Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
141Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Microsoft Word - Resenha Pronta

Microsoft Word - Resenha Pronta

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 18,634 |Likes:
Published by Lívia Villas Boas

More info:

Published by: Lívia Villas Boas on Mar 09, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/18/2013

pdf

text

original

 
Resenha Crítica
Kenski,
Vani Moreira; Tecnologias e Ensino Presencial e a Distância; Campinas: SãoPaulo, Papirus; 8ª. Edição, 2010 – Série Práticas Pedagógicas.Os desafios e possibilidades do uso das tecnologias de comunicação e informaçãoatualmente afetam todas as áreas da sociedade, entretanto Kenski se debruça nasalterações provocadas por este uso na área da educação para escrever sua obra,analisando as alterações na atuação docente e destacando as novas formas de ensinar eaprender que esta nova conjuntura demanda.Para montar esta obra de 151 páginas a autora reuniu textos resultantes de palestrasproferidas nos principais congressos educacionais realizados no Brasil, nos últimosanos. Estes textos foram organizados em nove capítulos seguindo uma lógica emantendo o seu foco narrativo que é descrever as influências das tecnologias no ensinopresencial e a distância.Kenski inicia sua obra fazendo uma análise do termo Tecnologia e como a sociedadevem se adaptando às transformações proporcionadas pelas tecnologias ao longo dostempos. Dando continuidade a sua reflexão sobre as alterações no espaço e tempotrazido pelas tecnologias a autora caminha para a tais influências nas formas de ensinare aprender.No capítulo seguinte Kenski trata das escolas presenciais e virtuais destacando ascaracterísticas e as linguagens científicas e comunicacionais de cada modalidade. Nestemomento do texto a autora traz as múltiplas linguagens de ensinar como as linguagensmidiatizadas e as linguagens audiovisuais descrevando-as como relevantes para acomunicação entre as pessoas que fazem parte do contexto da escola à distância etambém na escola presencial, ressaltando que na modalidade presencial o corpo é tidocomo um recurso que se comunica e produz aprendizado.Para melhor compreender a atual conjuntura das formas de ensinar e aprender, Kenskitraz um capítulo comentando sobre as mudanças que se fazem necessárias nasinstituições de ensino e no trabalho docente. Dentre tais mudanças ela aponta: amelhoria na infraestrutura tecnológica, mudança na forma de pensar a educação quedeveria passar pela formação adequada dos professores para atuarem nesta nova lógicapedagógica que exige do profissional da educação habilidades docentes específicas parao trabalho com as novas tecnologias e por fim a mudança no que diz respeito a gestãodestas instituições não ficando apenas restrito aos aspectos administrativos e sim umagestão que contemple essa nova lógica educacional.A atuação do docente é o tema de um dos capítulos desta obra onde a autora retoma afala sobre as influências das tecnologias na educação ressaltando que esta perspectiva deeducação tecnológica exige a superação de alguns desafios tais como: reestruturação dasteorias educacionais, da percepção e da ação educativa a fim de perceber que apossibilidade do desenvolvimento de redes de aprendizagem criou a internacionalizaçãoda educação. Para que o professor esteja articulado com este momento da educação énecessário que ele perceba a sua atualização permanente como condição fundamentalpara sua prática docente.
 
Nesta obra Kenski dedica três capítulos para tratar da nova lógica do ensino e daaprendizagem na sociedade da informação. Analisando as novas conjunturas nasociedade e como a velocidade com que as informações são compartilhadas, múltiplasformas de comunicação entre as pessoas trazem uma mudança para os paradigmas daeducação tradicional onde a concepção da educação como compulsória e massiva nãosatisfazem mais. A nova lógica da educação traz o professor para o meio do grupo dealunos onde ele passa a ser mais um na equipe de trabalho que irá lançar os desafios eservirá como o mediador da aprendizagem com diversas possibilidades de interaçãoconectadas em rede através de comunidades que tenham um objetivo em comum tendocomo característica a cooperação e colaboração para o desenvolvimento pleno daaprendizagem. Kenski reflete sobre a aprendizagem tradicional e a aprendizagemcolaborativa e monta um quadro sinótico com as características de cada um.Para finalizar sua obra a autora traz nas considerações finais uma análise sobre o papeldo professor e o papel do aluno nesta nova conjuntura da educação. Para Kenskiprofessor, aluno e tutor não podem ser definidos como papéis isolados e estratificadoshierarquicamente, pois a possibilidade de permanente diálogo e de colaboração de todoscom todos através das tecnologias de informação e comunicação traz uma nova formade tratar tais atores do sistema educacional para a autora o maior desafio desta novalógica educacional seria fazer com que estes atores educacionais repensassem etransformassem as suas práticas no ambiente educacional.Neste livro a autora traz com uma linguagem de fácil compreensão e usando exemplosdo cotidiano através de suas vivências uma análise das transformações trazidas pelosavanços das tecnologias nas formas de ensinar e de aprender. Concordo com algunsdesafios apontados pela autora como fatores fundamentais para fazer uma educação dequalidade para todos que corresponda às necessidades da sociedade na atualidade dentretais pontos destacaria a formação docente.A formação docente sem dúvida pode não ser o único desafio, mas é sobremaneira omais relevante quando pensamos na inclusão das tecnologias na educação. Não se trataapenas ensinar o professor a usar os recursos e aparatos tecnológicos disponibilizadospelas instituições de ensino, é necessário que o professor repense o seu papel de docentee comece a perceber que a função de professor detentor do saber não cabe mais na novalógica da educação. Talvez cursos de preparação com leituras e novas práticaspossibilitem esta mudança, mas ainda penso que estamos engatinhando para um dia,quem sabe, possamos ter uma nova educação que considere o aluno como produtor deconhecimento lembra-me da fala do professor André Lemos quando comenta queestamos vivendo na sociedade da escrita e que nunca produzimos tantos escritos quantohoje, desta forma, cabe a nós, professores nos apropriarmos das tecnologias eauxiliarmos nossos alunos para que eles possam transformar tantas informações emconhecimento.A leitura desta obra é indicada para estudantes, professores e pesquisadores da área daeducação que tem interesse em conhecer e aprofundar os estudos sobre as influênciasdos avanços tecnológicos na práxis docente e queira compreender de que forma aEducação está adaptando-se a este novo cenário tecnológico.Vani Moreira Kenski nasceu no Rio de Janeiro. È graduada em Pedagogia e Geografia

Activity (141)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Fabiano Lima liked this
Maysa Parente liked this
Emilio Souza liked this
nelma_felippe liked this
nelma_felippe liked this
Valkiria Viegas liked this
Flavia Amorim added this note
muito boa...bem resenhada forma bem criativa esta de parabens...!

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->