Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
51Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
ETICA patinho feio 2 ano

ETICA patinho feio 2 ano

Ratings: (0)|Views: 8,474|Likes:

More info:

Published by: Tatiane Breyer Berwanger on Apr 14, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/07/2013

pdf

text

original

 
PLANO DE AULATEMA: ética e cidadania.OBJETIVOS:· valorizar o conhecimento prévio do aluno, propondo o conhecimento ético;· estabelecer um melhor convívio com o grupo;· construir valores na escola e na sociedade;· iniciar um trabalho que envolve a ética como objeto de estudo;· relacionar a ética com os valores morais e a cidadania;· identificar os direitos das crianças através do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA);· refletir a importância do comportamento ético e do exercício da cidadania;· trabalhar as diferenças sociais.CONTEÚDOS:· textos: ética, cidadania, valores morais;· fábula ³O patinho feio´;· o cidadão brasileiro;· os direitos da criança e do adolescente.AÇÃO DIDÁTICA/METODOLOGIA/ATIVIDADESO início da aula começara através de uma introdução sobre o tema ética e cidadania, através de um seminário,formaremos um círculo para discutir as opiniões dos alunos. Logo após, trabalharei uma fábula para explicar oconteúdo e iremos ler os textos para relacionar a fábula com o tema ³ética´.Entregar os textos para ser explicados.O PATINHO FEIOEra uma vez... Uma patinha que teve quatro patinhos muito lindos, porém quando nasceu o último, a patinhaexclamou espantada:_ Meu Deus, que patinho tão feio!Quando a mãe pata nadava com os filhotes, todos os animais da quinta olhavam para eles._ Que pato tão grande e feio?Os irmãos tinham vergonha dele e gritavam-lhe:_ Vai-te embora, porque é por tua causa que toda a gente está a olhar para nós!Afastou-se tanto que deu por si na outra margem. De repente ouviram-se uns tiros. O Patinho Feio observou comoum bando de gansos se lançava em vôo. O cão dos caçadores perseguiu-o furioso.Conseguiu escapar do cão, mas não tinha para onde ir, não deixava de andar. Finalmente o inverno chegou. Osanimais do bosque olhavam para ele cheios de pena._ Onde é que irá o Patinho Feio com este frio? Não parava de nevar. Escondeu-se debaixo de uns troncos e foi alique a velhinha com um cãozinho o encontrou._ Pobrezinho! Tão feio e tão magrinho! E levou-o para casa.Lá em casa, trataram muito bem dele. Todos, menos um gatinho cheio de ciúmes, que pensava: ³Desde que estepatinho está aqui, ninguém me liga´.Voltou a primavera. A velha cansou-se dele, porque não servia para nada: não punha ovos e, além disso, comiamuito, porque estava a ficar muito grande.O gato então aproveitou a ocasião:_ Vai-te embora! Não serves para nada!A nadar chegou a um lago em que passavam dois belos cisnes que olhavam para ele. O Patinho Feio pensou que oiriam enxotar. Muito assustado, ia esconder a cabeça entre as asas, quando, ao ver-se refletido na água, viu nadamais, nada menos, do que um belo cisne que não era outro senão ele próprio.Os cisnes desataram a voar e o Patinho Feio fugiu atrás deles.Quando passou por cima da sua antiga quinta, os patinhos, seus irmãos, olharam para eles e exclamaram:_ Que cisnes tão lindos!
 
Moral da história: nem sempre o que importa é a aparência e sim o interior das pessoas.Comentar a fábula com as crianças e introduzir o tema ³Respeito às diferenças´, e também ³Ser ético é uma lição decidadania´.ÉTICAA ética é uma característica a toda ação humana, por esta razão, é um elemento vital na produção da realidadesocial. Todo homem possui um senso ético, uma espécie de ³consciência moral´, estando constantemente avaliandoe julgando suas ações para saber se são boas ou más, certas ou erradas, justas ou injustas. A ética possui normas,regras e valores, ela visa estabelecer os comportamentos morais.CIDADANIAA história da cidadania confunde-se em muito com a história das lutas pelos direitos humanos. A cidadania esteve eestá em permanente construção; é um referencial de conquista da humanidade, através daqueles que sempre lutampor mais direitos, maior liberdade, melhores garantias individuais e coletivas, e não se conformam frente àsdominações arrogantes, seja do próprio Estado ou de outras instituições ou pessoas que não desistem de privilégios,de opressão e de injustiças contra uma maioria desassistida e que não se consegue fazer ouvir, exatamente por quese lhe nega a cidadania plena cuja conquista, ainda que tardia, não será obstada. Ser cidadão é ter consciência deque é sujeito de direitos. Direitos à vida, à liberdade, à propriedade, à igualdade, enfim, direitos civis, políticos esociais. Mas este é um dos lados da moeda. Cidadania pressupõe também deveres. O cidadão tem de ser cônsciodas suas responsabilidades enquanto parte integrante de um grande e complexo organismo que é a coletividade, anação, o Estado, para cujo bom funcionamento todos têm de dar sua parcela de contribuição. Somente assim sechega ao objetivo final, coletivo: a justiça em seu sentido mais amplo, ou seja, o bem comum diferenciando o certodo errado tendo ética.VALORES MORAISOs valores morais são juízos sobre as ações humanas que se baseiam em definições do que é bom/mau ou do que éo bem/o mal. Eles são imprescindíveis para que possamos guiar nossa compreensão do mundo e de nós mesmos eservem de parâmetros pelos quais fazemos escolhas e orientamos nossas ações. Os valores morais servemjustamente para orientar as pessoas no momento de escolhas e de construção de suas existências. O CIDADÃO BRASILEIRONo Brasil, considera-se um cidadão todo indivíduo dotado de direitos e deveres em uma sociedade. Entre os seusdireitos estão votar nos governantes que fazem as leis, ter acesso aos serviços públicos (por exemplo, hospitais eescolas), organizar-se livremente em associações, manifestar suas idéias religiosas e políticas, etc. Em troca, ocidadão tem deveres como pagar impostos e cumprir as leis.(Ciência Hoje das crianças)Conversar com os alunos sobre o ano político, votar é um dever de cidadania que devemos exercer, o voto é umdireito de todo cidadão acima de 16 anos, mas para votar as pessoas precisam de um documento chamado ³Títulode Eleitor´: mostrar o título para as crianças.Debater esse assunto.Explicação ³Ética e cidadania´ Desde cedo aprendemos a não mentir, roubar, cobiçar, aprendemos que isso não é ético.Mas o que é ética? É toda ação humana, e ter consciência entre o certo e o errado, entre o bem e o mal, e usar osvalores morais e respeitar os direitos de todos e cumprir seus deveres, ser cidadão e ter cidadania. É ter uma boaconduta perante a sociedade e ter princípios.Para que explicar ética na escola?
 
Ressignificar a prática docente atribuindo ao professor o papel de mediador, contribuindo certamente, para queessas premissas se tornem cada vez mais próximas da realidade, e valores morais e a educação sejam umaconstante na construção plena do cidadão e buscar sua autonomia no resgate da cidadania.É importante ressaltar ao aluno que existem vários tipos de ética e todas elas têm o mesmo significado saber o queé certo ou errado, e valores morais são os bons costumes que aprendemos.Lembrar que devemos ter esses bons costumes perante a escola, na comunidade, na família.CIDADANIAÉ a participação social e política. É o exercício dos direitos e dos deveres. É a adoção de atitudes corretas no dia-a-dia, tais como solidariedade, cooperação, respeito aos outros. É viver dignamente, respeitando a si e ao outros, enão concordar com as injustiças.Cidadania é o direito de:1. morar decentemente;2. estudar;3. ter lazer;4. ter atendimento necessário nos problemas de saúde.É ter dever de:1. não jogar lixo na rua.2. não quebrar o orelhão;3. ser solidário com as pessoas carentes;4. respeitar as leis.OS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE· direito à vida;· direito à alimentação;· direito à educação;· direito ao respeito;· direito à dignidade;· direito à saúde;· direito à liberdade;· direito à convivência familiar e comunitária;· direito à profissionalização;· direito à cultura;· direito ao lazer.De acordo com o artigo 227 da Constituição Federal e do artigo 4º do Estatuto da Criança e do Adolescente.ATIVIDADES1) Construir um acróstico com os alunosEssencial noTrabalho educacional respeitando oIndivíduo, visando o bemComum, levando aApropriar-se de valoresEvidenciando oConhecimentoIndispensável ao crescimento pessoal, agindoDemocraticamente, respeitando

Activity (51)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Wesley Campos liked this
Marc Os Alves liked this
Marc Os Alves liked this
Hugo Bonifácio liked this
Renan Dantas added this note
Muito interessante o tema e a metodologia empregada para a sua aplicabilidade.
Monica Malta liked this
Carmem Simone Simone added this note
É muito gratificante quando encontramos algo que nos dar suporte para damos uma aula interessante.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->