Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
84Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
AS ORIGEM JUDAICAS SEFARADITAS BRASILEIRAS - JUDEUS BRASILEIROS

AS ORIGEM JUDAICAS SEFARADITAS BRASILEIRAS - JUDEUS BRASILEIROS

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 12,579|Likes:
Published by Yaakov Benlev

More info:

Published by: Yaakov Benlev on Apr 07, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/03/2014

pdf

text

original

 
Sarará
era o termo usado para os mestiços existentes no Brasil Colônia antes da vinda da coroa portuguesa.Antes da coroa portuguesa vir para o Brasil existia uma grande tolerancia dos holandeses para com outrospovos que vieram igualmente habitar no Brasil.Os mouros árabes (termologia usada para judeus sefaraditas (os judeus árabes ou ibéricos) e também paraÁrabes de origem mulçumana propriamente ditos.Isso por que esses povos foram perseguidos pela inquisição católica, tiveram que conviver em umacomunidade unida e repleta de medo, já que se suas crenças fossem reveladas seriam mortos e suas famíliastorturadas. Cerca de 90% dos perseguidos na inquisição eram Judeus sefaradim ou sefaraditas o restanteestava bem dividido entre outros árabes (semitas, ou filhos de shem), gays, ciganos, magos (essa classe eramuito difícil de ser designada já que os judeus também eram considerados magos, devido alguns costumes etradições).Os primeiros mestiços do Brasil foram resultado da mistura dessas diversas classes e já que já erammarginalizados não demorou muito para no Brasil se tornar comum à mistura das diferentes raças. É Bemcomum hoje ver entre os sefaraditas, Judeus de pele clara e de cabelo encrespado e crespo. Grandesexemplos de sefaraditas são Shlomo AMAR Ravino Sefaradita e Nessim Gaon, . Alguns Judeus marroquinose outros sefaraditas, têm até a pele morena.Outro termo bem usado para esses mesmos influenciadores dos povos que receberam os sefarad é Moreno.Segundo algumas famílias sefaraditas Pernambucanas e Gaúchas, esse é o grande motivo de seus membrosherdarem um forte preconceito, nem sempre associado ao racismo, em relação à mistura de raças. Mesmosendo eles aparentemente mestiços. Essa seria uma "proteção", pois não poderiam assumir sua identidadejudaica devido à inquisição. Isso acabou se tornando uma tradição e mesmo sem revelar sua identidadepreservou até hoje muitas famílias, que mesmo não sabendo sua história preservam entre suas famílias ascaracterísticas do povo judaico.Parte dos Cripto-judeus que estão ainda escondidos devido à mistura de crenças e a grande desconfiança erancor que ainda guardam tradicionalmente entre suas famílias, especialmente para com os azkenazi (grupoÉtnico judaico que carrega fortes características alemães). Os cripto-judeus preferem estudar entre si epreferem não se envolver nas questões mais políticas. O movimento cripto-judeu de retorno parece serigual dentro das comunidades e também entre as famílias em estudos sempre paralelos.Fonte: "http://pt.wikipedia.org/wiki/Sarar%C3%A1_(termo)"Fonte: http://bneianussim.wordpress.com
 
 
AS ORIGEM JUDAICAS DA FAMÍLIA ALMEIDAA FAMILIA ALMEIDAAlmeida é sobrenome de comprovada origem judaica sefaradim e anussim. foi adotado pelos judeusque viviam na região denominada de Espanha Muçulmana, que compreendia os territórios dapenínsula Ibérica que ficaram em poder dos árabes e mouros do século VII ao século XV, sendo poreste motivo que tal sobrenome apresenta sua origem na língua árabe.Eles adquiriram tal forma e foi adotado por uma antiga família judaica sefaradita,como um tipo dedisfarce a fim de seus membros escaparem das perseguições da futura inquisição da igreja católica;e por conta diste , de fato, poucos membros da família Almeida caíram nas garras da diabólicainquisição.O disfarce adotado consistiu no fato dessa família transliterara seu sobrenome árabe Al Beytar,aproveitando do fato de que tanto em árabe como em hebraico e aramaico, línguas de amploconhecimento dos judeus, ocorrerem o mesmo fenômeno que acontece nas línguas portuguesa eespanhola em se trocar M por B, bem como B por V.Por isso eles associaram o seu sobrenome árabe Al Beytar a localidade portuguesa de Almeida,dando a entender as autoridades inquisitórias que sua família era de origem cristã velha, e nãomoura nem judaica, quando de fato, seus membro eram secretamente judeus sefaradim.A origem da formação desse sobrenome do ponto de vista lingüístico esta associado ao fato de queela e formada pela junção da partícula árabe '' AL'', que corresponde aos artigos '' A,O,AS, OS'', nalíngua portuguesa, mais a palavra árabe ''BEYTAR'', que dependendo da origem da pessoa que opronúncia também admite as variantes BEYDA e MEYDA. Na língua árabe , essas palavrassignificam BRANCO, no sentido de cor da pele.
 
Sendo tal apelido de família adotado pelos judeus ibérico por três motivos, o primeiro era para que aoutilizar tal sobrenome, o mesmo indicaria uma forma de contraste da cor da pele deles, que emborasendo semitas também, tinham adquirido, através de casamentos mistos com cristãos velhos, umatonalidade mais clara que a de seus primos árabes que ocuparam a região da península Ibérica naqual eles viviam.O segundo motivo foi parar identificar o sobrenome hebraico original dessa família sefaradim. Enesse ponto, o árabe Beytar, Beyda ou Meyda, que significa Branco, em português, em hebraico seescreve HUR. Sendo Ben Hur, o sobrenome hebraico original da família Almeida.E essa antiga família israelita antiga também adotou tal apelido, como transliteração do nome dacidade ibérica fundada pelos judeus que se estabeleceram na península Ibérica ainda na época dorei Salomão. Essa cidade chamava-se MÉRIDA, e sobre a origem desta cidade espanholajuntamente com Granada , conforme explica o sábio judeu sefaradita Abram Ibn Daud teriam sidofundadas por descendentes das tribos de Judá e Benjamim, diz ele : '' Seus habitantes eramdescendentes de Judá e Benjamim, todos vindos de Jerusalém, a Cidade Santa, e não de aldeiasrurais!'' .Em resumo, os descendentes sefaraditas da antiga família Hur, adotaram o apelido de famíliaAlmeida, após esse ultimo sobrenome ter sofrido varias transformações lingüísticas, devido ao fatodeles viverem numa região da península ibérica que estava sob domínio árabe-muçulmano, emesmo foi adotado como uma tradução do hebraico Hur para o árabe Beytar, Byuda e Meyda, sendoque todos em português significam em português branco.Quanto à origem tribal israelita dessa família, examinando-se as Escrituras Sagradas, ficamossabendo que Hur, o ancestral mais remoto dessa família, foi um dos antigos príncipes da tribo deJudá da época da conquista da Palestina, ou melhor de Eretz Yisrael ( Terra de Israel). Foi ele quejuntamente com o Sumo Sacerdote Aarão (Aaron Cohen Ha Gadol), sustentou os braços de Moisés(Moshê Rabenu) na batalha de Refidim como se vê em Êxodo 17.10. Foi ele também juntamentecom Aaron Cohen Ha Gadol, que foram encarregados por Moshê Rabenu na direção do povo deIsrael, enquanto Moisés, esteve no Monte Sinai para receber as leis de D'us. E Também, segundo atradição judaica , ele era o marido de Miriam, a irmã de Moisés. Hur era filho de Calebe, o queneu, eEfrata, que era uma princesa da Casa de Judá, como se vê no I Crônicas 2: 19-20. E justamente porisso ele foi contado na descendência da tribo de Judá, sendo incluído na ilustre família dos Peretz ouPeres, da qual era oriundo da sua mãe. Hur teve três filhos que fundaram a cidades israelitas deQuiriate Jearim, Belém e Bete Gader.O terceiro motivo pelo qual o ramo da família sefaradita Ben Hur, que residia na EspanhaMuçulmana, adotou o apelido de família Al Beytar, que virou Al Meytar, que virou Al Meda; virandodepois Almeida, sendo todas essas variantes desse sobrenome que foram utilizadas largamente noperíodo de dominação moura, foi porque eles foram dotados como referência possivelmentetransliterada do hebraico da expressão Abi Betlém ou Aben Betlém ( que significam meu pai é deBelém e filho de Belém) que era o apelido de família utilizado pelo Hur, em Toledo, antes da invasãoárabe-muçulmana na península Ibérica, isso ainda na antiguidade sob o domínio romano. E por que

Activity (84)

You've already reviewed this. Edit your review.
BrunoRibeiro liked this
Silvia Cristie added this note
Shalom! Fantástico! Jamais havia passado algo assim pela minha cabeça. Encontrei Ferreira e Santos que vem da familia do meu pai, mas não achei Salles nem Gonçalves que é da família da minha mãe. E, pelo que já andei pesquisando Gonçalves também é judeu. Isso só me traz muito alegria, porque sempre tive profundo amor, admiração e respeito pelo povo judeu e agora infinitamente mais.
Thiago Canuto Ferreira added this note
Excelente pesquisa. Agradeço muito pelo esforço, pois pode ter me poupado anos de pesquisa sobre o meu sobrenome. Shalom!
luizaugustosn liked this
Silvia Cristie liked this
1 thousand reads
1 hundred reads
asdgoth liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->