Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Linux Comandos Basicos

Linux Comandos Basicos

Ratings: (0)|Views: 2|Likes:
Published by Fernando A Santos

More info:

Published by: Fernando A Santos on Apr 07, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/07/2011

pdf

text

original

 
Linux - Shell
 
Comandos Básicos
Por: Douglas M. Pereira & Fernando A. Santos Página 1
Introdução
Alguns comandos que você verá equivalem aos utilizados no DOS.No entanto, saiba que conhecendo ou não o DOS, você poderá estranharbastante os comandos do Linux ou simplesmente não ter dificuldadealguma. Tudo depende de você. Essencialmente, trabalhar com o Linux éuma questão de prática e logo você ficará bem familiarizado.
[root@localhost /root]#
Você sabe o que significa isso aí em cima? O Linux usa uma estruturadiferente de organização em seu sistema de arquivos. Por isso, em vezda sua pasta ser c:\arquivos\pasta\arquivo.txt, simplesmente no Linux,pode ser /home/pasta/arquivo.txt. Para você entender melhor, vamosanalisar o
prompt
do Linux:[root@localhost /root]#
[usuário@local/diretório]tipo de usuário 
U
suário:
No Linux, cada pessoa precisa ter uma conta de usuário. Umaconta de usuário indica um nome e senha que devem ser utilizados parase conectar no sistema. Se o nome escolhido por você for, por exemplo,Fulano, em vez de root aparecerá fulano no lugar.
U
suário "root" (ou superusuário):
é quem tem acesso irrestrito aosistema. Quando você se conecta como usuário root, você poderá fazerqualquer operação no Linux, como alterações de configuração dosistema, apagar ou modificar arquivos importantes, etc. Por isso, seconectar como root é muito arriscado, já que você pode causar algumdano sem querer. Tendo isso em mente, nunca se conecte como root anão ser que seja mesmo necessário. Para usar o Linux no dia-a-dia,conecte-se com uma conta de usuário comum, assim não haverá riscode danos. Também não se esqueça de guardar muito bem a senha doroot, pois se alguém descobrir, poderá destruir o sistema.
localhost /root :
é o local (diretório) onde você está no momento.
Modo usuário:
indica quem está usando a máquina, se é um usuáriocomum ou um superusuário. Veja:
# -
modo superusuário
$ -
modo usuário
LINHA DE COMANDO
Antes de vermos os comandos em si, é necessário saber o que éLinha de Comando. Trata-se de um modo de trabalho com caracteres,onde você digita o comando e o executa pressionando "Enter" noteclado. Mas você também pode usar uma linha de comando em um
 
Linux - Shell
 
Comandos Básicos
Por: Douglas M. Pereira & Fernando A. Santos Página 2
ambiente gráfico. Se você usar o KDE, por exemplo, pode procurar oaplicativo KDE Terminal para abrir uma janela com linha de comando.No caso do Gnome, procure em
Aplicativos
Sistema
Console.
I
ssovaria de acordo com a versão/distribuição do seu Linux.
OS COMANDOS BÁSICOS:
Vejamos agora os comandos básicos do Linux em ordem deaprendizado didático, seguido de uma breve explicação:‡
mtools:
permite o uso de ferramentas compatíveis com DOS. Apósdigitar o comando, você verá que todo comando do DOS terá umM na frente.‡
(man - comando) --man:
mostra o arquivo de ajuda do comandoque você digitou e suas variáveis ;quando houver dúvida do quefazer ou o que digitar, o comando man lhe dará o suportemostrando qual é o comando ideal.
‡
ls:
lista os arquivos e diretórios da pasta (D
IR 
no DOS);
‡
clear:
limpa a tela (CLS no DOS);
‡
cd <caminho> :
entra em um diretório (igual ao DOS);Ex:root@luiz /]# se digitarmos cd /home ele abre o diretório[root@luiz home]#‡
cd:
vai direto para o diretório raiz do usuário conectado; se nãohouver mais nenhum comando e mostra o diretório atual.‡
\:
abre uma linha de comando "livre", onde você pode digitar umcomando extenso‡
pwd:
mostra o diretório atual e o caminho. Ex.:[root@luiz castro]# pwd/home/castro
‡
cat:
igual ao TYPE no DOS; permite ao usuário visualizar oconteúdo de um arquivo
‡
df:
Mostra as partições usadas ou livres do HD;[root@luiz root]# df Sist. Arq. 1K-blocos Usad Dispon. Uso% Montado em/dev/sda10 11906740 1215824 10086072 11% //dev/sda9 5036284 34804 4745648 1% /home
 
Linux - Shell
 
Comandos Básicos
Por: Douglas M. Pereira & Fernando A. Santos Página 3
‡
|
more:
lista o arquivo com pausa de linha em linha (exemplo: CATleiame |more)
‡
free:
mostra a memória do computador (MEM no DOS);Ex:[root@luiz root]# freetotal used free shared buffers cachedMem: 514736 277836 236900 0 13992 155024-/+ buffers/cache: 108820 405916Swap: 819272 0 819272
‡
lpr:
imprime um arquivo (exemplo: lpr arquivo);
‡
lpq:
mostra o status da fila de impressão;
‡
lprm:
remove trabalhos da fila de impressão;‡
shutdown:
desliga o computador:
shutdown -r now :
reinicia ocomputador;
shutdown -h now :
desliga o computador (sódesligue quando aparecer escrito "system halted" ou algoequivalente);
OBS.:
O
OW 
pode ser mudado.
Por exemplo:
shutdown -r +10
e o sistema irá reiniciar daqui a 10 minutos).‡
eboot:
reinicia o sistema instantaneamente (pouco recomendável,preferível shutdown -r now). Use somente em emergências;‡
startx:
inicia a interface gráfica padrão; ao digitar o comandostartx em modo texto ele muda rapidamente para o modo gráficocom visualização amigável.
‡
kde:
I
nicia a
I
nterface gráfica K Desktop Enviroment;
‡
mkdir:
cria um diretório (MD no DOS);‡
rmdir:
destrói um diretório VAZ
I
O (
D no DOS)‡
rm:
apaga um arquivo (DEL no DOS);‡
rm ±r:
apaga um diretório‡
who:
mostra quem está acessando o sistema‡
wc:
conta à quantidade de:
wc -c arquivo : quantidade de byteswc -w arquivo : quantidade de palavraswc -l arquivo : quantidade de linhas
;‡
date:
mostra data e hora. Ex:Qui Dez 8 21:38:17 B
ST 2005

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->