Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
6Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
finançasnoReino

finançasnoReino

Ratings: (0)|Views: 123|Likes:
Informações sobre finanças segundo a Palavra de Deus
Informações sobre finanças segundo a Palavra de Deus

More info:

Categories:Types, Research
Published by: Marcos Vinicius Dias on Apr 25, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/14/2013

pdf

text

original

 
1
/
22
 
PROPÓSITO E PRIORIDADES
Nós seres humanos fomos criados para dominar e governar e não paraacumular riquezas. Deus planejou para nós uma vida simples, para usufruirmostudo que Ele criou. Ele é dono e criador de todas as coisas, é fonte inesgotável.De um modo geral, todos nós também gostamos de uma vida simples, semmuitos problemas ou confusão. Ficamos fascinados por pessoas que temfacilidade em serem organizadas, as que agem com foco e propósito.Este é um dos por quês de muitas pessoas se aproximarem de Jesus. Elefoi um homem de vida muito simples. Não possuía absolutamente nada, nemmesmo tinha um teto para repousar. Era homem de personalidade forte, tinhamuita convicção, conhecia seu propósito. No entanto, o aspecto mais positivode seu comportamento era o seu senso de prioridade. Jesus Cristo era focadoem seu propósito. Toda sua vida foi dedicada a um único tema: o Reino dosCéus.Diferentemente de Jesus, nós seres humanos temos grandes dificuldadesem priorizar as tarefas ou assuntos mais importantes. Quando nossos pais noÉden perderam o domínio sobre a Terra, perderam também o senso deprioridade, afastaram-se de Deus, a fonte de todos os recursos. Na verdadeesta perda resultou em dois grandes problemas: a falta de prioridades e aescolha incorreta delas. Ambas trazem grande embaraço para nossas vidas.A falta de prioridades faz com que simplesmente gastemos nossas vidas,sem foco ou direção – passando tempo, como se diz na gíria: 'empurrando coma barriga'. Ficamos cansados e esgotados tentando acertar em todas asdireções, realizando muitas tarefas, muitas delas sem significado e semobjetivo. Em muitas situações este estilo de vida leva as pessoas ao estresse,ao caos. Este estilo é caracterizado por uma rotina desestimulante e semnenhum resultado.Por outro lado, prioridades incorretas nos fazem desperdiçar tempobuscando por objetivos errados. Muitas pessoas são bastante organizadas,focadas e com propósito, mas a direção está errada. Este tipo de conduta podelevar a grandes realizações, mas o resultado final será o fracasso. É tristevermos muitas vezes pessoas abastadas no final de suas vidas tendo queconfessar aos familiares que fracassaram. Nada pode ser mais trágico do queatingir o alvo errado.Por que precisamos de um propósito autêntico? Por que ele é a fonte paraas prioridades. Definirmos prioridades é na verdade um tarefa fácil, uma vezque temos certeza do nosso propósito. Se sabemos claramente por queestamos neste mundo (propósito) saberemos estabelecer as prioridades denossa vida. Mesmo que as dificuldades apareçam e tenhamos que tomar certasdecisões, temos um norte que nos orienta a fazer a escolha correta. Ainda que,nos desviemos um pouco da rota, nossa bússola (propósito) nos indicaránovamente a direção. Quando não sabemos para aonde ir, qualquer ventopode ser desfavorável. A verdade é que não sabemos qual caminho seguir.Gastamos tempo e energia, e estes uma vez despendidos, não voltam mais.
2
/
22
 
Pessoas sem prioridades são escravas do ativismo, ficam realizandotarefas desnecessárias, as vezes são até eficientes, fazem tudo direitinho, masnunca serão eficazes, ou seja, nunca apresentarão resultados.
Prov 29:18a diz: Não havendo profecia (visão), o povo se corrompe.
Na criação, Deus estabeleceu prioridades ordenando aos nossos pais quefocassem seu domínio sobre a Terra.
Gên 1:28 diz: E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai emultiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra.
Essa ordem dizia respeito ao governo, a administração e o exercício demordomia cristã do Reino de Deus sobre este mundo. Verificamos que emnenhum momento esta relação com Deus fazia menção de trabalho ou tarefaspara sobrevivência, mas apenas desenvolvimento e satisfação pessoal.Enquanto os primeiros seres criados, Adão e Eva, viviam em harmonia com seuCriador, eles não precisavam preocupar-se com nada, por que Deus estava lápara satisfazer todas as suas necessidades. Os recursos eram abundantes eilimitados, o ecossistema equilibrado, o clima perfeito para a espécie humana,de modo que eles não precisavam de vestimentas ou de abrigo.O relacionamento diário do homem e da mulher com o Criador e aclareza do propósito em cuidar do jardim e dominar sobre as demais criaturasdava completa satisfação e significado a vida dos primeiros seres humanos. Aprioridade deles era dominar e governar e não acumular bens. Estavampreocupados em viver e não em sobreviver. A provisão necessária para a vidadiária vinha de um relacionamento sincero com Deus e pelo cumprimento dosplanos do Criador.No entanto, pela desobediência esta relação de confiança foi rompida. Opecado gerou afastamento deles e Deus, pela expulsão do jardim, e algunscastigos foram impostos por esta nova situação:
Maldita é a terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias datua vida. Espinhos e cardos também te produzirá; e comeras a erva do campo.No suor do teu rosto, comerás o teu pão, até que te tornes a terra; porque delafoste tomado, porquanto és pó e em pó te tornarás (Gên 3:17-19).
Novas preocupações surgiram, tais como alimento, água, abrigo e atémesmo a própria sobrevivência. Esse evento foi decisivo para a mudança daprioridade da raça humana, pois alterou completamente o foco de nossasvidas, dando maior ênfase a sobrevivência que a uma vida com propósito.O cientista e psicólogo comportamental, Abraham Maslow registrou emseus livros sobre o comportamento humano, nove necessidades básicas
3
/
22

Activity (6)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
Tânia Sanches liked this
dilmarmcz liked this
renewed liked this
Fellyp Cranudo liked this
Jean Queiroz liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->