Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Peculiaridades do tratamento da anorexia

Peculiaridades do tratamento da anorexia

Ratings: (0)|Views: 152|Likes:
Published by linhamarques

More info:

Published by: linhamarques on Sep 04, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/24/2012

pdf

text

original

 
!
 Artigo Original
Pinzon, V.; Gonzaga, A.P.; Cobelo, A.; Labaddia, E.; Belluzzo, P.; Fleitlich-Bilyk, B.
Rev. Psiq. Clin. 31 (4); 167-169, 200
Peculiaridades do tratamento da anorexiae da bulimia nervosa na adolesncia: aexperiência do PROTAD*
V
ANESSA
P
INZON
1
A
NA
P
AULA
G
ONZAGA
1
A
LÍCIA
C
OBELO
1
E
UNICE
L
ABADDIA
1
P
ATRÍCIA
B
ELLUZZO
1
B
ACY
F
LEITLICH
-B
ILYK
1
* Programa de Atendimento, Ensino e Pesquisa em Transtornos Alimentares na Infância e naAdolescência – Ambulatório de Bulimia e Transtornos Alimentares – IPq – Hospital das Clínicasda Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC/FMUSP).Endereço para correspondência: AMBULIM – Rua Dr. Ovideo Pires de Campos, 785 – 2º andar– 05403-010 – São Paulo – SP – e-mail: ambulim@hcnet.usp.br – Fone: (11) 3069-6975.
Resumo
Os transtornos alimentares são patologias severas, tendo aspectos especiaisna adolescência. Este artigo objetiva apresentar a rotina de atendimento e asabordagens empregadas em um serviço de assistência brasileiro especializadono tratamento de transtornos alimentares nessa população.Palavras-chave: Transtornos alimentares, tratamento, adolescência.
Abstract
The particular aspects of eating disordes in adolescents are reviwed. Thisarticle presents the multidisciplinary approach used in this population.Keywords: Eating disorders, treatment adolescense.
Recebido: 02/09/2004 - Aceito: 15/09/2004
Peculiarities in the Treatment of Anorexia and Bulimia Nervosa in Adolescence:The PROTAD Experience
Introdução
Os transtornos alimentares constituem patologiasgraves, complexas e com alto grau de morbidade,sobretudo na adolescência, quando freqüentementeiniciam e afetam ampla e severamente o desenvol-vimento do indivíduo. Apresentam prognóstico reser-vado e, caracteristicamente, envolvem a família. Otratamento-padrão deve ser multidisciplinar. Osmelhores resultados parecem ocorrer naqueles casosde intervenção precoce durante a adolescência,evitando as formas crônicas e imutáveis das doençasalimentares (Lock
et al.
, 2001). Bryan Lask enfatizaque o sucesso de um programa de atendimento inte-grado e completo depende de uma equipe multipro-fissional e do emprego simultâneo de várias estratégias(Lask e Bryant-Waugh, 2000). Treasure, Todd eSzmukler enfatizam que nenhuma modalidade detratamento pode ser indicada como única ou isolada-mente melhor (Szmukler
et al.
, 1995).Tais pressupostos embasaram a formação doPROTAD, em funcionamento desde novembro de 2001.
 
168
Pinzon, V.; Gonzaga, A.P.; Cobelo, A.; Labaddia, E.; Belluzzo, P.; Fleitlich-Bilyk, B.
Rev. Psiq. Clin. 31 (4); 167-169, 200
Representa a primeira experiência brasileira de umserviço multidisciplinar voltado para o tratamentoespecializado de adolescentes com transtornosalimentares. Sua equipe é formada por psiquiatras,nutricionistas, psicólogos, psicopedagogos e endocrino-logistas. Funciona em uma instituição pública, decaráter eminentemente acadêmico, tendo como popu-lação-alvo as classes sociais menos favorecidas, e seusprofissionais integrantes são todos voluntários.O presente artigo tem como objetivo compartilharcom a comunidade científica em geral a rotina deatendimento e as abordagens empregadas com osuporte trico que as norteia.
Estrutura de atendimento do PROTAD
Atendimento familiar
Em um estudo de revisão de literatura nas últimastrês décadas, um dado é colocado como único e inques-tionável: a maior eficácia da terapia familiar parapacientes jovens no início da doença dentre todas asoutras abordagens terapêuticas (Kaplan, 2002). Amaioria dos trabalhos publicados concorda que aterapia familiar, assim como o aconselhamento parapais, constituem o método mais eficaz no tratamentodos pacientes dessa faixa etária (Eisler
et al.
, 2000;Geist
et al 
., 2000; Robin
et al 
., 2001).No PROTAD, esse trabalho é realizado através detrês tipos de intervenção. As entrevistas familiares sãofeitas por terapeuta familiar com todas as famílias depacientes de forma individualizada, com o objetivo dediagnóstico familiar e para manejos pontuais, quandonecessários. O grupo de es é realizado quinzenal-mente também por terapeuta familiar e possui comofoco de trabalho psicodinâmico a relação mãe-filho oumãe-filha. O grupo psicoeducativo multifamiliar,conduzido por terapeuta cognitivo-comportamental, visaa oferecer informações sobre os transtornos alimentares,o tratamento e outros assuntos igualmente relevantes,como a adolescência.
Atendimento cognitivo-comportamental
No modelo cognitivo-comportamental, as alterações nacognição, levando a sentimentos de angústia e resul-tando em comportamento anormal, são o foco dostranstornos alimentares (Garfinkel e Garner, 1982). Aperda de peso pode ser vista como alívio para a angústiae inquietação da adolescência, podendo constituir umatentativa de controle sobre os outros e sobre si mesmo.No tratamento com adolescentes, o método cognitivo-comportamental ajuda a fazer a ligação entre pensa-mentos e sentimentos e facilita a expressão das emoções(White e Freeman, 2003).Em nosso serviço, o atendimento é feito em grupopor terapeuta cognitivo-comportamental, reunindopacientes com diferentes diagnósticos alimentares. Temperiodicidade semanal e duração de uma hora. Há reforçode que a auto-avaliação positiva possa desenvolver-se dosucesso em pequenas atividades e conquistas pessoais.É fundamental que os pacientes entendam a interaçãoentre pensamentos, sentimentos e disfunções decomportamentos. Observam que o peso não é o problemareal, mas que outros problemas mais importantes estãodirigindo e mantendo o transtorno alimentar.
Atendimento nutricional
A terapia nutricional” para os transtornos alimentaresdeve ser um processo integrado, no qual o nutricionistae a equipe trabalham juntos para modificar oscomportamentos relacionados ao peso e à alimentação(Ednos, 1984; Ednos, 2001). Além disso, a família tempapel fundamental no seguimento do plano alimentar.No PROTAD, o tratamento nutricional é feitopor nutricionista, a qual avalia o peso e a alimen-tação atual do paciente, passando conceitos sobre umaalimentação adequada, a fim de desmistificar falsosmitos e crenças. A realimentação é feita de formagradativa envolvendo diretamente o paciente e seusresponsáveis. As combinações são avaliadas pelasinformações trazidas no diário alimentar, juntamentecom o peso de cada atendimento e através de discussõescom a equipe multidisciplinar.
Atendimento psicodinâmico
Os artigos apontam a importância da inclusão do trata-mento psicodimico no intuito de ajudar o pacientecom transtorno alimentar a entender o significado dossintomas manifestados (Zerbe, 2001). Tratando-se deadolescentes, a maioria dos autores elege a psicoterapiagrupal como procedimento de escolha por corresponderà natural inclinação dos adolescentes de procurar, nogrupo de iguais, a caixa de ressonância ou continentepara suas ansiedades existenciais” (Osório, 2000 pg.79).Porém, ainda são poucos os estudos sobre o tratamentode adolescentes com transtornos alimentares em grupospsicodinâmicos.Os grupos, em nosso serviço, são orientados porpsicanalistas e co-orientados por psicólogos, reúnempacientes com diferentes tipos de doença alimentar,ocorrem semanalmente e têm duração de uma hora.
Atendimento médico
A consulta médica oportuniza a identificação e manejodos sintomas através de técnicas cognitivo-comporta-mentais de forma individualizada e a avaliação danecessidade de medicação.Abordagens cognitivo-comportamentais adequadaspara jovens com transtornos alimentares vêm sendodesenvolvidas progressivamente. Uma das mais consa-gradas é o diário alimentar (Hawton, 1989).Em nosso serviço, o diário alimentar integratodos os atendimentos psiquiátricos. Ele permite ao

Activity (3)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
fragileporcelain liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->