Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
24Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011 MOTOBOY / MOTOCICLISTA - SINDMOTODF

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011 MOTOBOY / MOTOCICLISTA - SINDMOTODF

Ratings: (0)|Views: 14,262 |Likes:
Published by alessandro_brasilia
SINDMOTO DF - CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011 ( MOTOCILCISTAS - MOTOBOY )
CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011 MOTOBOY / MOTOCICLISTA - SINDMOTODF
SINDMOTO DF - CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011 ( MOTOCILCISTAS - MOTOBOY )
CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011 MOTOBOY / MOTOCICLISTA - SINDMOTODF

More info:

Published by: alessandro_brasilia on Mar 31, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/24/2013

pdf

text

original

 
CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2011NÚMERO DE REGISTRO NO MTE:
DF000064/2011
DATA DE REGISTRO NO MTE:
14/02/2011
NÚMERO DA SOLICITAÇÃO:
MR006024/2011
NÚMERO DO PROCESSO:
46206.001833/2011-43
DATA DO PROTOCOLO:
14/02/2011SINDICATO DOS MOTOCICLISTAS PROFISSIONAIS DO DISTRITOFEDERAL, CNPJ n. 04.065.861/0001-09, neste ato representado(a) por seuPresidente, Sr(a). REIVALDO ALVES DE MORAIS;ESINDIBRAS SINDICATO DAS EMPRESAS DE TRANSP DE CARGAS DF, CNPJn. 00.467.357/0001-84, neste ato representado(a) por seu Presidente, Sr(a). JUVENILMARTINS DE MENEZES FILHO;celebram a presente CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO, estipulando ascondições de trabalho previstas nas cláusulas seguintes:
CLÁUSULA PRIMEIRA - VIGÊNCIA E DATA-BASE
 As partes fixam a vigência da presente Convenção Coletiva de Trabalho no período de1º de janeiro de 2011 a 31 de dezembro de 2011 e a data-base da categoria em 1º de janeiro.
CLÁUSULA SEGUNDA - ABRANGÊNCIA
 A presente Convenção Coletiva de Trabalho abrangerá a(s) categoria(s)
O segmentoeconômico objeto do presente instrumento normativo é o das empresas queutilizem TRANSPORTE MOTORIZADO DE DUAS OU TRÊS RODAS ECICLITAS para a realização de entregas em geral. Referida convenção coletivade trabalho e aplicável aos MOTOCICLISTAS condutores de veículos de duasou três rodas e aos CICLISTAS que operem no segmento especializado ementregas de mercadores em geral de pequeno porte no âmbito do DistritoFederal. A categoria profissional também engloba os trabalhadores que atuamnas áreas de serviços auxiliares e demais empregados que prestam serviços,mediante vínculo empregatício, às empresas que compõem o segmentoeconômico.
, com abrangência territorial em
DF
.
Salários, Reajustes e PagamentoPiso SalarialCLÁUSULA TERCEIRA - PISO SALARIAL E REAJUSTE
 Fica assegurado para todos os MOTOCICLISTAS com vínculo empregatício, a partirde 1º de fevereiro de 2011, um PISO DE INGRESSO não inferior a R$ 610,00(seiscentos e dez reais) por mês, equivalente a uma majoração de 12,34% (doze
 
vírgula trinta e quatro por cento) em relação ao piso de ingresso anterior.Os salários de todos os empregados submetidos ao presente instrumento coletivo,cujas funções não estejam descritas nos pisos indicados no quadro abaixo, serãoreajustados em 8% (oito por cento) a partir de 1º de fevereiro de 2011, levando-se emconsideração os valores praticados no mês de janeiro de 2010.Os pisos salariais obedecerão os seguintes valores mínimos, nas datas indicadas:
FUNÇÃO
 
PISO DE INGRESSO A PARTIR E01/02/2011
- MOTOCILISTA R$ 610,00- CICLISTA R$ 587,78- AUXILIAR DE ESCRITÓRIO R$ 579,40- AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS R$ 579,40As antecipações de reajuste salarial que não ocorreram em função de promoção,equiparação salarial, transferência ou término de contrato de experiência, poderão sercompensadas quando da aplicação do reajuste aqui definido.No caso de MOTOCILISTAS contratados para uma jornada semanal inferior às 44(quarenta e quatro) horas previstas na Constituição Federal, será admitida aremuneração por hora trabalhada, proporcional ao piso da categoria.
Pagamento de Salário – Formas e PrazosCLÁUSULA QUARTA - DATA DO PAGAMENTO DA REMUNERAÇÃOMENSAL
 A remuneração mensal será paga na data fixada no parágrafo primeiro do artigo 459da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT. As empresas ficam obrigadas afornecer mensalmente aos MOTOCICLISTAS o recibo de pagamento de salário,especificando de forma inteligível os créditos e débitos.
Gratificações, Adicionais, Auxílios e OutrosAdicional de Tempo de Serviço
 
 
CLÁUSULA QUINTA - ADICIONAL POR TEMPO DE SERVIÇO
 Após um (01) ano de serviço ininterrupto prestado na mesma empresa, o empregadoperceberá o adicional por tempo de serviço, no percentual de 1% (um por cento), oqual incidirá sobre o salário nominal efetivamente pago.
Ajuda de CustoCLÁUSULA SEXTA - CONTRATO DE LOCAÇÃO - VEÍCULO DOMOTOCICLISTA
 As empresas que alugam os veículos de propriedade dos MOTOCILISTAS, ficamobrigadas a celebrar com os MOTOCICLISTAS, contrato expresso de locação para autilização dos mesmos, nos termos da legislação civil vigente, cujo valor do aluguelnão poderá ser inferior a R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais) por mês, a partir de01.02.2011.Os valores aqui determinados são
mínimos
, sendo vedado o recebimento de quantiainferior por aluguel mensal.O vencimento do aluguel ocorrerá até o dia 20 (vinte) do mês subseqüente ao inícioda vigência do contrato, ficando seu pagamento desvinculado do prazo para opagamento do salário mensal.Em caso de contrato de aluguel cuja vigência for inferior a um mês, o pagamento doaluguel deverá ocorrer no máximo cinco dias após o término do contrato.
PARÁGRAFO PRIMEIRO.
 Não terá natureza salarial o valor pago a título de locação da motocicleta, motoneta,ciclomotor, triciclo ou bicicleta, não podendo, em hipótese alguma, integrar o saláriopara qualquer efeito, notadamente para os efeitos de caráter trabalhista eprevidenciário.
PARÁGRAFO SEGUNDO.
 O locador da motocicleta, motoneta, ciclomotor, triciclo ou bicicleta arcará com todasas despesas decorrentes da sua manutenção, inclusive os tributos e acessóriosnecessários à circulação da mesma, sendo que na impossibilidade de circular, olocatário poderá descontar do valor do aluguel a quantia correspondente a 1/30 (avos)por dia em que a motocicleta permaneça nesta situação.
PARÁGRAFO TERCEIRO.
 O locatário compromete-se a reembolsar o combustível utilizado na motocicleta,motoneta, ciclomotor ou triciclo, inclusive no trecho entre a residência do locador e olocal onde a mesma deverá ser utilizada, na proporção de 1 (um) litro de combustívelcomum para cada 35 (trinta e cinco) kilômetros rodados.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->