Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
31Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Cartilha do Empregado Doméstico

Cartilha do Empregado Doméstico

Ratings: (0)|Views: 14,112 |Likes:
Cartilha do Empregado Doméstico
Cartilha do Empregado Doméstico

More info:

Published by: Gustavo Pereira Dos Santos on Mar 24, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/10/2013

pdf

text

original

 
Cartilha do Empregado Doméstico
1.
Conceito de empregado doméstico 
Considera-se doméstico aquele que presta serviços de natureza contínua e de finalidade não lucrativaà pessoa ou à família, no ou para o âmbito residencial destas.Natureza contínua: habitualidade na prestação de serviços, ou seja, o serviço deverá ser prestado deforma seguida, sucessiva, ininterrupta ou em forma periódica, sem interrupção ou eventualidade. É oserviço que visa atender às necessidades diárias da residência ou pessoa da família.Finalidade não lucrativa: natureza não econômica, ou melhor, o seu trabalho não visa uma finalidadelucrativa para o empregador, mas sim uma finalidade de lazer.Âmbito residencial da pessoa ou família: o trabalho será efetuado no interior da residência doempregador ou externamente desde que, evidentemente, seja para pessoa ou família para quemtrabalha (ex: motorista).
1.1. Tipos de Empregados Domésticos
Qualquer profissional maior de 14 anos, com capacidade para desenvolver tal atividade, mesmo seaposentado ou estrangeiro legalizado no país, que se encaixar na definição acima poderá serconsiderado empregado doméstico, entre eles exemplificamos o motorista, o jardineiro, o caseiro desítio ou casa, a enfermeira domiciliar, mordomo, lavadeira, babá, cozinheira, copeiro, vigia residenciale outros com a condição indispensável de que seus serviços sejam prestados, exclusivamente, no oupara o âmbito residencial, de forma não eventual, com subordinação e sem fins lucrativos.
1.2. Diarista (faxineira)
Há controvérsias sobre ser a diarista uma empregada doméstica, já que esta não trabalha diariamentena residência. Porém entende-se que o trabalhador doméstico exerce uma função de continuidade eduração em forma periódica e habitual, ou seja, a tendência da jurisprudência atual é reconhecer que,para efeitos legais, será empregada doméstica a diarista que prestar serviços mais de uma vez porsemana à mesma pessoa ou família, cumprindo jornada regular, habitualmente, nos mesmos dias dasemana, ficando evidenciada a subordinação quanto ao dia e horário de trabalho.Será considerada trabalhadora eventual se prestar serviços ocasionalmente, sem constância, a umaou mais pessoas, as quais não se vincula por relação de continuidade. E será considerada trabalhadoraautônoma se escolher os dias da semana em que pretende trabalhar, mudando-os constantementesob sua autorização e determinação própria, ou seja, ela trabalha por conta e proveito próprios.O empregado que presta serviços em condomínio residencial (porteiro, zelador, etc.) não é empregadodoméstico, já que exerce sua função a um conjunto de pessoas, o que pode ser configurado comopessoa jurídica e não física ou familiar.
1.3. Quem é o empregador doméstico? 
O empregador doméstico é a pessoa física ou família que desenvolve atividade de natureza nãoeconômica, no âmbito residencial. Pela lei, o patrão não pode ser pessoa jurídica. A sua atividade nãopode ter natureza econômica, ou seja, não pode ter objetivo de lucro ou de compensação econômica,e deve desenvolver-se em âmbito residencial.Há certas atividades situadas em uma zona cinzenta, como é o caso de
casa de praia
,
casa decampo
ou
rancho
. Nestes casos, pode-se considerar que estes ambientes são uma
extensãoresidencial
, o que torna o trabalhador um empregado doméstico, se este não exercer atividade denatureza econômica.
2. Contratação
 
A maneira mais segura de se contratar um empregado doméstico é buscando referências da pessoa aser contratada. Deve-se pedir que ela apresente a Carteira de Trabalho e da Previdência Social, ondese verificará quem foram os patrões anteriores. Dessa forma, será possível obter informações sobre ocandidato ao emprego. Se a pessoa for indicada por agência, a própria agência deverá informar sobreos antecedentes profissionais do candidato.O empregador deve pedir ao candidato ao emprego o atestado de boa conduta e de saúde para quenão venha a sofrer futuros problemas.
2.1 Documentos necessários à contratação
O empregado doméstico, no momento da sua admissão, deverá apresentar a seguinte documentação:
Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
 
Atestado de boa conduta emitido por autoridade policial ou por pessoa idônea, a juízo doempregador;
 
Atestado de saúde subscrito por autoridade médica responsável, a critério do empregador;
 
Inscrição no INSS;
 
Carnê de recolhimento das contribuições previdenciárias (deverá ficar na posse do empregadore será entregue ao empregado somente quando acabar ou quando for rescindido o contrato detrabalho; nas duas hipóteses o empregador deverá ficar com a 2
a
via dos comprovantes parasalvaguardar problemas futuros).
2.2Procedimento para aquisição de Carteira de Trabalho e Previdência Social
O empregado doméstico que não possuir a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) deverá sedirigir á Delegacia Regional do Trabalho (DRT) ou a uma Agência de Correios ou à Prefeitura,portando:
2 fotos de frente 3x4;
 
qualquer documento oficial de identificação pessoal do interessado, no qual possam serrecolhidos dados referentes ao nome completo, filiação, data e local de nascimento (certidãode nascimento ou certidão de casamento).
2.3Procedimento para inscrição no INSS
O empregado doméstico que não for contribuinte deverá adquirir o carnê de pagamento do INSS naslivrarias ou papelarias e deverá se dirigir ao INSS ou aos Correios, portando o CPF, a Carteira deIdentidade, o Título de Eleitor, a Carteira de Trabalho e Previdência Social assinada e umComprovante de residência para efetuar o cadastramento.
2.4 Contrato de Trabalho
Na Carteira de Trabalho deverão ser anotados:
nome e CPF do empregador;
 
endereço do empregador (local de trabalho do empregado);
 
espécie de estabelecimento (residencial);
 
C.B.O. (empregada doméstica: 5-40.20/ babá: 5-40.35);
 
cargo ou função;
 
data da admissão;
 
salário ajustado (não poderá ser inferior ao mínimo fixado por lei);
 
início e término das férias;
 
data de saída;
 
assinatura do empregador.
 
2.5Contrato de Experiência
O empregado doméstico, como qualquer outra categoria de trabalhadores, pode ser contratado emcaráter experimental, durante o qual suas aptidões poderão ser melhor avaliadas.O contrato de experiência pode ser firmado por períodos breves, como 30, 40 ou 60 dias, de acordocom o interesse das partes, mas não pode ser superior a 90 dias, podendo ser prorrogado uma únicavez.O período de experiência deve ser contratado em documento assinado pelos interessados, inclusivecom assinatura na Carteira de Trabalho e recolhimento de INSS, não sendo válido o acerto verbal.
3. Direitos Trabalhistas
O empregado doméstico, assim como os demais trabalhadores, possui uma série de direitostrabalhistas que serve para assegurar a pessoa do trabalhador na condição de hipossuficiente. Há parao empregado doméstico uma série de direitos previstos em lei. No entanto, alguns direitos trabalhistasnão são assegurados em lei para o empregado doméstico e é neste momento que devemos agir comatenção.
3.1 Direitos Assegurados do Empregado Doméstico
O empregado doméstico possui direitos estabelecidos na Legislação Brasileira e na CLT (Consolidaçãodas Leis Trabalhistas). Estas duas fontes legais são a segurança que o doméstico, bem como todos osoutros trabalhadores comuns, possuem para que seus direitos não sejam ignorados oudesrespeitados.
3.1.1. Salário
É direito do empregado doméstico receber mensalmente pelo menos o salário mínimo fixado em leicomo contraprestação do serviço prestado. A elaboração do cálculo do valor salarial deverá atender àsatisfação de determinadas necessidades vitais e respeitar os valores proporcionalmente ao númerode horas ou dias de efetivo trabalho.O salário pode ser pago em períodos mensais, quinzenais, semanais ou mesmo por dia ou hora.Aqueles que recebem seu pagamento mensalmente devem obtê-lo até o 5
o
dia útil do mês seguinte.Lembramos que é ilegal o registro em carteira de salário menor que o valor recebido de fato.
3.1.1.1. Desconto salarial 
O empregador, mediante acordo prévio, poderá descontar porcentagens do salário do empregado pormotivos estipulados por lei, devendo discriminar seu valor em moeda corrente no recibo depagamento. Dentre eles será permitido o desconto por ocasião de:
Faltas ao serviço, não justificadas ou que não foram previamente autorizadas.
Há,porém, casos em que estas faltas não podem ser descontadas: doação de sangue (um dia acada doze meses), casamento (três dias), falecimento do cônjuge, parentes ou pessoa queviva sob sua dependência econômica (dois dias), comparecimento à audiência judicial(apresentação de atestado), comparecimento anual ao serviço militar quando reservista (umdia a cada doze meses), alistamento eleitoral (dois dias), licença-paternidade (cinco dias),licença-maternidade (cento e vinte dias), aborto não criminoso comprovado por atestadomédico (duas semanas), enfermidade ou acidente de trabalho atestado pelo INSS;
 
Alimentação
(até 20% do salário contratual), se forem fornecidas refeições na residência,salvo se objetivar comodidade ao empregador;
 
Vale-transporte
(até 6% do salário básico), devendo ser limitado ao valor do montanterecebido;
 
Moradia
(até 25% do salário contratual), se a residência possuir dependência destinada aoempregado e seu fornecimento não for obrigatório ao empregado para admissão do emprego,ou seja, por comodidade do empregador;
 
Higiene
(até 7% do salário contratual).

Activity (31)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Nara Núbia liked this
fernandinhoo15 liked this
sergio_sousa liked this
Jussara Oliveira added this note
Excelente abordagem, completa e elucidativa. Parabéns.
Daniella Kanffer liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->