Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
5Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
A vergonha na família

A vergonha na família

Ratings: (0)|Views: 1,084 |Likes:
Published by Emídio Carvalho

More info:

Published by: Emídio Carvalho on Mar 23, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/24/2011

pdf

text

original

 
www.emidiocarvalho.com-EducaçãoEmocional20101
Avergonhanafamília
Avergonhatóxicaéalimentadainicialmentenosrelacionamentosquenossãoimportantes.Senãodermosqualquervaloraalguémémuitopoucoprovávelqueaquiloqueessapessoadigaoufaçatenhaqualquervalor.Masseosadultosmaispróximos(paiseirmãosmaisvelhos)têmumcomportamentoenraizadonavergonha,irãopassaressavergonha(entoxicada)paranós.Nãoháqualquerformadeensinarauto-estimaaumacriançaseopróprioadultonãotemaexperiênciadaauto-estima.Avergonhaxicaatravessaltiplasgerações.Aspessoasquecarregamvergonhairãosentiratraãoecriarlaçosdeintimidadecomoutraspessoasquetambémcarregamvergonha.Umavezquecadaumdosparceirosnumarelaçãoamorosatransporteasuaprópriavergonha,arelaçãoteráassuasraízesnavergonha.Oresultadomaissignificativodestauniãoseráumafaltadeintimidade.Émuitodifícilmostraratotalidadequesomosaalguémquenoséimportante,quandotentamosesconderanossavergonha,quandosabemosquesomosimperfeitos.Oscasaiscujarelaçãoestáenraizadanavergonhamostramafaltadeintimidadeatravésdeumacomunicaçãoempobrecida,disputasconstantes,jogos,manipulação,controlo,amuo,culpabilizaçãoeconfluência(concordamemagradarumaooutroindependentementedeexistirrespeitomútuo).Quandoumacriançanascenoseiodeumafamíliaenraizadanavergonha,oseufuturoestájádecidido.Afunçãodospaiséserviremdemodelo.Estemodelosignificaensinarcomoserhomemoumulher,comorelacionar-seintimamentecomoutro,comoreconhecereexpressaremoções,comoestabelecerfronteirassaudáveiscomoutros,comocomunicar,comolidarevivercomosdesafiosdavida,comoserauto-disciplinado,ecomoamar-seasimesmoeaosoutros.Paiscujaorigemsejaavergonhaopodeoensinarnenhumadestascoisas.Simplesmentenãosabemcomofazê-lo.Ascriançasprecisamdaatençãoedotempodospais.Dardoseutempoépartedotrabalhodeamaralguémincondicionalmente.Significaestarpresenteparaacriança,daratençãoásnecessidadesdacriança,emvezdeprestaratençãoássuasprópriasnecessidades.Oquevemossãopaisaprestarmaisatençãoássuasnecessidadesqueásdosfilhos.Ditamqualocomportamentoqueesperamdosfilhos,porexemplo.Ouestãonomesmoaposentoqueosfilhos,masadedicarem-seaalgoquenãointeressaminimamenteaosfilhos.Umaparteimportantedotrabalhodeamar(etrabalhosignificatornarsagradoqualqueracção)ésaberouvir.Ascriançassabemmuitobemquaisassuasnecessidadeseirãotransmiti-lasaospaisdemaneiraclara.Ospaisprecisamdesaberouvir.Istoexigeumgraudematuridadeemocionalacimadamédia.Paraouvirbeméimperativoqueasnecessidadesdospaisestejamtodaspreenchidas.Asnecessidadesdeumadultosãocomoumadordedentes.Quandotemosasnossasraízesfeitasdevergonhaapenasconseguimosfocaraatençãonanossaprópriador.Paiscomnecessidadesbaseadasnavergonhajamaisserãocapazesderesponderdemaneiraapropriadaásnecessidadesdosseusfilhos.Acriançaéenvergonhadasemprequetemumanecessidade(sejadeamor,atenção,afecto,etc.)porqueestairácolidircomasnecessidadesdospais.Acriançacresce.Etorna-senumadulto.Maspordetrásdamáscaradeadultohá
 
www.emidiocarvalho.com-EducaçãoEmocional20102
umacriançanegligenciadacomnecessidadeshumanassicasdereconhecimento,amorincondicional,carinho.Ascriançascomestasnecessidadestornam-seinsaciáveis.Possuemumburaconasuaalmacriadopormágoasesquecidaseumadependêncianaaprovaçãodosadultosenquantocrescia.Istotorna-anumadultoinfantil.Nuncaconsegueterosuficientecomoadulto.Faltasemprequalquercoisaquenemopróprioadultosabebemoqueé.Umadultoemocionalmentesaudávelsente-sesatisfeitocomavidaecomoquetem,esabequetemquetrabalharmaisparatermais.Umadultoinfantilnuncatemosuficienteporquesãoasnecessidadesdacriançaquenãoestãoaserpreenchidas.Quandodoisadultosdecideminiciarumafamília,avergonhaseráoalimentotóxicoqueirágerminarnovasvidas.Ascriançasirãocrescernosolodavergonhaemvezdenosbrosnutritivosdoamor.Asfamíliascujaorigemébaseadanavergonhaoperamdeacordocomasleissociaisimpostasapartirdoexterior.Seosistemasocialfordisfuncional,rígidoefechado,afamíliairáfazeramesmacoisa.Todososindivíduosdafamíliacrescemenvolvidosnumtransequeditaaquiloquenãodevenuncaserditooufeito.Avergonhadafamília.Emvezdeprestarematençãoásnecessidadesdascriançasquecrescem,estasfamíliasprestamatençãoásregrasdasociedadeeoqueoutrospoderãoounãodizerdeles.Maistardeascriançasirãofrequentarumaescola,eseráavezdaescolaadicionarmaisvergonhatóxicaàalma.Ditandooqueestácertoeerrado,ejulgandooindivíduoemvezdaacção,oumisturandoasduasporformaatornar-seimpossívelparaacriançasepararquemédaquiloquefazoudiz.Acriançatemumaboanotaeéapontadapeloprofessor.Nãoéacriançaqueéboa,éanotaquetiraqueatornamelhorqueosoutros.Acriaaqueé“porquinha”porquesesujanorecreio.Nãoéoactodesesujarqueécriticadoeacausadavergonha,masantesacriança.Apropostadepreparaçãoparaestaprimeirapartedocursodeeducaçãoemocionalésimples:verificarnalistaabaixoquantasdassituaçõesapresentadasestãopresentesnasuavida.Permita-sechorarsesentirqueéapropriado.Tenteaindapermanecerumpoucoenvolvidopeloqueéditoeoqueoseucorposente.Eupossogarantir-lhequeantesdofinaldesteprimeirotrimestretodasassuasvergonhasdeixarãodeoafectardemaneiranegativa.
OqueaVergonhafaz
Quandoconseguimoslibertar-noscompletamentedasnossasvergonhasalcançamosumapazdeesritoemquenadanemninguémnosperturba.Deixamosdeternecessidadedeterrazãooudeapontarodedo.Parasabersejáultrapassouasvergonhasincutidasnainfância,deixoabaixoosefeitosdetermossidoenvergonhadosnopassado.
1.
 
Osadultosqueforamenvergonhadosemcriançatêmmuitomedodemostrarasuavulnerabilidadeereceiamexpor-se.
I.
 
Umadasformasquefazemosistoétentandoagradaraosoutros,edestaformatornarmosasnossasnecessidadesreaisinviveis.Tomamosaatitudede“queroláeusaber”quandoconfrontadoscomdecisõespessoais.
 
www.emidiocarvalho.com-EducaçãoEmocional20103
2.
 
Osadultosqueforamenvergonhadosemcriaapodemsofrerdetimidezesentimentosdeinferioridade.Nãoacreditamquecometemerros.AcreditamantesqueSÃOumerro.
I.
 
Escondemososnossostalentos,vivemosàcustadeoutros,ereceamosmostraraomundoanossacriatividadeecapacidadedeserlivres.
3.
 
Osadultosqueforamenvergonhadosemcriançareceiamaintimidadeetendemaevitarrelacionamentosíntimos.Têmumsentimentodequenãoprecisamdeoutrooupodemperderasualiberdadeseseenvolveremnumarelaçãoíntima.Istolevaaquenosrelacionamentos,oadultoquefoienvergonhadosejaoqueabandonaarelação,emvezdeserabandonado.Senteaindaatraãoporaquelesquenãoestãodisponíveisoucriamumdistanciamentoatravésdeumexcessodetrabalhoououtrasactividades.
I.
 
Éaquiquedizemos“jánãotenhoidadeparaessascoisas”.Conseguimosegoicamenteterdesculpasparaosfracassosnosnossosrelacionamentosesãosempreosoutrososresponsáveispelosfracassosnasnossasrelações.
4.
 
Osadultosqueforamenvergonhadosemcriançapodemaparentarsersuperioresecentradosemsimesmos,ouaindamostrarquesãoaltruístas.Estesúltimosdãoopodereocontrolodasuavidaaosoutros.Emambososcasosháumsofrimentointeriorenorme.
I.
 
Estesadultosforamenvergonhadosporsentiremnecessidadedoapoiodosadultosquandoaindamuitojovens.Quantomaisindependenteapessoaaparentaser,maiorterásidoavergonhanainfância.
5.
 
Osadultosqueforamenvergonhadosemcriançasentemquenãoimportaoquefamnuncafaoumadifereanavidadeoutros.Sentemquenãosãomerecedoresdeseramadosedefinitivamenteinsuficientementebons.
I.
 
Acriançaquetinhapreguiçadefazerostrabalhosdaescolaefoiduramentecriticadapelospais.Quandofazostrabalhoseospaismostramafectoacriançacrêqueoafectodospaisépelotrabalhofeitoenãoporelaserquemé.
6.
 
Osadultosqueforamenvergonhadosemcriançaencontram-sequasesemprenadefensivamesmoemsituaçõesondenãoháqualquerameaçapresenteàsuaintegridade.Sofremsentimentosdehumilhaçãoprofundossealgmlhesfaznotarquecometeramumerroounãofizeramumtrabalhoperfeito.Paraumadultoquepassouporumaexperiênciadevergonhanainfância,nãoháerrosmenores.Ouseerra,ounãoseerra.
I.
 
Estesadultossentem-secomfrequênciainadequadosouinaptosparaavidaemsociedade.Quandocometemumerro,nãopensam“cometiumerro”.Emvezdissopreferempensar“Estousempreacometererros.Souumerro.”
7.
 
Osadultosqueforamenvergonhadosemcriaaculpamoutrosantesquealguémospossaculparaeles.
I.
 
Podem,porexemplo,esquecer-sedaschavesdocarroe,antesdedizerqueofizeramperguntamaquemestejacomeles“visteaschavesdomeucarro?”
8.
 
Osadultosqueforamenvergonhadosemcriançapodemsofrerdeumsentimentodeculpadebilitante.opessoasquecontinuamentepedemdesculpa.Assumemtotalresponsabilidadepelocomportamentodosoutrosàsuavolta.

Activity (5)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Rute Moreira added this note
Como sempre ha uma razao para tudo e essa razao nasce da nossa mente.
susana_vitorino liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->