Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
51Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
ETICA patinho feio 2 ano

ETICA patinho feio 2 ano

Ratings: (0)|Views: 15,875|Likes:

More info:

Published by: Tatiane Breyer Berwanger on Apr 14, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOCX, TXT or read online from Scribd
See More
See less

08/07/2013

pdf

text

original

 
PLANO DE AULATEMA: ética e cidadania.OBJETIVOS:· valorizar o conhecimento prévio do aluno, propondo o conhecimento ético;· estabelecer um melhor convívio com o grupo;· construir valores na escola e na sociedade;· iniciar um trabalho que envolve a ética como objeto de estudo;· relacionar a ética com os valores morais e a cidadania;· identificar os direitos das crianças através do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA);· refletir a importância do comportamento ético e do exercício da cidadania;· trabalhar as diferenças sociais.CONTEÚDOS:· textos: ética, cidadania, valores morais;· fábula ³O patinho feio´;· o cidadão brasileiro;· os direitos da criança e do adolescente.AÇÃO DIDÁTICA/METODOLOGIA/ATIVIDADESO início da aula começara através de uma introdução sobre o tema ética e cidadania, através de um seminário,formaremos um círculo para discutir as opiniões dos alunos. Logo após, trabalharei uma fábula para explicar oconteúdo e iremos ler os textos para relacionar a fábula com o tema ³ética´.Entregar os textos para ser explicados.O PATINHO FEIOEra uma vez... Uma patinha que teve quatro patinhos muito lindos, porém quando nasceu o último, a patinhaexclamou espantada:_ Meu Deus, que patinho tão feio!Quando a mãe pata nadava com os filhotes, todos os animais da quinta olhavam para eles._ Que pato tão grande e feio?Os irmãos tinham vergonha dele e gritavam-lhe:_ Vai-te embora, porque é por tua causa que toda a gente está a olhar para nós!Afastou-se tanto que deu por si na outra margem. De repente ouviram-se uns tiros. O Patinho Feio observou comoum bando de gansos se lançava em vôo. O cão dos caçadores perseguiu-o furioso.Conseguiu escapar do cão, mas não tinha para onde ir, não deixava de andar. Finalmente o inverno chegou. Osanimais do bosque olhavam para ele cheios de pena._ Onde é que irá o Patinho Feio com este frio? Não parava de nevar. Escondeu-se debaixo de uns troncos e foi alique a velhinha com um cãozinho o encontrou._ Pobrezinho! Tão feio e tão magrinho! E levou-o para casa.Lá em casa, trataram muito bem dele. Todos, menos um gatinho cheio de ciúmes, que pensava: ³Desde que estepatinho está aqui, ninguém me liga´.Voltou a primavera. A velha cansou-se dele, porque não servia para nada: não punha ovos e, além disso, comiamuito, porque estava a ficar muito grande.O gato então aproveitou a ocasião:_ Vai-te embora! Não serves para nada!A nadar chegou a um lago em que passavam dois belos cisnes que olhavam para ele. O Patinho Feio pensou que oiriam enxotar. Muito assustado, ia esconder a cabeça entre as asas, quando, ao ver-se refletido na água, viu nadamais, nada menos, do que um belo cisne que não era outro senão ele próprio.Os cisnes desataram a voar e o Patinho Feio fugiu atrás deles.Quando passou por cima da sua antiga quinta, os patinhos, seus irmãos, olharam para eles e exclamaram:_ Que cisnes tão lindos!
 
Moral da história: nem sempre o que importa é a aparência e sim o interior das pessoas.Comentar a fábula com as crianças e introduzir o tema ³Respeito às diferenças´, e também ³Ser ético é uma lição decidadania´.ÉTICAA ética é uma característica a toda ação humana, por esta razão, é um elemento vital na produção da realidadesocial. Todo homem possui um senso ético, uma espécie de ³consciência moral´, estando constantemente avaliandoe julgando suas ações para saber se são boas ou más, certas ou erradas, justas ou injustas. A ética possui normas,regras e valores, ela visa estabelecer os comportamentos morais.CIDADANIAA história da cidadania confunde-se em muito com a história das lutas pelos direitos humanos. A cidadania esteve eestá em permanente construção; é um referencial de conquista da humanidade, através daqueles que sempre lutampor mais direitos, maior liberdade, melhores garantias individuais e coletivas, e não se conformam frente àsdominações arrogantes, seja do próprio Estado ou de outras instituições ou pessoas que não desistem de privilégios,de opressão e de injustiças contra uma maioria desassistida e que não se consegue fazer ouvir, exatamente por quese lhe nega a cidadania plena cuja conquista, ainda que tardia, não será obstada. Ser cidadão é ter consciência deque é sujeito de direitos. Direitos à vida, à liberdade, à propriedade, à igualdade, enfim, direitos civis, políticos esociais. Mas este é um dos lados da moeda. Cidadania pressupõe também deveres. O cidadão tem de ser cônsciodas suas responsabilidades enquanto parte integrante de um grande e complexo organismo que é a coletividade, anação, o Estado, para cujo bom funcionamento todos têm de dar sua parcela de contribuição. Somente assim sechega ao objetivo final, coletivo: a justiça em seu sentido mais amplo, ou seja, o bem comum diferenciando o certodo errado tendo ética.VALORES MORAISOs valores morais são juízos sobre as ações humanas que se baseiam em definições do que é bom/mau ou do que éo bem/o mal. Eles são imprescindíveis para que possamos guiar nossa compreensão do mundo e de nós mesmos eservem de parâmetros pelos quais fazemos escolhas e orientamos nossas ações. Os valores morais servemjustamente para orientar as pessoas no momento de escolhas e de construção de suas existências. O CIDADÃO BRASILEIRONo Brasil, considera-se um cidadão todo indivíduo dotado de direitos e deveres em uma sociedade. Entre os seusdireitos estão votar nos governantes que fazem as leis, ter acesso aos serviços públicos (por exemplo, hospitais eescolas), organizar-se livremente em associações, manifestar suas idéias religiosas e políticas, etc. Em troca, ocidadão tem deveres como pagar impostos e cumprir as leis.(Ciência Hoje das crianças)Conversar com os alunos sobre o ano político, votar é um dever de cidadania que devemos exercer, o voto é umdireito de todo cidadão acima de 16 anos, mas para votar as pessoas precisam de um documento chamado ³Títulode Eleitor´: mostrar o título para as crianças.Debater esse assunto.Explicação ³Ética e cidadania´ Desde cedo aprendemos a não mentir, roubar, cobiçar, aprendemos que isso não é ético.Mas o que é ética? É toda ação humana, e ter consciência entre o certo e o errado, entre o bem e o mal, e usar osvalores morais e respeitar os direitos de todos e cumprir seus deveres, ser cidadão e ter cidadania. É ter uma boaconduta perante a sociedade e ter princípios.Para que explicar ética na escola?
 
Ressignificar a prática docente atribuindo ao professor o papel de mediador, contribuindo certamente, para queessas premissas se tornem cada vez mais próximas da realidade, e valores morais e a educação sejam umaconstante na construção plena do cidadão e buscar sua autonomia no resgate da cidadania.É importante ressaltar ao aluno que existem vários tipos de ética e todas elas têm o mesmo significado saber o queé certo ou errado, e valores morais são os bons costumes que aprendemos.Lembrar que devemos ter esses bons costumes perante a escola, na comunidade, na família.CIDADANIAÉ a participação social e política. É o exercício dos direitos e dos deveres. É a adoção de atitudes corretas no dia-a-dia, tais como solidariedade, cooperação, respeito aos outros. É viver dignamente, respeitando a si e ao outros, enão concordar com as injustiças.Cidadania é o direito de:1. morar decentemente;2. estudar;3. ter lazer;4. ter atendimento necessário nos problemas de saúde.É ter dever de:1. não jogar lixo na rua.2. não quebrar o orelhão;3. ser solidário com as pessoas carentes;4. respeitar as leis.OS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE· direito à vida;· direito à alimentação;· direito à educação;· direito ao respeito;· direito à dignidade;· direito à saúde;· direito à liberdade;· direito à convivência familiar e comunitária;· direito à profissionalização;· direito à cultura;· direito ao lazer.De acordo com o artigo 227 da Constituição Federal e do artigo 4º do Estatuto da Criança e do Adolescente.ATIVIDADES1) Construir um acróstico com os alunosEssencial noTrabalho educacional respeitando oIndivíduo, visando o bemComum, levando aApropriar-se de valoresEvidenciando oConhecimentoIndispensável ao crescimento pessoal, agindoDemocraticamente, respeitando

Activity (51)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Wesley Campos liked this
Marc Os Alves liked this
Marc Os Alves liked this
Hugo Bonifácio liked this
Monica Malta liked this
Sónia Coelho liked this
Natali Morais liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->