Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
25Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Apostila de Fotografia Digital Atual 2011

Apostila de Fotografia Digital Atual 2011

Ratings: (0)|Views: 1,953|Likes:
Published by Zé Luiz Cavalcanti

More info:

Categories:Topics, Art & Design
Published by: Zé Luiz Cavalcanti on Apr 12, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/11/2013

pdf

text

original

 
 1
Breve História da Fotografia
Podemos dizer que a fotografia surgiu com o fenômeno de produção deimagens pela passagem de luz atravésde um pequeno orifício, princípio peloqual se baseia a câmara escura. Cercade quinhentos anos antes de Cristo, ochinês Mo Tsu já conhecia o princípioóptico da câmara escura. Mas há quematribua a responsabilidade pelo únicodos comentários esquemáticos dacâmara escura ao filósofo grego Aristóteles que viveu nos anos 400 AC. Mas, quemmelhor descreveu, durante a Renascença, a câmara escura foi Leonardo da Vinci(1452/1519), que faria significativas observações científicas em seu livro de notas,divulgado apenas no século XVIII. Leonardo da Vinci, além de descobrir que erapossível visualizar a imagem de um objeto sobre uma superfície plana através dautilização de uma câmara escura e um pequeno orifício mostrou que esta imagem seformava invertida de cima para baixo e quanto menor o orifício, maior a definição daimagem.Embora o fenômeno da câmara escura fosse conhecido na Europa desdeo século XIII, não havia qualquer aplicação prática para ele. Isso só aconteceuquando à máxima da reprodução das imagens da natureza passou a ser umapreocupação corrente entre os artistas. O que se vê, durante e após o século XVI, éo desenvolvimento de câmaras escuras servindo para auxiliar os artistas no registrodas imagens.A primeira fotografia a ser considerada como tal, ou seja, uma imageminalterável, produzida pela ação direta da luz,foi feita por Joseph Nicéphore Niepce. Apósdez anos de experiências, 1826, ele conseguiuenfim reproduzir a vista da janela de sua casa.Para isso, usou uma exposição que durou oitohoras. Apesar da grande importância do feitode Niepce para a fotografia, seu sistema era inadequado para fotografia comum.Descoberta decisiva veio em 1835, quando Louis Daguerre guardou por descuido
 
 2
uma chapa revestida com prata e sensibilizada com iodeto de prata, em um armário.Ao abri-lo, no dia seguinte, encontrou sobre a chapa uma imagem revelada. Com avenda de sua descoberta para o governo francês, não pararam de surgir osaperfeiçoamentos.Foi um inglês, Fox Talbot, que inventou, por volta de 1840, o primeirosistema simples para produção de um número indeterminado de cópias a partir dachapa exposta. Desta forma, surgirá às verdadeiras bases para o desenvolvimentoda fotografia. Em 1851, a calotipia, método de Talbot, foi substituído pelo processode colódio úmido, inventado por Frederick Scott. Com esse sistema, nasceu àfotografia temática, área na qual se destacam a fotos feitas por Roger Fentondurante a Guerra da Criméia e por Mathew Brady na Guerra de Secessão nosEstados. No final da década de 70, a própria chapa úmida tornou-se obsoleta.Assim, deu lugar a chapa de gelatina, inventada por Richard Maddox. Não haviamais necessidade de untar as chapas antes da exposição ou de revelá-lasimediatamente depois. A chapa seca de gelatina simplificou a técnica fotográfica erevolucionou o desenho das câmeras, reduzindo o equipamento ao mínimoindispensável usado até hoje. Nas duas décadas seguintes, o mercado foi invadidopor câmeras de todos os tamanhos e formatos.
A Descoberta da Fotografia no Brasil
Hércules Florence francês de Nice chegou ao Brasil em 1824. Durantequase 50 anos, viveu na vila de São Carlos, Campinas, interior de São Paulo.Morreu em 1879, depois de dedicar sua vida a várias invenções. Isolado edesconhecendo o que realizaram seus contemporâneos europeus, Niépce, Daguerree Talbot, Florence obteve a impressão fotográfica em 1832, reproduzia imagens pelaluz do sol. No ano, seguinte, Florence fabricou sua própria câmera escura, cujofuncionamento já conhecia, utilizando uma lente de óculos no lugar do orifício, e umespelho dentro da câmera. Como matéria sensível, usou um papel sensibilizado comnitrato de prata. Florence deixou este conjunto sobre a cadeira durante horas,conseguindo registrar a imagem da janela para a qual a câmera estava direcionada.Descobriu-se que ele, também, conseguia reproduzir, em séries, diplomasmaçônicos e rótulos de produtos farmacêuticos. Outra invenção dada a Florence é a
 
 3
palavra photographie, tradicionalmente atribuída ao astrônomo e químico inglêsJohn Herschell, que só teria adotado em 1839/1840.
O Surgimento da Fotografia Digital
A fotografia digital, como todas as novas tecnologias, é embrionária daGuerra Fria, mais especificamente no programa espacial norte-americano. Asprimeiras imagens sem filme registraram a superfície de Marte e foram capturadaspor uma câmera de televisão a bordo da sonda Mariner 4, em 1965. Eram 22imagens em preto e branco de apenas 0,04 megapixels, mas que levaram quatrodias para chegar à Terra.O CCD, primeiro tipo de sensor usado na fotografia digital, foi inventado em1969, nos laboratórios Bell. A primeira versão comercial chegaria ao mercado em1973, obra da Fairchild Imaging. Batizado de 201ADC capturava imagens de 0,01megapixels.Em 1975, a Kodak apresentaria o primeiro protótipo de uma câmera semfilme baseada no sensor CCD da Fairchild. O equipamento pesava quatro quilos egravava as imagens de 0,01 megapixels em fita cassete
uma a cada 23 segundos!No ano seguinte, a própria Fairchild, por sua vez, colocaria no mercado sua câmerade CCD, a MV-101
o primeiro modelo comercial da história.A primeira câmera digital seria a Fairchild All-Sky Camera, umexperimento construído na Universidade de Calgary, no Canadá, a partir do sensor201ADC mencionado acima. Diferente de todos os outros projetos de astrofotografiada época, quase todos baseados nesse mesmo sensor, a All-Sky tinha ummicrocomputador Zilog Mcz1/25 para processar as imagens acopladas, o que lhe
renderia o título de “digital”.
 Apesar do pioneirismo da Kodak e da Fairchild, quem daria às câmerassem filme (ainda não digitais) o status de produto de consumo seria a Sony, que em1981 anunciaria sua primeira Mavica, com preço estimado em US$ 12 mil. Oprotótipo, de 0,3 megapixels, armazenava até 50 fotos coloridas nos inovadoresMavipaks, disquetes de 2 polegadas precursores dos de 3½ atuais, tambéminventados pela Sony. Suas imagens, entretanto, eram similares às imagenstelevisivas estáticas.Fonte: Escola Focus de Fotografia
Profº Enio Leite

Activity (25)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Marcio Alves liked this
Ricardo Demathé liked this
Thiago Alfonzo liked this
Sara Lima liked this
Kcris Ramos liked this
edsonleal liked this
Luiza Najar liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->