Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
sociedade primitiva -

sociedade primitiva -

Ratings: (0)|Views: 1,019|Likes:
Published by Marta Rosa

More info:

Categories:Topics, Art & Design
Published by: Marta Rosa on Apr 21, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/24/2012

pdf

text

original

 
DIREITO NAS SOCIEDADES PRIMITIVASO regime comunitário primitivo existiu há centenas de milênios, desde o aparecimentoda sociedade humana até o surgimento dos primeiros Estados.As sociedades arcaicas passaram por evolução social, política e jurídica bem avançada,mas não tinham o domínio da escrita, as regras eram transmitidas oralmente.Naquela época não havia um direito escrito, mas um conjunto de usos, práticas ecostumes, reiterados por um longo período de tempo e aceitos pela sociedade.O Direito arcaico manifestava-se pelas repetições de fórmulas, através de atossimbólicos, palavras sagradas e rituais.Para entender a formação do direito arcaico, é preciso compreender o tipo desociedade que o gerou.A sociedade pré-histórica era fundamentada no parentesco, portanto, o sistema jurídico arcaico baseava-se nos laços consaguíneos, nas práticas de convívio familiar,unidos por crenças e tradições.O Direito arcaico não era legislado, conservava-se pela tradição, cada organizaçãopossuía um direito único, diferente dos demais.Cada comunidade tinha suas próprias regras, com pouco contato com outros povos.Havia uma pluralidade jurídica não escrita.O direito arcaico era caracterizado, também, pela prática religiosa, estava subordinadoà imposição de crenças dos antepassados, do ritualismo simbólico e a força dasdivindades.Nas sociedades antigas, tanto as leis quanto os códigos foram expressões da vontadedivina, os preceitos verbais não-escritos eram proferidos por chefes de tribos ou clãsque se impunham pela autoridade e pelo respeito que desfrutavam. As decisõesrepetidas dos chefes ou anciãos na solução de conflitos do mesmo tipo confirmavamos preceitos não-escritos, que eram procedimentos orais propagados por geraçõescomo provérbios e adágios.As principais fontes jurídicas primitivas são os costumes, os preceitos verbais, asdecisões pela tradição etc.A fonte mais importante e mais antiga são os COSTUMES.
 
 MESOPOTÂMIA
 A transição das formas arcaicas de sociedade para as primeirascivilizações da Antiguidade deve-se a três fatores históricos:
a)
 
o surgimento das cidades
 
b
 )
 
a invenção e domínio da escrita
 
c)
 
o advento do comércio
e, numa etapa posterior, da moeda metálicaA síntese desses três elementos (cidades-escrita-comércio) representou a derrocadadas sociedades arcaicas.A construção de uma sociedade urbana, aberta a trocas políticas, maisdinâmicas e complexas, demandará, contudo, um novo direito, cujas primeirasmanifestações ocorrem na Mesopotâmia e no Egito.De acordo com a classificação de Niklas Luhmann, o direito antigo é o modeloverificado na Mesopotâmia.Mesopotâmia - nome grego que significa entre rios, região localizada no orientemédio, entre os rios TIGRE e EUFRATES (atual IRAQUE), inserida na área do CRESCENTEFÉRTIL.A Mesopotâmia é considerada um dos berços da civilização, já que foi na BaixaMesopotâmia onde surgiram as primeiras civilizações urbanas reponsáveis pelainvenção da primera escrita da humanidade, a escrita cuneiforme.As civilizações que ocuparam a Mesopotâmia foram os sumérios, acádios, ameritas(babilônicos), assírios e caldeus. A sociedade mesopotâmica era divida em castas.Sua estrutura política básica foi a da cidade-estado, que possuíam alto grau deindependência, com governante, órgãos políticos e às vezes até exército próprio. Asprimeiras cidades foram o resultado culminante de uma sedentarização da população,que lá se fixou em virtude do solo fértil e a navegação fluvial, acelerando odesenvolvimento político e econômico.Em virtude do caráter urbano e comercial, era necessário um conjunto de leis escritasque desse previsibilidade às ações no campo privado, que estipulasse algum tipo detribunal ou juiz para resolver controversias e que fosse interiamente seguido em todaa extensão do reino, havia a necessidade de um direito abstrato, a idéia de simplescostume ou tradição religiosa, utilizada no direito arcaído, já não acompanhava aquelafase da evolução na sociedade antiga.A forma de governo predominante era a monarquia, o monarca era um representantede Deus na terra.O direito era regido pela idéia de revelação divina, herança do direito arcaíco, oexemplo mais enfático dessa revelação consta no código de Hammurabi, onde, no
 
prólogo, fica explicitado que o conjunto de leis foi oferido ao povo da Babilônia pelodeus Samas, por intermédio do rei Hammurabi.O primeiro código da antiga Mesopotâmia surgiu na região da Suméria, promulgadopelo rei Ur-Nammu, trazendo grande distinção de classes entre os homens livres, osescravos e funcionários servidores do palácio, com liberdade limitada.Outros dois códigos surgem antes do Código de Hammurabi, o Lipit-Ishitar com 43artigos e o código de Esnunna, com 60 artigos.O código de Hammurabi foi promulgado aproximadamente em 1964 aC, no apogeu doImpério Babilônico, pelo rei Hammurabi, sob determinação divina. São 282 artigos queretratam a dinâmica da sociedade babilônica, as penas, o domínio econômico. Trata-sedas principais fontes históricas disponíveis para estudo de Mesopotâmia. Indica seruma compilação de normas anteriores, dispostos em outros documentos e decisõestomadas em caso concreto. Trata de maneira diferenciada homens livres, parcialmentelivres e escravos. 
DIREITO NO EGITO ANTIGO
A civilização egípcia antiga desenvolveu-se no nordesteafricano(margens do rioNilo) entre 3200 a.C (unificação do norte e sul) a 32 a.c (domínio romano).Como a região é formada por umdeserto(Saara), o rio Nilo ganhou umaextrema importância para os egípcios. O rio era utilizado como via de transporte(através de barcos) de mercadorias e pessoas. As águas do rio Nilo também eramutilizadas para beber, pescar e fertilizar as margens, nas épocas de cheias,favorecendo a agricultura.A
sociedade egípcia
estava dividida em várias camadas, sendo que o faraó era aautoridade máxima, chegando a ser considerado um deus na Terra. Sacerdotes,militares eescribas(responsáveis pela escrita) também ganharam importânciana sociedade. Esta era sustentada pelo trabalho eimpostospagos porcamponeses, artesãos e pequenos comerciantes. Os escravos tambémcompunham a sociedade egípcia e, geralmente, eram pessoas capturadas emguerras.Trabalhavam muito e nada recebiam por seu trabalho, apenas água ecomida.
 
Hieróglifos: a escrita
 
A
escrita egípcia
também foi algoimportante para este povo, poispermitiu a divulgação de idéias,comunicação e controle deimpostos. Existiam duas formasprincipais de escrita: a escritademótica (mais simplificada e

Activity (3)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Daniela Lustosa liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->