Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
5Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Desenvolvimento dos botões embrionários dos membros

Desenvolvimento dos botões embrionários dos membros

Ratings: (0)|Views: 301|Likes:
Published by Raquel Silva

More info:

Published by: Raquel Silva on Mar 22, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/28/2013

pdf

text

original

 
Desenvolvimento dos botões embrionários dosmembros
A formação dos membros superiores e inferiores ocorre sensivelmenteaos 28 dias como
botões embrionários
 
primeiro conjunto de células, com oaspecto de uma pequena massa arredondada no interior do blastócito, de queresultará a área embrionária)Nos bordos laterais de cada botão desenvolve-se ,um espessamentoespecializado da ectoderme que estimula o seu crescimento, a
c
rista api
c
ale
c
todérmi
c
a
Formação da fa
c
e e do palato
A
fa
c
e
desenvolve-se por fusão de 5 estruturas embrionárias:
y
 
U
ma apófise frontonasa
l (dá origem à fronte, nariz e porçãomediana do maxilar e lábio superior)
y
 
Duas apósfises maxilares
(dá origem às porções laterais domaxilar e lábio superior)
y
 
Duas apófises mandibulares
( dá origem ao maxilar e lábioinferior)O
palato primário
(representado a amarelo)desenvolve-se através da fusão dos bordos mediaispara formar a porção mediana do maxilar e do lábiosuperior. Esta porção da apófise frontal insinua-seentre as duas apófises maxilares, em processo deexpansão para a linha média da face, e fundem-secom elas para formar a maxila e lábio superior.O
palato se
c
undário
(representado a laranja) (ou abóbada palatina)tem origem sob forma de estruturas verticais que assumem uma posiçãohorizontal e se fundem por volta do 56º dia do desenvolvimento.A fusão completa do palato só termina, sensivelmente ao 90º dia.A não fusão do palato secundário origina uma fenda na linha média daabóbada palatina ± fenda palatina.
 
Desenvolvimento dos sistemas e aparelhosorgâni
c
os
Os principais sistemas e aparelhos surgem e desenvolvem-se durante operíodo embrionário:1) Pele2) Esqueleto3) Os músculos4) Sistema Nervoso5) Sentidos especiais6) Sistema endócrino7) Aparelho circulatório8) Aparelho respiratório9) Aparelho urinário10) Aparelho reprodutor 
Cres
c
imento fetal
O embrião transforma-se em feto cerca de 77 dias após a fecundação. Aprincipal diferença entre o embrião e o feto é que no embrião a maioria dossistemas orgânicos estão ainda em formação enquanto que no feto, os órgãosencontram-se já presentes.O feto está revestido por uma penugem fina e macia, o lanugo, e cobertopor uma substância sebácea composta por células epiteliais (vernix caseosa,que o protege de toxicidade ligeira do liquido amniótico, derivada daacumulação de resíduos fetais.O pico do crescimento fetal ocorre na fase tardia da gestação e ocrescimento da placenta cessa por volta do 35º semana, limitando aindamaisainda mais o crescimento intra-uteriono.
Aumento do útero durante o desenvolvimentofetal
Por volta do 38º semana de gestação, o fetoestá suficientemente desenvolvido para poder sobreviver fora do corpo materno.
 
 O parto
O processo do trabalho de parto decorre em três fases:F
ase da dilatação:
 
y
Inicia-se com contracções uterinas regulares e prolonga-se até aomomento em que a dilatação do colo do útero tem aproximadamente odiâmetro da cabeça fetal.
y
Dura entre 8-24 horas, e a cabeça do feto apresenta-se numa posiçãoinferior na pélvis. Actuando a cabeça como uma cunha, forçando assima abertura do colo e da vagina.
Fase de expulsão
:
y
Referente ao tempo entre a dilatação completa e a saída da criança,podendo demorar entre um minuto a uma hora.
y
As contracções dos músculos abdominais reforçam as contracçõesuterinas, produzindo pressão suficiente para comprimir os vasossanguíneos da placenta, de modo a que o fluxo sanguíneo para o feto éinterrompido.
Fase da dequitadura (pla
c
enta
):
y
Refere-se à expulsão da placenta pelo útero.
y
As contracções uterinas provocam o deslocamento da placenta daparede uterina, ocorrendo uma pequena hemorragia devido ao contactoíntimo entre a placenta e o útero.

Activity (5)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 thousand reads
1 hundred reads
Luana Medeiros liked this
Dalila Pereira liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->