Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
8Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Alaum-Maio 2011

Alaum-Maio 2011

Ratings: (0)|Views: 8,409|Likes:
Published by Hermínia T. Sousa

More info:

Published by: Hermínia T. Sousa on Apr 25, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

04/25/2011

pdf

text

original

 
A L A U M
O PERIÓDICO DE QUEM QUER SABER MAIS
MAIO 2011 ANO 15 168 DISTRIBUIÇÃO GRATUITA
João Pedro Caleira e Rui Canas Gaspar, doismórmons setubalenses da Ala Setúbal I
 Portugal, dão neste mês de Maio umcontributo para a cultura lusófona.
O Pedro apresenta no Cine Charlot, no sábado, dia 7,o seu documentário em curta metragemcinematográfica sobre o Miradouro da Várzea e o Ruiapresenta no dia 28, sábado, o primeiro livro escritopor um português sobre a temática do mormonismo,um evento que terá lugar nas instalações da Igrejaem Setúbal II.
TODA A ALA SETÚBAL I ESTÁ CONVIDADAPARA ASSISTIR A ESTES EVENTOS
 
 
ADVERSIDADE
Rui Canas Gaspar 
Ultimamente temos sidobombardeados com as maisdiversas notícias pessimistas. Mas,para além das notícias em simesmas, estamos a sentirdiretamente na pele o resultado dasmedidas que estamos a serobrigados a implementar na nossaprópria vida, profissional, social efamiliar.Adversidade é uma palavra que ésinónimo de infortúnio ou revés, ecomo tal, costuma ser entendidacomo derrota, principalmentequando isso significa a perda docontrole de algo que gostamos, ou anão realização de desejosambicionados, por isso mesmo énormal não gostarmos daadversidade.E por não gostarmos dela, por vezes,quando ainda estamos em tempos
de “vacas gordas” procuramos
ignorar a sua existência, pior ainda,fazemos a nossa vida como se elanão existisse e como tal nunca nospossa passar à porta, fazemosassim como a avestruz que quandopresente o perigo enfia a cabeça naareia para não o ver, é claro não épor a ignorarmos que a situaçãodeixará de existir.E foi o que muitos de nós fizemosno decurso dos últimos anos. AIgreja por intermédio dos seusprofetas avisou insistentementepara que todos nos preparássemospara situações de emergência e decrise, que fossemos previdentes,que pudéssemos tratar do nossocorpo e do nosso espírito, queevitássemos dívidas, quepoupássemos, que estudássemos eadquiríssemos mais conhecimentos,que fortalecessemos a nossa fé, quefizéssemos a nossa reserva deemergência, etc. etc.Eu mesmo e minha esposa fomosincumbidos de fazer uma missão debem-estar por todo o Portugal, já lávão 8 anos, afim de informar edinamizar o consumo do trigo, a parda ministração de um conjunto deinstruções sobre a problemática daprevenção e bem-estar.Quantos foram os que ouviram?Muitos, muitas centenas, masquantos puseram em prática?
Poucos, muito poucos…
 Temos o livre arbítrio, por issotemos toda a liberdade deste mundopara ouvirmos, mas também paranão escutarmos, porém esse mesmolivre arbítrio tem o seu reverso, é a
 “lei da colheita” em função daquilo
que semeamos é assim que iremoscolher e quem semeia desperdícionão pode pensar em ir colherprosperidade.Mas então será que a adversidadeserá assim tão má? Bem, até podenão ser, ela até pode ser um malnecessário, poderá até ajudar-nos asermos pessoas melhores e maisfelizes.Até agora estivemos a viver muitoacima das nossas possibilidades,gastávamos mais do queganhávamos e para isso recorríamos
 
ao endividamento por vezes paraadquirir bens e serviços que até noseram desnecessários.Ao sermos confrontados com umasituação de crise, somos forçados areverter esse nosso impulsodespesista e a alterar a nossamaneira de ser e de estar para umamais consentânea com a nossacondição real, mas isso não significaque eu seja menos feliz só porquenão consigo ter um carro topo degama e tenho de me contentar comoutro mais económico, ou com umtelemóvel de ultima geração quandoapenas tenho capacidade paraadquirir um outro, que por sinal atéfaz chamadas telefónicas e temquase as mesmas aplicações que otal topo de gama muito mais caro.E se não posso comprar umacamisola da marca tal, porque émais cara compro da outra semmarca que é igualmente boa, bonitae muito mais barata.A generalidade dos líderes SUD sãoresilientes, sabem lidar com aadversidade, eles sabem lidar com oinesperado, eles são criativos ecomo tal aptos a enfrentardificuldades e a ultrapassa-las, porisso mesmo temos de confiar,fazendo sempre a parte que noscompete e não esperando que nosvenham dar o peixe, quandosabemos e temos a capacidade depescar.Um líder resiliente é aquele que éseguro de si, que lida com aadversidade de um modoabsolutamente criativo, ele leva emconta a sua fé e o conhecimento quetem da diversidade humana bemcomo a sabedoria de quemaprendeu que a vida não são sórosas, mas tem os seus espinhos.Sendo assim, é fácil concluir que sepor um lado a ocorrência de umaadversidade é inevitável, por outropercebemos que ela mesma possuiuo seu antídoto, que é a resiliência.A natureza é sábia, pois quando criaalgo, imediatamente propicia ooposto.O Senhor nunca nos pede para fazeralgo sem que antes prepare ocaminho e foi isso que Ele fez aocriar todas as coisas e situações,deixando, porém sempre ao nossocritério o que seguir e como seguir.Os tempos que estamos aatravessar são tempos deoportunidades únicas, a adversidadenão é algo que possamos encararcomo uma coisa má, ela pode ser aoportunidade que nos está a serproporcionada para colocarmos anossa vida em ordem, não só noaspeto profissional, material mastambém no espiritual.Está na altura de colocarmos os pésbem assentes na terra mas que osnossos pensamentos e as nossasacções estejam centradas naqueleque tudo pode, que tudo nospropicia e que nos ama mais do quetudo e todos, no nosso Deus.Está na altura de fazermos a nossaparte, dando o melhor de nósmesmos, na família, no trabalho ena Igreja e se assim o fizermoscertamente que o Senhor nos iráabençoar com a prosperidade quetodos desejamos.
“SÓ É LUTADOR QUEM SABE LUTAR CONSIGO MESMO”
 
Carlos Drummond

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->