Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Codato, Adriano. A análise prática da política prática: uma introdução ao estudo dos "textos jornalísticos" de Marx. In: 7o. Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 2010, Recife - PE.

Codato, Adriano. A análise prática da política prática: uma introdução ao estudo dos "textos jornalísticos" de Marx. In: 7o. Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 2010, Recife - PE.

Ratings: (0)|Views: 57|Likes:
Published by Adriano Codato
Resumo: Durante as décadas de 1840-50, Marx publicou uma série de escritos analisando a política institucional. Este paper destaca, da vasta produção do autor editada no New York Daily Tribune, as crônicas sobre a política inglesa entre 1852-1854. O objetivo geral do estudo é examinar o modo pelo qual o escritor pensou a atividade política quotidiana. Enfatizo nessa exegese dois assuntos usuais da tradição marxista: i) o problema da autonomia da política ; e ii) o papel ativo (ou não) dos agentes sociais. Essa discussão serve de pano de fundo para o problema central tratado na investigação: como Marx lidou com a questão dos profissionais da política? Utilizamos como fonte desses comentários de texto duas compilações da edição crítica das Obras Políticas estabelecida por M. Rubel para as Éditions Gallimard: Chroniques Anglaises (1852-1854) e Lord Palmerston (1853).
Resumo: Durante as décadas de 1840-50, Marx publicou uma série de escritos analisando a política institucional. Este paper destaca, da vasta produção do autor editada no New York Daily Tribune, as crônicas sobre a política inglesa entre 1852-1854. O objetivo geral do estudo é examinar o modo pelo qual o escritor pensou a atividade política quotidiana. Enfatizo nessa exegese dois assuntos usuais da tradição marxista: i) o problema da autonomia da política ; e ii) o papel ativo (ou não) dos agentes sociais. Essa discussão serve de pano de fundo para o problema central tratado na investigação: como Marx lidou com a questão dos profissionais da política? Utilizamos como fonte desses comentários de texto duas compilações da edição crítica das Obras Políticas estabelecida por M. Rubel para as Éditions Gallimard: Chroniques Anglaises (1852-1854) e Lord Palmerston (1853).

More info:

Categories:Types, Reviews
Published by: Adriano Codato on Mar 11, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/15/2013

pdf

text

original

 
7º Encontro da ABCP
 4 a 7/08/2010, Recife, PEÁrea Temática: Teoria Política
II versão
A análise prática da política prática: uma introdução ao estudodos "textos jornalísticos" de Marx
Adriano Codato (UFPR/NUSP)
[versão preliminar; não citar]2010
 
Adriano Codato
 
A análise prática da política prática: uma introdução ao estudo dos "textosjornalísticos" de Marx
 
2
Paper ABCP 2010
Resumo
Durante as décadas de 1840-50, Marx publicou uma série de escritosanalisando a política institucional. Este paper destaca, da vasta produção doautor editada no
New York Daily Tribune 
, as crônicas sobre a políticaparlamentar inglesa entre 1852-1854. O objetivo geral do estudo é examinar omodo pelo qual o escritor pensou a atividade política quotidiana. Enfatizo nessaexegese dois assuntos usuais da tradição marxista: i) o problema da
―autonomia da política‖; e ii) o papel ativo (ou não) dos agentes sociais.
Essadiscussão serve de pano de fundo para o problema central tratado nainvestigação: como Marx lidou com a questão dos profissionais da política?Utilizamos como fonte desses comentários de texto duas compilações daedição crítica das Obras Políticas estabelecida por M. Rubel para as ÉditionsGallimard:
Chroniques Anglaises 
(1852-1854) e
Lord Palmerston 
(1853).
 
Adriano Codato
 
A análise prática da política prática: uma introdução ao estudo dos "textosjornalísticos" de Marx
 
3
Paper ABCP 2010
INTRODUÇÃO
O ―empreendimento político‖, para falar como Max Weber, é
, emprimeiro lugar, um efeito das leis internas do campo político e respondeexclusivamente às suas exigências. O que esse princípio significa exatamentee em que termos o marxismo de Marx pensou esse problema? Este paperdiscute essas questões tomando por base a produção do autor editada no
New York Daily Tribune (NYDT)
, em especial as crônicas sobre a política inglesaentre 1852-1854.O trabalho está organizado em três partes. Na primeira, apresento edesenvolvo os argumentos tradicionais acerca da autonomia da política a partirda tradição sociológica que tematiza os políticos como agentes autônomos(Weber) e o campo político como um universo autônomo (Bourdieu). Nasegunda, procuro mostrar como a visão que Marx tem do problema é maisdiferente do que se está acostumado a imaginar. Na terceira parte comentoduas passagens significativas para o assunto. O propósito específico aqui émostrar como o marxismo de Marx lida com a questão da autonomia dapolítica/dos políticos ao lidar com o comportamento dos políticos de carne eosso. Uma análise completa dessa literatura e da ocorrência desse problemano pensamento marxiano teria de incluir todos os 350 artigos de Marx, as 125matérias escritas por Engels e assinadas por Marx, além das 12 colunas emcoautoria publicadas entre 1852 e 1861 no
NYDT 
(cf. McLellan, 1990). Há umasérie muito variada de edições desse material, reunido por temas afins. Ver,

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->