Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
9Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Américas - Uma introdução histórica

Américas - Uma introdução histórica

Ratings: (0)|Views: 696 |Likes:
Published by William Machado

More info:

Categories:Types, Research
Published by: William Machado on Apr 08, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/06/2013

pdf

text

original

 
)
©
Luiz'Koshiba DenizeManziFrayzePereira
Copyrighsdestaedição:
SARAIVAS.A.
LivreirosEditores,
SãoPaulo,2001- Av.MarquêsdeSãoviccnte,1697-BarraFunda 01139-904-oPaulo-SP Fone:
(O""
11)3613-3000 Fax:(Oxx11)3611-3308-Faxvendas:(OKXI1)3611-3268 www.editorasaraiva.com.br Todososdireitosreservados.
DadosInternacionaisdeCatalogaçãonaPublícaçãe(CIP)
(CâmaraBrasileiradoLivro,SP,Brasil) Koshiba.Luiz,1945- Américas:umaintroduçãohistórica
I
LuizKoshiba.
DeniseManziFraysePereira.-SãoPaulo:
Atual.
1992
Bibliografia ISBN85·7056-243-8 1.América-História
J.
Pereira.DeniseManziFrayze.11.Título. 92-2479CDD-970.01
Índicesparacatálogosistemático:
1.América:História970.0
I
AMÉRICAS
Umaintroduçãohistórica
Editora;
BárbaraFerreiraArena
Editordecampo;
WilsonRobertoGambeta
CoordenadoraEditorial:
SandraLuciaAbrano
AssistenteEditorial:
CamilaJorge
Chefedepreparaçãodetextoerevisão:
NoéRibeiro
Preparaçãodetexto:
SilvanaVieíra
Revisares:
AliceKobayashilMagnaReimbergTeobaldoe VeraLúciaPereiraDellaRosa
ChefedeArte:
ZildoBraz
Coordenadoradearte:
ThaísdeB.F.Motta
Assistentesdearte:
LuBevilacquaGhion(diagramação),RicardoYorioe RosiMeireMartinsOrtega
GerentedeProdução:
AntonioCabello
Q.
Filho
Coordenadora
de
Produção:
SilviaReginaE.Almeida
José
RogérioL.deSimoneeMaurícioT.deMoraes
ProjetoGráfico:
ZildoBraz
Capa:
Zeflávio
Teixeira
Cartografia:
SôniaRegina
Vaz
Composão:
Paika
RealizaçõesGráficasLtda.
Fotallto:
Potosct Visitenosso
site;
www.atualcditora.com.br Centraldeatendimentoaoprofessor.(Oxxll)3613-3030
LuizKoshiba
MestreedoutoremHistóriapelaUSP ProfessordeHistóriadaUNESP
D.eniseManziFrayzePereira
LicenciadaebacharelemHistóriapelaUSP ProfessoradaEscolaN.S.dasGraças
,
E
IC.L
Umaintroduçãohistórica
;(,2~Edição
Á&}I.,t,,;[ó
2.<.:t.;~"._1O~
reimpressão
,hh·::lf....
1)4
Af~id'p.iÇ/~
L,~'-Íl'.fV,~
·1C(
O~
/0
..J
q~']
.,.J
.u..
\li1
l,
bS
@
AJUA.L
EDITORA
 
atravésdeummeridianosituado370mi- lhasnáuticasaoestedasilhasdeCabo Verde.Opaparesolvia,assim,maisumcon- flitoentresoberanoscristãos. Masamediaçãodopapaemconflitos territoriaissemelhantesnuncahaviaen- volvidoumterritóriodotamanhoda América.Eissotrouxenovosproblemas, jáqueoutrossoberanosnãoconsideravam lidasasbulaspapais.Estasafinalveda- vamaelesoacessoàsriquezasdoNovo Mundo.Ficoufamosaadeclaraçãode Francisco
1,
reidaFrança,quedisse:"O solbrilhaparamimcomoparaosdemais. Gostariadesaberqualacláusuladotesta- mentodeAdãoquemeexcluidapartilha domundo". AAméricanãoeraumaterrainabita- da.Ospovosqueaquisehaviaminstala- dohámilêniosnãoforamconsultados. ComquedireitoaCoroaespanholadecla- rava-sesenhoradestasterras? Osespanhóisestavamdivididosnessa questão.Teólogosejuristascomeçaram adiscutirsobreanaturezadopoderpa- pal.Parauns,opapanãotinhapoderes paraconcederaoreiterrashabitadas, mesmopelospaos,poisaelecompetia pronunciar-seapenassobrequestõesespi-.\
31(3)
AAMÉRICAESPANHOLA
o
Trabalhona AméricaEspanhola
A
missãoreligiosa.Emmeadosdosécu- loXVosportuguesesJ1a"viamrealizado importantesdescobrimentosmatimos nacostaocidentaldaÁfrica.E,comoera costumeentreoscristãos,desdeaIdade Média,aCoroaportuguesasolicitoue obteve,em1455,dopapaNicolauV, umabulaqueasseguravaodoniodo caboBojadoràGuiné,incluindoasilhas adjacentes. Algunsanosdepois(1492),Colombo chegouàAmérica.Osreiscatólicosproce- deramdomesmomodoqueosportugue- ses,obtendodopapaAlexandreVI,em 1493,cincobulasqueIhesconcediamdi- reitossobreasterrasdescobertasepor descobrir. Osportuguesesreagiram,alegandoque asilhasdescobertasporColombositua- vam-senodomíniodeles,conformeabu- lade1455.Pararesolveracontenda,autoridades portuguesaseespanholasnegociaram umacordoqueresultou,finalmente,no TratadodeTordesilhas(1494).Foiestabe- lecidoumlimiteentreosdoisdonios
 
rituaisoureligiosas.Paraoutros,asobe- raniadopontíficeinclatambémassun-tosoreligiosos,ouseculares.queher-daraessepoderdiretamentedeCristo,ecomoseurepresentantenaTerrapodiatransferirtalsoberaniaaoreidaEspanha. Apesardasdiscórdias,numponto,po-rém,todosestavamdeacordo.OreidaEspanhaouqualqueroutroemseulugarjustificariaapossedasterrasamerica-nassetivessecomoobjetivosupremoacristianizãodospovos.Umexemplo,entretantos,encontramosnasseguintespalavrasdePeroVazdeCaminha,escri-odaarmadadeCabral,aodirigir-sea D.Manuel,reidePortugal,acercadater-raqueseriafuturamenteoBrasil:"Omelhorfrutoquedelasepodetirarmeparecesalvarestagente.EestadeveseraprincipalsementequeVossaAltezaemeladevelaar".Mesmoporque,acres-centaele,seDeus"poraquinostrouxe,creioqueofoisemcausa".OEstadoeaIgreja.Esseesritomissio-riárioqueseobservaemCaminhaera
o
Estado,aIgrejaeosconquistadores:afoadosinteressesmateriaissobrearesisnciadospovosamericanos:
32
umaherançadaprofundareligiosidade dohomemmedieval,aindamuitoviva noiníciodostemposmodernos.Pom,desdeaBaixaIdadedia(sé-culosXI-XV)umagigantescatransforma-çãoestavaemcursonaEuropa,devidoaodesenvolvimentoextraordináriodoco-rcio.QuandoColombochegouàAmé-rica,ocomércioeraumadasprincipaisatividadeseconômicasdaEuropa-senãoamaisimportante.Portodaparteoscomerciantes(ouburguesia)exerciamfebrilmentesuaatividade.AIgreja,entretanto,comtodasuatra-dição,otinhamuitasimpatiapelosco-merciantes,cujoobjetivoeraolucroeoacúmuloderiqueza.ParaaIgreja,abur-guesiaeradominadapelopecaminosoes-ritodacobiça.Ochoqueentreaféeacobiçavividopeloscrisostornou-seexplícito,eparti-cularmenteagudo,naAmérica.Aqui,arealidadedospovosquedesconheciamocristianismoestimulavaacobiçadosespa-nhóis.Estesopensavamnoutracoisaqueooenriquecimentopido,mes-mo
à
custadoempregodaviolência.AIgreja,comoapoiodoEstado,vianaAméricaapenasamissãocristianizado-radospaos.Salvaraalmadospovosamericanospareciaser,paraambos,aprincipalmissãoasercumprida.Enisso,pelomenosemteoria,todosestavamdeacordo.Desdeoprincipio,pom,aAméricasuscitouproblemaspráticosqueoen-contrariamsoluçãonasmotivaçõesexclu-sivamentereligiosas.Antesdemaisnada,oreidaEspanhaprecisavagarantirapos-sedaterra,oqueimplicavaaobtençãodenovosrecursosparacobrirosgastosnecessários.Oreiimaginouqueaprópriaexploraçãodasterrasamericanasseriasu-ficienteparatanto.Contudo,asfeitoriasestataisfundadasporColombooderamoresultadoespe-rado.EssasfeitoriasdecomérciodeveriamreceberoouroamealhadonasAntilhas,oqual,noentanto,esgotou-serapidamen-te.Aextrãodasjazidasexigiaconheci-mentotécnicoeinvestimentos.Poressarao,osreiscalicosabri-ramasportasdaAméricaparaainiciati- vaprivada,autorizandoarealizãodetrocascomosnativoseaexplorãodaterraembuscadejazidasdeouro.Assim,oEstadodesistiudosempreendimentosdiretos,sobsuasordens,parafixarseus interessesnocontroleadministrativo,afimdegarantiraarrecadaçãodeimpostos.Umaveztomadoessecaminho,oEsta-doviu-seobrigadoafazerconcesesàiniciativaprivada,estimulandoatransfe- nciaparaaAricadeummeroca-davezmaiordeinteressados.Oscolonizadoreseasformasdetrabalho.Osespanhóisqueaquidesembarcaramti-nhamporobjetivoorápidoenriquecimen-to.Portanto,estavammotivadosessencial-mentepelacobiçadebensmateriais.Taldisposiçãoharmonizava-seempartecomapolíticafiscaldoEstado,emborasecho-cassecomseuesritomissiorio.Sen-doareligiãoofundamentodalegitimida-dedoEstado,estenãopoderiacortarseusnculoscomaIgreja.Osprópriosconquistadoreserampro-fundamentecrisos,masentendiamare-ligiãoeseupapelnaAricademanei-radiferentedaquedefendiaaIgreja.Pa-raesta,aevangelizaçãodosnativosdeve-riasercolocadaacimadetudo.Oscon-quistadoresnãodiscordavam,pomargu- mentavamqueaobramissioriaseriarealizávelmedianteoapoiomaterial. Emsuma,aperguntaessencialeraa seguinte:dever-se-iaprimeiroexplorar osnativosparacristianizá-losoucristiani-
zá-los
semexplorá-los?Naprática,paraosconquistadores,aquesoeconômicavinhaemprimeirolugar.Porisso,oschoquesentreoscolonoseaIgrejatornaram-seinevitáveis.
À
quesoescravista.Oconflitoapareceucomtodaaintensidadeeclarezaquandoaquesoescravistafoicolocada.Parafazerfrenteàsdespesas,Colorn-bodespachoualgunsnativosparaseremvendidoscomoescravosnaEspanha.Noinício,osreiscalicosconcordaram,es-perandoquecomavendapudessemlevan-tarfundosparafinanciaraexploração doNovoMundo-entãoentregueaoco- mandododescobridor.Pom,em1500,emraodepare-ceresdejuristaseteólogosespanhóis,osreiscalicossuspenderamotráficonas- centeedeclararamlivresospovosameri- canos.Deixaramclaroqueeramcont- riosaqualquerdanoàspessoaseaosbensdosnativos.Essadecisão,entretanto,tevetambém umarazãopotica.Desde1495,quando foiconcedidaapermissãooficialparaa iniciativaprivadaatuarnaArica,oacessoào-de-obradosnativosnãofo- raobjetoderegulamentação. Contudo,deixarocaminholivrepara aescravizaçãosignificavacolocarentre oreieaAméricaafiguradoconquista- dor.Dispondolivrementeda
mão-de-obra
escrava,osconquistadorestornar-se-iam excessivamentepoderososeindependen- tesdaEspanha. Restringiraescravidãodeclarandoli-vresosnativosequivalia,portanto,asu- jeitaràautoridaderealosqueatuavam porcontapróprianaAmérica.
A"guerrajusta".
Aproibiçãototalda escravidão,entretanto,deixariaoscon- quistadoressemmeiosparamanterascon- quistaseassegurarapossedaterra.Por essemotivo,aproibiçãodiziarespeito aosnativosquehaviamsidosubmeti-dosaodomínioespanhol,enãoaosqueresistiamdearmasempunho
à
dominação. Nascia,dessemodo,aidéiada"guer- rajusta",praticadacontraaspopulações hostis,cujoscativoseralegalmentepermi-tidoescravizar.Comoeraprevisível,taisregulamenta- çõesforaminsuficientesparaimpedirabu- sos.Paraevitarque,sobfalsaalegão de"guerrajusta",osnativos.fossemes- cravizados,oreiestabeleceuem1513 umcririoparadefiniroquesedeviaen- tenderpor"guerrajusta". UmjuristaespanholchamadoPacios biosredigiuumdocumentoconhecidocomo
Requerimiento,
noqualexpunhaacriaçãodomundoedohomemsegundo ocristianismo,declarandoaindaquea
33@

Activity (9)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Frank Gomes liked this
Sumaia Silva liked this
Roger Sildefar liked this
Lavinya Caroline liked this
Julio Zulu liked this
denisecvarine liked this
denisecvarine liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->