Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
76Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Matemática - Noções Elementares de Lógica

Matemática - Noções Elementares de Lógica

Ratings:

4.65

(17)
|Views: 8,827 |Likes:

More info:

Published by: Geometria Ensino Médio on Aug 25, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/08/2013

pdf

text

original

 
 
1
 
Matemática
Noções elementares de lógica 
Material suplementar aolivro Matemática –Construção e Signifcado.
 
2
Teste seus conhecimentos prévios!
a)
Dê um exemplo de argumento extraído de um texto de matemática.
b)
Em uma cidade havia um barbeiro que azia a barba de todos e somente daqueles quenão se barbeavam a sim próprios. Pergunta: Quem azia a barba do barbeiro?
Desde Aristóteles e principalmente durante o século XX, a lógica experimentou umdesenvolvimento monumental em direção a assuntos altamente especializados, quehoje é considerada praticamente um ramo da matemática. Foi principalmente porcausa dos estudos em lógica que hoje podemos nos sentar diante de um computadorpessoal e nos conectar com o restante do planeta para trocar informações, desenvolverpesquisas ou simplesmente nos divertir.
Refita
Será que todos os argumen-tos ao lado são válidos?
 1Argumentos válidos
1.1 Deinição de argumento
Em nossa vida freqüentemente nos encontramos em situações que envolvem o conceito deargumentação.
• Ao explicar o motivo de ter tirado determinada nota em uma prova• Ao justificar porque tivemos que ficar até mais tarde no colégio• Ao fazer um pedido para ir a uma festa no fim de semana.
Nosso primeiro problema será investigar a seguinte questão:O que é um argumento?Para isso, façamos uma lista daquilo que intuitivamente poderia ser considerado como umargumento. Eis algumas possibilidades:a) Todo homem é mortal.Sócrates é homem.Logo, Sócrates é mortal. b) Se João é professor, então ele dá aulas.João é professor.Logo, ele dá aulas.c) Todos os corvos observados até o momento são negros.Logo, todos os corvos são negros
1.2 Características dos argumentos
1.
Argumento é um tipo de discurso que envolve um conjunto de sentenças.
2.
Argumentos não envolvem sentenças do tipo imperativo como “Feche a porta” ou interro-gativo como “Qual é o seu nome?”.
3.
Em um argumento sempre há uma sentença declarativa (as que aparecem nos exemplosacima após a palavra “logo”) que constitui a conclusão do mesmo, e que é apoiado pelasoutras sentenças declarativas que são as premissas da argumentação.
4.
Argumentos só possuem sentenças declarativas.
Objetivos
• Caracterizar a noção de
argumento válido.
• Verificar se um argu
-mento sentencial é válido.
• Simbolizar argumentos
sentenciais.
• Manipular tabelas de
verdade.
• Identificar conjuntos in
-consistentes de sentenças.
• Verificar se uma senten
-ça é tautologia, contradi-ção ou contingência.
Noções elementares de lógica
 
 
3
Uma
sentença declarativa
é uma sentença que apresenta um pensamento completo e quepode ser classificada como verdadeira ou falsa.Diante das considerações acima podemos agora apresentar uma formulação precisa doque vem a ser um argumento.Um
argumento
é um tipo de discurso que consiste de um conjunto de sentenças declarativassendo que uma delas, denominada de
conclusão
 , é afirmada como sendo conseqüênciadas outras sentenças declarativas que são ditas as
premissas.
Observação
Alguns autores preferemchamar as sentenças declara-tivas de
proposições.
Nesse texto, preferimoschamar sentença declarativapor somente
sentença.
Exercícios resolvidos
R1.
Classique os discursos abaixo em argumentativos ou não.
a) João é engenheiro ou flósooJoão não é engenheiro.Logo, João é flósoo.
 
b) Para fazer prova é preciso silêncio
Logo, a partir de agora todos fquem quietos!
Solução 
a) É argumento.
b) Não é argumento (a segunda sentença é imperativa).
1.
Identifque premissas e conclusão dos seguintes argumentose escreva a sua orma lógica
a)
Todos os cientistas são boas pessoas, visto que todas asboas pessoas são educadas e que todos os cientistas sãoeducados.
b)
Sabendo-se que 2 + 2 = 4, segue-se que 2 + 2 = 1 + 3,pois 1 + 3 = 4.
Exercícios propostos
Refita
Tente elaborar uma defini-ção de argumento válido.
2.
Classifque os discursos em argumentativos ou não:
a)
Se x
2
 
= 1, então x = 1 ou x = -1.O número x é negativo.Logo, x = -1
b)
Se x + 3 = 5, então x = 1.Logo, vá estudar que você está precisando.
1.3 Validade
Muitas vezes precisamos avaliar um argumento de forma mais aprofundada, mas nosdeparamos com a seguinte pergunta:O que significa dizer que um argumento é válido?Somos tentados, em primeiro momento, a dizer que um argumento é válido se a conclusãoé conseqüência lógica das premissas. No entanto, essa definição é inadequada, pois apenassubstitui o conceito de validade pelo de conseqüência lógica.Considere agora um argumento parecido com o primeiro exemplo da lista da seção an-terior.Todo homem é mentiroso.Sócrates é homem.Logo, Sócrates é mentiroso.Nosso primeiro impulso é considerar o argumento acima como inválido pois contém umapremissa que é simplesmente falsa (não é verdade que todo homem seja mentiroso). Noentanto, o que aconteceria se admitíssemos que as premissas são ambas verdadeiras, isto é,que todos os homens são mentirosos e que Sócrates é homem? Nesse caso, somos forçadosa admitir que Sócrates é mentiroso.

Activity (76)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
bsdmkx liked this
nildonc liked this
Eduardo Ribeiro liked this
Igor Roosevelt liked this
Vinícius Amaro liked this
Nicolas Almeida liked this
Flávia Lobo liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->