Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
16Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Jesus. Aproximação histórica - José Antonio Pagola

Jesus. Aproximação histórica - José Antonio Pagola

Ratings: (0)|Views: 4,257 |Likes:
Published by lumensana
Jesus. Aproximação histórica é um livro que suscitou e ainda está suscitando enorme polêmica na Europa, especialmente na Espanha. O autor do livro é José Antonio Pagola, teólogo, autor de diversas obras de teologia, pastoral e cristologia. Mais de 80 mil exemplares do livro foram vendidos na Espanha. Duramente questionado pela Conferência Episcopal Espanhola, o livro já foi traduzido em diversas línguas e também já publicado, no Brasil, pela Editora Vozes. Nesta coletânea de artigos e entrevistas especiais, está lembrado o debate suscitado pelo livro, bem como discutido e analisado o tema do livro. Uma resenha do livro e dois textos extraídos do livro completam esta edição.
Jesus. Aproximação histórica é um livro que suscitou e ainda está suscitando enorme polêmica na Europa, especialmente na Espanha. O autor do livro é José Antonio Pagola, teólogo, autor de diversas obras de teologia, pastoral e cristologia. Mais de 80 mil exemplares do livro foram vendidos na Espanha. Duramente questionado pela Conferência Episcopal Espanhola, o livro já foi traduzido em diversas línguas e também já publicado, no Brasil, pela Editora Vozes. Nesta coletânea de artigos e entrevistas especiais, está lembrado o debate suscitado pelo livro, bem como discutido e analisado o tema do livro. Uma resenha do livro e dois textos extraídos do livro completam esta edição.

More info:

Published by: lumensana on Mar 23, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/01/2013

pdf

text

original

 
Jesus. Aproximação históricaJosé Antonio Pagola
Fontes:Revista IHU OnLine. Nº 336, 6 de julho, 2010e artigos de Notícias do Dia, IHU Online.Compilação, Transcrição eReprodução Eletrônica:Luiz Edgar de Carvalho
Mens SanaPublicações EletrônicasPara Ler e PensarMarço, 2011
 
Apresentação
Jesus. Aproximação histórica
é um livro que suscitou uma enorme polêmica na Europa,especialmente na Espanha. O autor do livro é José Antonio Pagola, teólogo, autor dediversas obras de teologia, pastoral e cristologia. Mais de 80 mil exemplares do livroforam vendidos na Espanha. Duramente questionado pela Conferência EpiscopalEspanhola, o livro já foi traduzido em diversas línguas e também já publicado, noBrasil, pela Editora Vozes.O debate suscitado pelo livro está lembrado nos artigos reproduzidos a seguir, coligidosde
Notícias do Dia
, publicadas diariamente na página do Instituto Humanitas Unisinos– IHU Online.Completando esta edição é discutido o tema do livro em entrevistas especiais,publicadas na Revista
IHU On-Line.
No final, traz também uma resenha do livro feitapor Faustino Teixeira e dois textos extraídos do livro: a
Apresentação
e o
Epílogo.
 Foram entrevistados Andrés Torres Queiruga, teólogo, professor da Universidade deSantiago de Compostela, na Espanha, Jacques Schlosser, exegeta, professor naFaculdade de Teologia de Strasbourg (Université Marc Bloch), Carlos Palacio, teólogo,superior provincial da Companhia de Jesus no Brasil, Francisco Orofino, teólogo,professor no Seminário Paulo VI, de Nova Iguaçu, Rio de Janeiro e Faustino Teixeira,professor e pesquisador do PPG em Ciências da Religião da Universidade Federal deJuiz de Fora.
Sumário
Artigos:
— O segredo de um fascinante Galileu, de Faustino Teixeira— “A tarefa urgente da Igreja atual é voltar a Jesus”, Pagola no sítio ReligiónDigital— O basco Pagola e o norte-americano John P. Meier, de Carlos Aizpurua
Entrevistas:
— Jesus pode ser um desafio muito perigoso para a Igreja atual''. José Pagola
 
— Faustino Teixeira: O Jesus de Pagola— Andrés Torres Queiruga: “Em Jesus se realiza o melhor de nós”— Francisco Orofino: Jesus: um apaixonado por Deus e pelas pessoas— José Ignacio González Faus : A humanidade de Jesus como divindade e amor— Jacques Schlosser: Jesus: o profeta da Galileia— Carlos Palacio: Humanamente divino e divinamente humano
Resenha
— Jesus. Aproximação histórica. Por Faustino Teixeira
Extratos do Livro:
— Prólogo— Epílogo
 
Pagola e os inquisidores
IHU Online:
22/3/2011
 A
Congregação para a Doutrina da Fé
, ou seja, a atual Inquisição,abriu um processo contra o livro
Jesus. Aproximação histórica 
do teólogobasco
José Antonio Pagola
, para verificar se está de acordo com a doutrinada Igreja, embora a edição revisada da obra (a 9ª) tenha o Nihil Obstat(Nada a Opor) e o Imprimatur (Imprima-se) do ex-bispo de Donosti,
JuanMaría Uriarte
. A iniciativa de Roma se dá três anos após o livro estar naslivrarias e tem sua origem nas pressões do núcleo mais integrista da
Conferência Episcopal Espanhola
A reportagem está publicada na revista
El Ciervo
, 21-03-2011. Atradução é do
Cepat
., que publicou uma nota contra osconteúdos do livro. Mesmo que o nome do dicastério tenha mudado, osprocessos inquisitoriais continuam, porque os envolvidos sequer sabem doque são acusados, não sabem quem são seus censores e não podem prepararsua defesa.O caso é que o número dois da Congregação vaticana,
LuisFrancisco Ladaria
, era favorável a
Pagola
. O grupo acusador ignorou
Ladaria
para que o próprio presidente, o cardeal norte-americano
WilliamJoseph Levada
, se envolvesse diretamente na questão. Contudo, o livro de
Pagola
tem importantes defensores. O
cardeal Gianfranco Ravasi
, umverdadeiro peso pesado do Vaticano, que preside o
Pontifício Conselhopara a Cultura
, acaba de recomendar o livro do teólogo basco na revistaitaliana
Il Sole 24 Hore
.
Ravasi
é um renomado biblista e considera a obraum estudo muito valioso para guiar os leitores não iniciados noconhecimento da história de Jesus. O artigo de
Ravasi
não caiu nada bemno grupo da hierarquia espanhola que persegue
Pagola
, em especial o bispode Córdoba,
Demetrio Fernández
, que iniciou a cruzada contra o livro, e opróprio porta-voz da Conferência, o jesuíta
Martinez Camino
. De fato,uma iniciativa dediálogo com os não crentes (conhecida como
Átrio dosGentios
A perseguição ao livro de
Pagola
se deu em um momento da Igrejaespanhola de acosso sem precedentes ao pluralismo teológico.
Pagola
 respondeu em bloco aos seus perseguidores em uma reflexão de 50 páginasintitulada ‘A verdade nos libertará’, na qual defende seu trabalho edesmonta as acusações.), que teria
Ravasi
como protagonista em Madri, por ocasião deuma publicação religiosa, foi suspensa por instâncias eclesiais de alto nível.
Monsenhor Uriarte
adotou uma postura corajosae se envolveu pessoalmente no embate entre
Pagola
e os fundamentalistas.Por solicitação de
Uriarte
, o teólogo concordou em realizar uma releiturade seu trabalho, esclarecendo a natureza do livro e introduzindo

Activity (16)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
GeffeMen liked this
dreddblack liked this
Marisa Brisolara liked this
Jéssica Sousa liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->