica.
Atividade 10
Como no caso da teoria genética, é muito provável que você conheçaas proposições gerais de Vigotsky ou alguns dos seus aspectos. Tentelembrar-se de tais proposições e tome nota das suas idéias,especialmente das que aludem aos fatores que o autor valoriza comoresponsáveis pelo desenvolvimento e também ao papel que atribui àeducação nesse processo.Este projeto nasce com o propósito de superar o que Vigotsky entendia como umasituão de crise da psicologia da sua época: o rompimento entre, por um lado, umapsicologia natural e causal, centrada no estudo de processos psicológicos elementares -comuns essencialmente ao homem e a outras espécies animais - e baseada na utilizaçãode uma metodologia experimental homologável a outras disciplinas científicas; por outrolado, uma psicologia fenomenológica e hermenêutica, centrada no estudo dos processospsicológicos mais picos e caracteristicamente humanos, porém ao custo da renúncia àexplicão causal dos femenos e ao uso de uma metodologia científica. Por isso, oproblema apresentado por Vigotsky é a construção de uma aproximação conceituai emetodológica capaz de abordar, por meio de uma metodologia estritamente científica, oestudo das funções psicológicas específicas ao homem, isto é, o estudo da consciência.O ponto de partida da problemática vigotskiana é, em certo sentido, contrário ao que adotaPiaget: segundo Piaget, a questão é a relação e a continuidade entre as propriedades davida orgânica e as propriedades da cognição humana; segundo Vigotsky, a questão, aocontrário, é a explicação daquilo que é especifico dos humanos, isto
é,
do que não éredutível a processos de caráter inferior ou mais elementar.O ponto de partida da problemática vigotskiana é, em certosentido, contrário ao que adota Piaget: segundo Piaget, aquestão é a relação e a continuidade entre as propriedades davida orgânica e as propriedades da cognição humana; segundoVigotsky, a questão, ao contrário, é a explicação daquilo que éespecifico dos humanos, isto
é,
do que não é redutível aprocessos de caráter inferior ou mais elementar.
 
De acordo com Wertsch (1988), é possível estruturar o núcleo de propostas que Vigotsky sugerecomo uma base para o estudo objetivo da consciência em tomo de três idéias fundamentais:
a) a adoção de um método genético ou evolutivo como um eixo básico para o estudo das questõespsicológicas;b) a tese de que os processos psicológicos superiores têm uma origem social; e.c) a afirmação do caráter mediado pêlos instrumentos desses processos.Quanto à primeira ideia, Vigotsky afirma que os processos psicológicos superiores somentepodem ser compreendidos e explicados se estudarmos a sua gênese e o seu desenvolvimento. Isso ocorrena medida em que compreende a mudança como algo consubstanciai com os processos e sistemaspsicológicos e que pretende ir mais além da sua descrição para compreender as relações causais dinâmicasque a originam. De acordo com Vigotsky, o estudo da gênese e do desenvolvimento dos fenômenospsicológicos não pode ficar limitado exclusivamente ao âmbito ontogênico; ao contrário, deve ser estendidotambém a outros domínios genéticos, como, por exemplo, (à evolução da espécie a filogênese), à evoluçãosociocultural e ao âmbito da microgênese.Em relação à segunda idéia, Vigotsky postula o caráter primogênito da dimensão social e culturalda consciência e o caráter derivado e secundário da sua dimensão individual. Dito de outra maneira, Vigotskyindica que todos os processos psicológicos superiores aparecem inicialmente no âmbito das relações sociaise sob forma de processos interpsicológicos ou intermentais (regulados e controlados mediante a interaçãosocial com outras pessoas) e que, até um momento posterior em que se transformam em processosindividuais, não podem ser efetuados no plano intrapsicológico ou intramental (regulados e controlados apartir do interior do indivíduo).A justificativa da tese da origem social dos processos psicológicos superiores origina-se,segundo Vigotsky, na terceira das idéias que destacamos, isto é, no caráter mediado pêlos instrumentosdesses processos (ver o texto da margem). Partindo dessa afirmação, podemos dizer que a relação do ser humano com o meio sempre é uma relação ativa e transformadora.Tal relão é possível graças ao uso de instrumentos intermediários, pêlos quais, nas palavrasdeste autor, a atividade humana define-se essencialmente como uma
atividade instrumental.
A partir do ponto de vista de Vigotsky,ou só de sistemas de signos que servem demediadores
é
precisamente o que origina a emergência dos processos psicológicos superio
restipicamente humanos.
É preciso recordar que...... a
obra de Vigotsky, em função de suamorte prematura e das circunstancihistóricas às quais a sua obra estevesubmetida posteriormente no seu país,
é,
essencialmente, uma obra inacabado,mas
é
uma teoria completa e bem*elaborada. As suas idéias e hipótesescontinuam sendo desenvolvidasatualmente; portanto, basearemo-nos naproposta de Wertsch, um dos autorescontemponeo que mais temcontribuído a divulgação e àexplanação das teses vigotskianas entreos psicólogos ocidentais para poder organizar a nossa exposição nesseponto.Os
instrumentos.,.
 
...
que caracterizam a atividade humana podem ser do tipofísico (as ferramenta» quê possibilitam que modifiquemos oambiente) ou do tipo psicológico (os signos ou os sistemas designos, a linguagem, concretamente, além de outros, como, por exemplo, os sistemas numéricos, os sistemas de representaçãográfica e. em geral, todo tipo de sistema convencional).
Por quê? Porque os signospossuem a capacidade específica de"inverter a ação" (Vigotsky, 1979, p. 70),ou seja, de modificar a mente, voltando aapresentar os estímulos, ordenando ecolocando de novo a informação; semprefazendo, por fim, com que o sujeito possaregular a sua conduta de maneira ativa econsciente em função do significado quea mesmo confere
aos
signos, e nãosimplesmente como uma resposta passivae direta aos estímulos físicos exteriores.Assim, os signos funcionam comoestímulos
artificiais
por meio dos quais oser humano controla e regula a suaconduta; a possibilidade dessesestímulos servirem consiste, dessa forma,na característica diferencial maisimportante dos processos psicológicossuperiores típicos da espécie humana:a passagem do controle do ambiente espécie humana: a passagem do controle do ambiente aocontrole do indivíduo (isto é, o surgimento da regulação voluntária) e, portanto, a possibilidade de realizar essesprocessos de uma maneira consciente.
"O fato de contar com os dedos foi, no seu momento, um triunfo cultural importante dahumanidade. Tal  descoberta fazia o papel de ponte entre a percepção quantitativa imediata e o cálculo. Assim, os papuas da Nova Guiné começaram a contar com o dedo pequeno damão esquerda e, depois, continuavam com os outros dedos da mesma mão, uniram a mãoesquerda, o antebraço, o cotovelo, o braço, o braço direito e assim, sucessivamente, atéterminar no dedo pequeno da mão direita. Se assim não era suficiente, usavam os dedos de outra pessoa ou os dedos de seus pés, conchinhas ou outros objetos pequenos duráveis. Nosprimeiros sistemas de contas podemos observar, de uma maneira desenvolvida e ativa, omesmo sistema que se pode apreciar em forma rudimentar durante o desenvolvimento doraciocínio aritmético da criança. De maneira semelhante, o fato de fazer um nó para não seesquecer de alguma coisa apresenta-se relacionado com a psicologia da vida cotidiana. Uma pessoa deverá lembrar-se de algo, de cumprir algum pedido,de fazer isso ou aquilo, de pegar  algum objeto, etc.; como não confia na sua memória, tem medo de descuidar-se involuntariamente daquilo que deve realizar, por isso, faz um nó no seu lenço ou utiliza um mecanismo semelhante, como, por exemplo, introduzir  um pedaço de papel sob a aba que cobre o bolso,mais tarde, o nó o recordará do que fazer. O mecanismo descrito costuma cumprir satisfat oriamente a sua função.Essa é, pois, uma outra operação que se revelaria totalmente impossível de ser imaginada ou serem realizados pêlos animais. Na introdução de recursos auxiliares e artificiais para amemorização e na criação e utilização ativa de um estímulo como uma ferramenta para a memória, observamos uma nova característica de conduta especificamente humana." 
Vigotsky (1979, p. 190-191)
Esses estímulos artificiais - os sistemas de signos - têm uma origem social elaborada nodecorrer da evolução histórica e cultural da espécie humana; são essencialmente de naturezacultural e têm um caráter basicamente convencional e arbitrário. Por isso, é possível que nos

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->