Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
244Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
TC TÉCNICAS 1 - CRANIO

TC TÉCNICAS 1 - CRANIO

Ratings:

4.38

(13)
|Views: 36,891 |Likes:
Published by Herick Savione

More info:

Published by: Herick Savione on Aug 28, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/08/2013

pdf

text

original

 
27/08/20081
C  C  
URSO URSODE  DEQUALIFICAÇÃO QUALIFICAÇÃOEM  EM   TOMOGRAFIA TOMOGRAFIA 
C  C  
OMPUTADORIZADA OMPUTADORIZADA 
Fabíola Cristina Fabíola Cristina 
TecnológaeTécnicaemRadiologiaAplicationemTCSiemensMedicalBrasilConsultoriaeTerceirizaçãoemImaginologiaRTBH
CC
URSOURSODEDE QUALIFICAÇÃOQUALIFICAÇÃOEMEM TOMOGRAFIATOMOGRAFIA
Planejamento do exame de Tomografia 
Entrevista
Preparo do paciente
Exame propriamente dito
Processamento edocumentação de imagens
Análise do exame
Obter informações que levam àindicação desse procedimento.
Exames anteriores relacionados com aregião de interesse devem sercoletados.
Paciente deve ser informado dasfinalidades do exame e de comocomportar durante o exame.
Exames contrastados, caberá aopaciente receber todas as informaçõesquanto á ação desses produtos, riscose efeitos adversos e as orientaçõescabíveis em cada caso
ENTREVISTAENTREVISTA
PP
ROTOCOLOSROTOCOLOSDEDE EXAMESEXAMESDEDE TOMOGRAFIATOMOGRAFIACOMPUTADORIZADACOMPUTADORIZADA
Registro do PacienteDigitar os dados do paciente na tela (nome,sexo , data de nascimento, registrocompleto)
TT
OMOGRAFIAOMOGRAFIADODO CRÂNIOCRÂNIO
Selecionar o protocolodesejado;
Selecionar a posição dopaciente;
3
ºº Confirmar os dados.
PP
OSICIONAMENTOOSICIONAMENTO
TCTC
CRÂNIOCRÂNIO
Mesa com suporte axialpara crânio.
Paciente em DD.
Deixar o paciente emposição bem confortável.
Imobilizar a cabeça.
Mãos sobre a cabeça.
Mãos sobre o abdômenou lateral ao corpo.
OM =OM =
Linha Orbitomeatal
 
27/08/20082
A
NESTESIAE SEDAÇÃO
Para realizar exames de boa qualidade são necessárioso posicionamento correto e a imobilidade do paciente.Há casos em que o paciente está impossibilitado decooperar e manter-se imóvel durante o exame:
Pacientes pediátricos
Pacientes agitados
Pacientes com confusão mental
Pacientes com dor intensa
Pacientes com movimentos involuntáriosNesses casos é essencial a atuação do anestesiologista.
II
NDICAÇÕESNDICAÇÕES
::
AVC -Acidente Vascular Cerebral
AVCI -Acidente Vascular Cerebral Isquêmico
AVCH -Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico
Tumores
Malformações
TT
OMOGRAFIAOMOGRAFIA DODO
CC
RÂNIORÂNIO
Scout:
Lateral
Início dos Cortes:
Abaixo do foramemagno
Término dos Cortes:
Acima daConvexidade cerebral
Fossa Posterior:
2 a 5mm
Região Supratentorial:
7 a 10mm
FOV:
22 cm
KV:
130
MA:
170
Tempo de Exposição:
2 segundos
Número de Cortes:
20
Formatação do filme:
20imagens/película
DD
OCUMENTAÇÃOOCUMENTAÇÃO EMEM
FF
ILMEILME
AABBCCDOCUMETAÇÃO NÍVEL (W L) JANELA (WW)
Fossa Posterior 36 150 200Região Supra Tentorial3680 _ 120Janela Óssea 200 2000(brilho) (contraste)
DD
OCUMENTAÇÃOOCUMENTAÇÃO
TC CTC C
RÂNIORÂNIO
Rotina fotografar 1 filme.
FF
ILTROSILTROSPARTESPARTESMOLESMOLES
Têm sua utilização paraestudar partes moles,anatômicas (tecidoparenquimatoso ouparênquima) e recebedenominação de filtrospara partes moles, quepoderá variar conforme ofabricante do aparelho.
 
27/08/20083
FF
ILTROILTRO
DD
UROURO OUOU ÓSSEOÓSSEO
É o filtro com maiornitidez e definição daimagem realçando asbordas, margens ouestrutura anatômica.
Utilizado para estruturascom grande densidadeosso.
Ex.: Crânio –Suspeita defraturas.TCE –Rotina utilizar o filtro.
OO
BSERVAÇÕESBSERVAÇÕES IMPORTANTESIMPORTANTES PARAPARA OSOS EXAMESEXAMES DEDE
CC
RÂNIORÂNIO
Todo paciente que na fase sem contrastemostrar sangue não se deve injetar contraste.
Todo paciente abaixo de 60 anos usarácontraste respeitando o protocolo de contraste,exceto se a indicação for TCE.
Pacientes maiores 60 anos não usam contrastese a indicação for TCE, AVC isquêmico ouhemorrágico, perda de memória, Alzheimer,Parkison, cefaléia, depressão.
O técnico ou tecnológodeve estar atento ásimagens. Comunicar imediatamente na presençade sangue ou grandes lesões com desvio da linhamediana
II
NDICAÇÕESNDICAÇÕES EE
CC
ONTRAONTRA
--II
NDICAÇÕESNDICAÇÕES AOAOCONTRASTECONTRASTE VENOSOVENOSO
História de alérgia ao iodo;
Asma grave;
Cardiopatia grave;
Insuficiência renal
Nas fases iniciais desituações de hemorragia einfarto;
Em crianças sem preparoadequado;
Nos exames de hipófise emque o nível de prolactinaestiver abaixo de 2.000unidades.
Acompanhamento detumores;
História clínica demetástase, convulsão,neoplasias, processoinflamatório infeccioso, malformação vascular.
Nas lesões de hipófise emque os níveis de prolactinaultrapassem 2.000 unidades
Contra -Indicação IndicaçõesIndicações
CC
ONTRASTEONTRASTE VENOSOVENOSO
Via endovenosa
Jejum-critério médico de 4 a 6 horasCálculo da quantidade de uso do Contraste Iodado
Adulto: 1.5 a 2ml por kilo
Crianças: RN 3ml
Acima de 2 anos: 1 ml por kl, sendo a dose máximade 40ml.
TT
OMOGRAFIAOMOGRAFIADODO
CC
RÂNIORÂNIO
Sem Contraste Contraste venoso
A
NATOMIA
S
ECCIONAL
D
O
C
RÂNIO
a.
Órbita
b.
Arco zigomático
c.
Seio esfeinodal
d.
Canal acústico externoe ouvido médio
e.
Processo mastóide
f.
Cerebelo
g.
Protuberância occipital

Activity (244)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
thaissreginaa liked this
thaissreginaa liked this
usertrust liked this
Raquel Moraes liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->