Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
23Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
ANÁLISE DE OBRAS LITERÁRIAS

ANÁLISE DE OBRAS LITERÁRIAS

Ratings: (0)|Views: 4,093 |Likes:
Published by anaservel

More info:

Published by: anaservel on Apr 04, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/27/2013

pdf

text

original

 
Amor de Perdição – Camilo Castelo BrancoANÁLISE DA OBRAINTRODUÇÃOCamilo Castelo Branco pertence à Segunda fase do Romantismo português, chamada Ultra-Romantismo– corrente literária da segunda metade do século XIX que leva ao exagero os ideais românticos. Escreveuvários gêneros de novelas: satíricas, históricas e de suspense. Nesta novela passional, de temáticaromântica exemplar, considerada uma espécie de Romeu e Julieta lusitano, o escritor trata do amor impossível e discute a oposição entre a emoção e os limites impostos pela sociedade à realização dapaixão. Segundo o autor, Amor de Perdição foi escrito em 15 dias em 1861, quando ele estava preso nacadeia da Relação, na cidade do Porto, por ter-se envolvido em questões de adultério.Estilo: pertence à época românticaGênero: novela passionalFoco Narrativo: Embora na Introdução narrador e autor se confundam, os fatos são narrados em 3ªpessoa.Tempo e Espaço: Portugal (Viseu, Coimbra e Porto), século 19.PERSONAGENSTereza é a heroína romântica, a frágil opõe-se firmemente ao destino que a família quer lhe impor mas sevê obrigada a cumprir as ordens do pai, o dominador Tadeu Albuquerque. Obstinada e apaixonada, lutapara não se casar com o primo baltazar coutinho e troca cartas com Simão, na tentativa de acalmar achama da paixão. Marginalizada e enclausurada num convento, reflete a fé na justiça divina e as injustiçascometidas em função dos preconceitos da época, que se interpunham entre ela e a felicidade nãorealizada.Mariana é a amante silenciosa. Mulher mais velha, de 24 anos, criada no campo, Mariana pertence a umaclasse social mais popular. Dela o narrador diz ter “formas bonitas” e um rosto “belo e triste”, para realçar a grandeza de seu amor-renúncia. O desprendimento que mostra - mando Simão em silêncio e, por isso,ajudando-o a se aproximar da felicidade pela figura representada pela figura de Teresa – faz parte doideário romântico. Abnegada e fiel, Mariana jamais diz uma palavra e controla obstinadamente seuciúme. Na história de Camilo Castelo Branco, é a personagem que mais sofre no romance. Pode-se dizer que a obra existe uma tríade romântica – Simão, Mariana e Teresa. Os três nunca se realizamsentimentalmente e têm um final trágico.João Da Cruz, o camponês rústico. Personagem popular, é um camponês que se transforma no protetor dojovem Simão quando este volta à cidade de Viseu, atrás de Teresa. A princípio, cuida do jovem emretribuição ao pai de Simão, que outrora o livrara de uma complicação judicial. Mas depois acabagostando tanto de Simão a ponto de matar para defender o rapaz.Baltasar Coutinho, o burguês interesseiro. É o primo de Teresa, rapaz sem moral e sem brios, que nãoama a moça, mas está disposto a recorrer a quaisquer expedientes para vencer a disputa com Simão. Faz ocontraponto com o herói, na medida em que ambos vêm de famílias abastadas. Mas enquanto Simão semove pelos mais nobres sentimento, Baltasar é norteado por intenções medíocres.Tadeu De Albuquerque, o autoritário pai de Teresa, que a todo o momento toma o destino da moça nasmãos, sem respeitar seus sentimentos. Por uma rivalidade particular com a família de Simão, decideimpedir a felicidade da filha, criando vários empecilhos para afastá-la de seu amor.Manuel Botelho, o desmiolado e jovem irmão de Simão – que inicialmente critica o protagonista por suavida desordenada – envolve-se com uma mulher casada na época em que vai morar com Simão na cidadede Coimbra. Arrependido, confirma sua dependência familiar quando pede ajuda aos pais para devolver aos Açores a mulher casada com quem havia fugido.Tema: A obra tem uma única trama central – a infeliz história de amor entre Teresa e Simão, repleta dedesavenças, infortúnios, crimes, mortes, fugas e tentativas de rapto -, em torno da qual se movimentam asdemais personagens.Sinopse- A história se desenvolve em torno do amor impossível dos jovens Simão e Teresa, separados por rivalidades entre suas famílias – os Albuquerque e os Botelho, moradores da cidade de Viseu, emPortugal, e inimiga por questões financeiras.Lá, adota os ideais igualitários da Revolução Francesa e acaba preso durante seis meses por badernas e arruaças. Quando sai da cadeia, volta a Viseu, onde conhece e se apaixona por Teresa, suavizinha que tem 15 anos e é filha de uma família inimiga da sua. Com o objetivo de separar Simão e
 
Teresa, o pai da moça ameaça mandá-la para o convento, enquanto Domingos Botelho envia Simão devolta a Coimbra. Uma velha mendiga faz o papel de pombo-correio do casal, levando as cartas trocadasentre os dois jovens apaixonadas.Movido pelo amor a Teresa, Simão decide se regenerar e estudar muito. A irmã caçula de Simão– Ritinha – faz amizade com Teresa. O pai da heroína quer casá-la com o primo Baltasar Coutinho – ordem que a moça se nega a cumprir. As intenções do pai de sua amada fazem Simão retornar clandestinamente para Viseu, hospedando-se na casa do ferreiro João da Cruz, antigo conhecido dafamília Botelho. Simão combina encontrar-se às escondidas com Teresa no dia do aniversário da moça,mas o encontro é transferido porque Teresa é seguida.Na data combinada, Simão vai ao encontro marcado levando consigo o ferreiro João da Cruz eoutros amigos. Depara-se com Baltasar que, na companhia de alguns criados, fora até o local para matar Simão. Na briga, dois dos criados de Baltasar são mortos. Ferido, Simão convalesce na casa de João daCruz. Mariana, filha do ferreiro apaixonada por Simão, empresta a ele suas economias para que vá atrásde Teresa, dizendo que o dinheiro pertence à mãe do próprio Simão.No dia previsto para que Teresa mude de convento, Simão decide raptá-la. Dá-se um novoconfronto com Baltasar Coutinho, que leva um tiro na testa e morre. Simão entrega-se à polícia e dispensaa ajuda da família para sair da cadeia. Levado a julgamento, é condenado à forca. Enquanto isso, Marianaenlouquece de amor e a saúde de Teresa definha no convento. Na cadeia, Simão passa os dias lendo eescrevendo cartas. João da Cruz é assassinado pelo filho do criado de Baltasar Coutinho.Mariana, que estava na cidade do Porto, volta a Viseu para tomar posse da herança, confiada aSimão. Tardiamente, o pai de Simão pede que sua pena seja comutada em dez anos de prisão, mas o filhorejeita a ajuda paterna. Prefere o desterro para as Índias. Na data em que a nau dos condenados parte,Teresa morre no convento. Ao saber da morte de sua amada, Simão adoece, vindo a falecer no décimo diade viagem.Quando seu corpo é jogado ao mar, Mariana que o havia acompanhado lança-se da proa,suicidando-se abraçada à mortalha do amado.Biografia - Camilo Ferreira Botelho Castelo Branco (1825 - 1890) teve uma vida que pode ser confundidacom uma de suas próprias novelas, ou seja, uma vida dramática e tão cheia de atribulações que chega aespelhar as histórias que escreveu.Nascido em Lisboa a 16 de Março de 1825, na freguesia dos Mártires, Camilo ficou órfão de mãe aosdois anos e de pai aos dez, passando a ser criado por uma tia e uma irmã. Aos 16 anos casou-se comJoaquina Pereira e, dois anos depois, em 1843, matricula-se na Faculdade de Medicina, porém, nãoconclui o curso. A partir de 1848, passa a viver do jornalismo e a freqüentar a boêmia.Com 21 anos, rapta Patrícia Emília e vai viver com ela na cidade do Porto. Logo depois é acusado e presopor bigamia. Depois de libertado, Camilo tem alguns amores passageiros até encontrar, por volta de 1856,Ana Plácido, a "mulher de sua vida". Porém a relação não é tranqüila, pois Ana é casada com PinheiroAlves, um rico comerciante local.Frustrado, Camilo busca refúgio na religião e ingressa no Seminário do Porto, porém passa a ter um casoamoroso com a freira Isabel Cândida. Camilo permanece nesse seminário por dois anos e, depois de tentar o suicídio, consegue viver junto à sua amada, que abandona o marido para viver com o escritor. Logodepois o casal é preso pelo crime de adultério. Os dois são julgados, absolvidos e vão morar em Lisboa.Camilo e Ana têm dois filhos com problemas de saúde e, enfrentam sérios problemas financeiros. Camilopassa a escrever por encomenda, tornando-se o primeiro escritor português a viver exclusivamente daliteratura. Em 1888 Ana e Camilo finalmente se casam. Nesse ano o escritor começa a sentir os primeirossintomas de cegueira, causada por uma sífilis crônica. Em 1890, a novela da vida de Camilo chega ao fim.Ele suicida-se com um tiro de pistola em 1º de junho.
Obras literárias-
Dentre a vasta obra composta por Camilo Castelo Branco podemos encontrar novelas deterror, satíricas, históricas e as passionais - gênero que mais caracteriza o ultra-romantismo português.Nelas são apresentadas personagens que, devido os obstáculos encontrados para a realização do amor,tornam-se verdadeiros mártires desse sentimento. As obras que merecem maior destaque são: Amor dePerdição , Amor de Salvação"*Fontes de Consultahttp://www.bibvirt.futuro.usp.br/textos/biografias/autores/camilo_castelo_brancowww.mundocultural.com.br http://www.portrasdasletras.com.br/ resumosProfa. Anna Servelhere
 
A HORA DA ESTRELA – CLARICE LISPECTOR ANÁLISE LITERÁRIA DA OBRAI - Introdução (Tema): O livro conta a vida de uma nordestina que com a morte de sua tia foi tentar a vidaem uma cidade grande (Rio de Janeiro). Vivendo solitária, sem dar valor a nada e achando que era semprefeliz.II - Desenvolvimentoa.
Contexto Histórico
: Essa obra foi escrita, com o término da segunda guerra mundial, onde as atençõesestavam voltadas para o plano internacional, e, os problemas internos do país vêm novamente à tona.Aconteceram fatos marcantes na época: 1945- aconteceu a deposição de Getúlio Vargas. 1951- Vargasassume a presidência, desta vez eleita pelo povo e 1960- Inauguração de Brasília e eleição de JanioQuadros. 
b.Contexto filosófico
: Sondagem psicológica. A autora, com sua literatura intimista, penetra no interior da personagem analisando seu mundo interior, com seu texto penetrante sonda complexos mecanismospsicológicos. III - Biografia do Autor: Clarice Lispector (1925-1977). A família veio para o Brasil quando a escritoraera recém-nascida, instalando-se no Recife. Mais tarde, Clarice Lispector viveu no Rio de Janeiro, ondese formou em direito. Casou-se com um diplomata, e conheceu vários países.Entre suas obras podemos destacar: •Perto do coração selvagem(1944); •O lustre(1946); •Paixão segundoG.M.(1964); •Água Viva(1973); •A hora da estrela(1977)IV - Estilo Literário : A obra faz parte do modernismo- terceira fase V - Análise da obra (Sinopse):A hora da estrela nos relata a vida de uma nordestina que se chamava Macabéa, que era umavirgem, inócua, que com a morte de seus pais foi morar com sua tia no Maranhão. Com a morte de sua tiaela foi para o Rio de Janeiro tentar uma vida melhor. Lá conseguiu uma moradia e um cantinho comquatro companheiras e também um emprego de datilógrafa.Macabéa levava uma vidinha muito boba, do trabalho para casa e da casa para o trabalho. Seuúnico prazer era escutar o rádio relógio de onde ela ficava informada e via o tempo passar. Em umadessas suas idas e vindas do trabalho, num dia de muita chuva, em um botequim, avistou um homemmuito bonito, que se chamava Olímpico, paraibano, que desejou muito tê-lo em sua casa.No outro dia , Macabéa faltou ao trabalho, coisa que era muito difícil acontecer. Então elacomeçou a namorar com ele. Olímpico trabalhava de operário em uma metalúrgica e se julgava ser umapessoa muito inteligente, com classe. Mas era tudo ao contrário, era uma pessoa muito vingativa. Onamoro era muito monótono, e Olímpico não demonstrava gostar de Macabéa e nunca dizia coisasbonitas para ela.Um certo dia, Macabéa apresentou Olímpico a sua amiga de trabalho - Glória - uma mulher loira , bonita e o que mais o atraiu foi saber seu pai que era açougueiro bem sucedido. Assim Olímpicoparou de ir ao ponto de ônibus que era o seu local de encontro e começou a namorar Glória.Macabéa ficou triste, mas não demonstrava isso para ninguém. Glória arrependida de ter tomadoo namorado de Macabéa chamou-a para tomar café no domingo em sua casa. Macabéa adorou aquilotudo.No outro dia, Macabéa pintou a boca de vermelho, e Glória perguntou-lhe se ela se preocupavacom seu futuro, com sua aparência e ela foi à cartomante Madama Carlota que acertou tudo sobre seupassado e presente. Macabéa ficou impressionada pois o seu futuro previa que iria encontrar umestrangeiro maravilhoso, que seu chefe não iria despedi-la e o Olímpico ía se arrepender e chamá-la devolta.Macabéa adorou aquilo e saindo dali viu que iria começar uma vida nova , realmente encontrar seu príncipe encantado e levar uma vida de luxo. Mas o destino não foi muito boa com Macabéa , elaacabou de sair da casa da Madame Carlota e quando foi atravessar a rua foi atropelada por uma Mercedes.Batera a cabeça na quina da calçada e ficara caída , a cara mansa, mente voltada para sarjeta. E da cabeçaum fio de sangue inesperadamente e rico. De repente havia várias pessoas envolta dela e nisso ela seabraçou fortemente quando ela vomitou um pouco de sangue e foi morrendo aos poucos. VI - Personagens
a.Principal 
:a nordestina que se chamava Macabéa.

Activity (23)

You've already reviewed this. Edit your review.
Izabelle Pires added this note
muito bom o site.. mais tambem achei muito puco o climax e o desfecho de A viuvinha- Jose de Alencar.. mais adorei '-'
1 thousand reads
1 hundred reads
Amandha Breezy added this note
Nossa gostei do Site ... e das recomendações .... Obras- literárias perfeitas .. Só achei um pouco insuficiente o Clímax de A viuvinha - José de Alencar !
Guilherme Cerantola added this note
vai toma no cu naum temm oq eu queria !!!
Thais Oliveira liked this
Daiana Carvalho liked this
Daiana Carvalho liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->