Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Texto1RP

Texto1RP

Ratings: (0)|Views: 5 |Likes:
Published by Atila Coelho

More info:

Published by: Atila Coelho on Apr 18, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/07/2013

pdf

text

original

 
Porumaredeteóricapararelaçõespúblicas:umaformaabreviadadateoria
RobertoPortoSimões
Estetextorefere-seaumaredeteórica,elaboradasegundoparadigma hipotéticodedutivo,apresentadaemestruturasistêmica,emrazãodoproblemadainexistênciadeumaredeteóricaparaqueaatividadederelõesblicasvenhaacompreender,preverecontrolaroprocessoderelãodepoder/comunicaçãonosistemaorganização-blicos.Define aatividadeoperacionalmentee,aseguir,demodoconceitual,agestão desuafunçãoorganizacionalpolítica.Tambémconsideraadialéticaconflito/cooperaçãocomoseuobjetoformaleosistemaorganização- -blicoscomooobjetomaterial.Alémdisso,discorresobreaéticada atividade,expressapelasõeslegítimasdaorganizão,eaestética, representadapelasaçõesbempensadas,planejadaseexecutadas. Porfim,concluicomPaluszek(1989,p.6):"Todaprofissãotemum propósitomoral.Amedicinatemasaúde.Odireitotemajustiça. Relaçõespúblicastêmaharmonia-aharmoniasocial".
 
144
Parte
2:Teoriasdopensamentobrasileiroderelaçõespúblicas
Desenvolvemosnestecapítuloaexplicaçãotextualsintética,auxiliadaporumesquema,deumaredeteórica,organizadaemsequêncialógicaracio-nal,porémnãonecessária.Arelevânciadessateoriaéseuaspectogestáltico,queforneceum
rationale
paraoensinoeapráticadaatividadederelaçõespúblicas.Talteoriavemsendoelaboradapelométodohipotético-dedutivo etestadaporestudosdecasopelaobservaçãoparticipante,duranteaçõesdeconsultorianasorganizações,pordebatesemsemináriosesalasdeaula,porentrevistascomprofissionaiseprofessoresdaáreae,evidentemente,pelarevi-sãocríticadeoutrosautores,emespecial,osdaáreadasciênciassociais,comdestaqueparaosdamicropolítica.
A
REDETEÓRICA
Entenda-seporredeteóricaumconjuntodeconceitos,definições,propo- siçõeseprincípios,logicamenteorganizadoserelacionadosdemododedutivo,oqualexplicaouniversodedeterminadofenômenoeajudaoserhumanoacompreendê-lo,prevê-Ioecontrolá-lo.Nessesentido,háconotaçõescomaideia desistema.Todososcomponentesserelacionameseinfluenciammutuamente.Cadavariávelcoaduna-secomasdemais,correspondendoaotodoeotodo integrandoaspartes.Anecessidadedeteorianaesferaderelaçõespúblicaséquasesensocomum entreosmembrosdacomunidademundialderelaçõespúblicas,professoreseprofissionais.Inúmerastentativasforamrealizadas,demasiadasdefiniçõesconcei-tuaisforamrelatadasàcomunidadederelaçõespúblicas,masnenhumconsensofoialcançado.Oproblemaestáemcriarumateoriaconfiável,testadadetodasas maneiraseabonadapelacomunidadedeprofissionaisecientistasdaárea.Teoria nãoseimpõe.Boaredeteóricaéconstruídapormeiodeargumentos,justificadapelosseusresultadosnapráticaedesenvolvidapelacríticapermanente.Todacnciaéconstruídapormeiodequestõesquesãolevantadasdiantedas inquietudesquebrotamnoserhumanoquandosedesejasaberoporquêdosfenô- menos.Porisso,oesquemaapresenta,vinculadasaospontoscapitaisdateoria,as questõesqueestasepropõerespondernotexto.Oesquemaéutilizadocomoarti- fícioparavisualizarosconceitosdaredeeasquestõesgeradorasdashiteses.Ele ilustraaapresentaçãoafimdefacilitaracompreensão.Aleituradoesquemadeve seriniciadapelotopodapágina,concluindocomaleituradasbases
ética
e
estética
daatividade.Ressaltoqueesteéumrelatosintéticodoenfoqueda"teoriadagestão
 
Porumaredeteóricapararelaçõespúblicas
145
dafuãoorganizacionalpolítica".Cadaumdospontosdaredefoipormimapro- fundado(SIMÕES,1995;2001),porém,nãoesgotado,àsemelhançadeumquebra- -cabeçacujasoluçãoéutópica,nosentidodeser,sempre,buscada.
~PORQUEEXISTEAATIVIDADEDERELÕESPÚBLICAS?
ACAUSA
Apremissa,principaleinicial,daqualédeduzidaaredeteórica,éa
causa
daexis-tênciadaatividadederelaçõespúblicas.Acausaimplicaarazãopelaqualaatividade foiidentificadae,apesardeprocessodemorado,estásendolegitimada,tornando-se umainstituição.Asociedadesomentelegalizaeinstitucionalizaumaprofissãoseelase propõe,vindoemseubenefício,resolveralgumtipodeproblemaoudeficiência.Essa propostadaprofissãoéoquecaracterizasuaresponsabilidadesocial.
Quadro5.1
Redeteóricadadisciplinaderelaçõespúblicas Porqueexisteaatividadederelações CAUSAAiminênciadoconflitonosistema públicas? Oque
é
aatividadederelaçõesDEFINÃO Agesodafunçãoorganizacionalpolítica públicas? CONCEITUAL Aquevisaaatividadederelações OBJETIVOAcooperaçãonosistemaparaconsecução públicas? damissãodaorganização OBJETOSistemaorganização-públicos Qualocorpodeanálisedeintervenção MATERIAL("anatomiaefisiologia") daatividadederelaçõespúblicas? OBJETOFORMALConflito/cooperação("sintomatologia") Quaisosparticipantesdosistema? COMPONENTESOrganizações,grupos,pessoas Quaisasesferasderelacionamento? DIMENSÕES Cultural,econômica,potica,ideológica, histórica,jurídica,filosófica Quaisasfasesdadialéticacooperação/ Satisfação,insatisfação,boato,coligações, conflito? ETAPASpressão,conflito,crise,trocadepoder, arbitragem,convulsãosocial -Diagnosticandoosistema -Prognosticandoofuturodosistema Comoseexerceaatividadederelações DEFINiÇÃO-Assessorandosobreaspolíticas públicas?OPERACIONALorganizacionais -Implementandoprogramasde comunicação

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->