Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Beneficios Da Previdencia Social; Auxilio Reclusao .

Beneficios Da Previdencia Social; Auxilio Reclusao .

Ratings: (0)|Views: 194 |Likes:
Published by Edinalva Santos
DISSERTA SOBRE O BENEFICIO CONCEDIDO A FAMILIA DO PRESO....
DISSERTA SOBRE O BENEFICIO CONCEDIDO A FAMILIA DO PRESO....

More info:

Categories:Types, Speeches
Published by: Edinalva Santos on May 01, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/13/2014

pdf

text

original

 
BENEFICIOS DA PREVIDENCIA SOCIALAUXÍLIO-RECLUSÃO OUAUXILIO PRESO
Por Edinalva Oliveira A maioria das pessoas tem ideia errôneaem relação ao auxilio reclusãoou auxilio aopreso,quando na verdade,há que se lembrar de queeste auxilio não é dado ao preso e sim afamília e ou dependentes do preso, cujo objetivo é proteger a família do preso para queestes (dependentes do preso) não passe por privações maiores que as necessárias, tais comoo sofrimento e o constrangimento, ou seja não passe por dificuldades como falta de alimentoe necessidades mínimas básicas ao ser humano, observe que este benefício é concedidosomente as pessoas de baixa renda, e outra vertente a considerar é que este o preso temque ter condição de assegurado pela previdência quando por ocasião do infortúnio, ou seja,o preso tem que ser contribuinte da previdência por ocasião em que foi preso. Seumapessoanunca trabalhou com carteira registrada ou nunca contribuiu com a previdência social,certamente não terá direito a este beneficio.
IMPORTANTE SABER QUANTO AO AUXÍLIO RECLUSÃO OU AUXILIO AOPRESO.O QUE ÉFINALIDADEQUEM TEM DIREITO -QUEM PODE SOLICITARQUANDO PERDE ESSE BENEFICIO.VALOR DO BENEFÍCIO. 
1.
O AUXÍLIO-RECLUSÃO
é um benefício devido aos dependentes do segurado recolhido àprisão, durante o período em que estiver preso sob-regime fechado ou semiaberto. Nãocabe concessão de auxílio-reclusão aos dependentes do segurado que estiver emlivramento condicional ou cumprindo pena em regime aberto2.
FINALIDAD
Eproteger a família do preso e a seus dependentesum auxilio que assegureque os mesmos nao passe por privaçoes como a falta de alimentos e outros generosde necessidades básicas.Primeiramente, tem-se que o instituto em tela atende aocomando do art. 226 da CF, o qual prevê ³
especial proteção
´
à família por parte doEstado. Na seara previdenciária, a família é protegida por meio dos benefícios de pensãopor morte e auxílio-reclusão. Em ambos o risco social atendido é a perda da fonte desubsistência do núcleo familiar, na primeira hipótese em razão do óbito do segurado, nasegunda, por ocasião de sua detenção prisional. Sendo assim, o auxílio-reclusão éprestação pecuniária, de caráter substitutivo, destinado a suprir, ou pelo menosminimizar, a falta do provedor as necessidades econômicas dos dependentes. 
DIREITOASPECTOS LEGAISDO AUXILIO RECLUSÃO :
ART. 80 E SEGUINTES DA LEI Nº 8.213/91, ART. 116 DO DECRETO Nº3.048/99, ARTIGOS 226 CFB/1988 E NO ART. 5º, INCISO XLV, DA CONSTITUIÇÃOFEDERAL...
 
O qual diploma queque³
Nenhuma pena passará da pessoa condenado{,,,}
,
ou seja anossa Constituição entende que privando a família do provimento mínimo para alimentaçãoestaria estendendo a pena a outras pessoas da família do condenado, desta forma ao prover obenefício o Estado fica em harmonia com a Constituição Federal. Para a concessão do benefício, é necessário o cumprimento dos seguintes requisitos:
O segurado que tiver sido preso não poderá estar recebendo saláriodaempresa na qual trabalhava, nem estar em gozo de auxílio-doença,aposentadoria ou abono de permanência em serviço;
a reclusão deverá ter ocorrido no prazo de manutenção da qualidadede segurado;
o último salário-de-contribuição do segurado (vigente na data dorecolhimento à prisão ou na data do afastamento do trabalho oucessação das contribuições), tomado em seu valor mensal, deverá ser igual ou inferior aos seguintes valores, independentemente daquantidade de contratos e de atividades exercidas, considerando-se omês a que se refere:
PERÍODO
 
SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO TOMADO EM SEU VALORMENSAL
  A partir de 1º/1/2011 R$ 862,11 ±Portaria nº 568, de 31/12/2010  A partir de 1º/1/2010 R$ 810,18 ±Portaria nº 333, de 29/6/2010  A partir de 1º/1/2010 R$ 798,30 ± Portaria 350, de 30/12/2009De 1º/2/2009 a31/12/2009R$ 752,12 ± Portaria nº 48, de 12/2/2009De 1º/3/2008 a31/1/2009R$ 710,08 ± Portaria nº 77, de 11/3/2008De 1º/4/2007 a29/2/2008R$ 676,27 - Portaria nº 142, de 11/4/2007De 1º/4/2006 a31/3/2007R$ 654,61 - Portaria nº 119, de 18/4/2006De 1º/5/2005 a31/3/2006R$ 623,44 - Portaria nº 822, de 11/5/2005De 1º/5/2004 a30/4/2005R$ 586,19 - Portaria nº 479, de 7/5/2004De 1º/6/2003 a31/4/2004R$ 560,81 - Portaria nº 727, de 30/5/2003
Equipara-se à condição de recolhido à prisão a situação do segurado com idade entre 16e 18 anos que tenha sido internado em estabelecimento educacional ou congênere, sobcustódia do Juizado de Infância e da Juventude.
y
Após a concessão do benefício, os dependentes devem apresentar à PrevidênciaSocial, de três em três meses, atestado de que o trabalhador continua preso, emitidopor autoridade competente, sob pena de suspensão do benefício. Esse documentoserá o atestado de recolhimento do segurado à prisão.
1. PERDA DO AUXILIO RECLUSÃOO AUXÍLIO RECLUSÃO DEIXARÁ DE SER PAGO, DENTRE OUTROSMOTIVOS:
 

Activity (2)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->