Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Ernesto Bozzano Pens Amen To e Vontade

Ernesto Bozzano Pens Amen To e Vontade

Ratings: (0)|Views: 8|Likes:
Published by patriciaterumi2325

More info:

Published by: patriciaterumi2325 on May 01, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/08/2013

pdf

text

original

 
Ernesto Bozzano
Pensamento e Vontade
Do original italiano
 Pensiero e Volontà
 El Greco São Francisco em oração
 █ 
 
Conteúdo resumido
 Nesta obra Bozzano faz uma análise científica dos efeitos dasforças ideoplásticas na mente humana, ou seja: a transformaçãode um fenômeno psicológico em fisiológico; a fotografia do pensamento atras da sua concretização e materializão plástica; a objetivação do pensamento em um organismo vivo.É uma importante investigação sobre as energias da mente eseus reais atributos, mostrando as potencialidades da alma,encarnada ou desencarnada.
Sumário
 
As forças ideoplásticas
 Nada mais importante para a pesquisa científica e aespeculação filosófica do que a demonstração, apoiada em fatos,da seguinte proposão: pode um femeno psicológicotransformar-se em fisiológico; o pensamento pode fotografar-see concretizar-se em materialização plástica, tanto quanto criar um organismo vivo.De outro modo falando, nada é tão importante para a Ciênciae para Filosofia, como averiguar que a força do pensamento e avontade são elementos
 plásticos e organizadores
.Efetivamente, a evidência de tal fato coloca o investigador diante de um ato
criador 
, legítimo quão verdadeiro, que o leva,conseqüentemente, a identificar a individualidade humana, pensante, com a Potência primordial, que tem no Universo a suarealização.Grandiosa concepção esta, do Supremo Ser, que me reservo para desenvolver, de forma mais criteriosa, oportunamente.Antes de tudo, a propósito da questão aqui visada, importaadvertir que a idéia de um pensamento e de uma vontade,substanciais e objetiváveis, não é nova.Os filósofos alquimistas dos séculos XVI e XVII, Vanini,Agrippa, Van-Helmont, já atribuíam ao
magnetismo emitido pelavontade
o resultado de seus amuletos e encantamentos.
O desejo realiza-se na idéia
– disse-o Van-Helmont –, idéiaque não é vã, mas uma
idéia-força
, que realiza o encantamento.Aí temos, pois, já formulada com três séculos deantecedência, a famosa teoria de Fouillée sobre as
idéias-forças
,e de maneira até mais completa, de vez que admitindo aobjetivação.Van-Helmont chegou mesmo a formular nitidamente a teoriadas “formas-pensamento”, da ideoplastia, da força organizadora;ao demais, atribuindo-lhes existência efêmera, porém, ativa.

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->