Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword or section
Like this
4Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Carta a Uma Nação Cristã - Sam Harris

Carta a Uma Nação Cristã - Sam Harris

Ratings: (0)|Views: 854|Likes:
Published by deusesperaltas

More info:

Published by: deusesperaltas on Mar 23, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/04/2013

pdf

text

original

 
Carta a uma Nação Cristã
Sam Harris 
Índice
Prefácio........................................................................2Nota ao leitor...............................................................6Carta a uma nação cristã...........................................11A Sabedoria da Bíblia.................................................15A Verdadeira Moralidade...........................................27Fazendo o Bem em Nome de Deus.............................35Os Ateus São Maus?...................................................40Quem Coloca a Bondade no Bom Livro?....................47A Bondade Divina.......................................................51O Poder da Profecia...................................................57O Choque entre Ciência e Religião............................61Os Fatos da Vida.........................................................66Religião, Violência e o Futuro da Civilização.............75Conclusão...................................................................82Dez livros que recomendo..........................................86
1
 
Prefácio
Richard DawkinsSam Harris não é amigo de divagações sem rumo. Eleescreve diretamente para o seu leitor cristão,chamando-o de “você”, e lhe dá a honra de levar asério as crenças que “você” defende:
“[...] se um de nós está certo, o outro está errado [...] Com o decorrer do tempo, um dos dois lados vai realmente vencer essa discussão, e o outro lado realmente sairá derrotado” 
. Mas você não precisa (como posso atestarpessoalmente) se encaixar no perfil desse “você” paradesfrutar este maravilhoso livrinho. Cada palavra saizunindo como uma elegante flecha, desferida de umacorda tensionada ao máximo, e voa veloz, traçando umgracioso arco e atingindo o alvo bem no centro, paragrande satisfação do leitor.Se você faz parte do alvo, desafio-o a ler este livro.Será um teste saudável para a sua fé. Se vocêconseguir sobreviver à barragem da argumentação deSam Harris, poderá enfrentar o mundo inteiro comequanimidade. Mas perdoe-me se duvido: Harrisnunca erra o alvo, nem eta uma única frase, e é porisso que este livro tão breve tem um poder devastadortão desproporcional. Se você já compartilha dasdúvidas de Harris, e minhas, acerca da fé religiosa enão faz parte desse alvo, este livro lhe dará armaspoderosas para argumentar contra o outro lado. Outalvez você seja cristão, mas não faca parte do alvo.Este livro reconhece que existem cristãos que adotam,segundo eles próprios creem, uma visão maisnuançada:
“I...] os cristãos liberais e moderados nem sempre vão reconhecer a si mesmos nesse ‘cristão’ a 
2
 
quem me dirijo. Mas com certeza reconhecerão muitos de seus vizinhos — e mais de 150 milhões de americanos” 
.E este é o ponto principal. Foi a ameaça desses 150milhões que motivou este livro. Se as crençasreligiosas que você adota são tão vagas e nebulosasque até as flechadas mais certeiras ricocheteiam semser notadas, Harris não está escrevendo diretamentepara você. Mesmo assim, você deveria se preocuparcom essa situação de emergência que tanto preocupaa ele — e também a mim. Enquanto eu, comoeducador científico, fico desalentado ao constatar que50% da população americana acredita que o mundotem 6 mil anos de idade (o equivalente a acreditar quea distancia entre Nova York e San Francisco é menorque um campo de críquete), Sam Harris se preocupacom outras crenças desses mesmos 50%:
Portanto, não é exagero dizer que, se Londres,Sydney ou Nova York de repente virassem uma grande bola de fogo, uma porcentagem significativa da população americana veria um lado auspicioso na nuvem em forma de cogumelo que se seguiria. Para essas pessoas,seria o sinal de que a melhor coisa que jamais vai acontecer no mundo está prestes a acontecer: a volta de Jesus Cristo. Deveria ser óbvio e evidente que crenças desse tipo pouco ajudam a humanidade a criar para si mesma um futuro duradouro seja na esfera social,econômica, ambiental ou geopolítica. Imagine as conseqncias se algum componente significativo do governo americano realmente acreditasse que o mundo está prestes a acabar,
3

Activity (4)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Rolando Almeida liked this
Mateus Tavares liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->