Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
27Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
O Evangelho segundo Marcos

O Evangelho segundo Marcos

Ratings:

4.0

(1)
|Views: 10,665|Likes:
A primeira edição da Bíblia King James foi publicada em Londres, em 1611 (temos uma réplica da página de apresentação original desta edição de 1611 no início do NTKJA), é justamente essa a edição sobre a qual estamos baseando o estilo: clássico, reverente e majestoso da nossa tradução em português. William Shakespeare foi o grande mentor da língua inglesa nessa época e influenciou sobremaneira o estilo da redação, o qual prevalece até nossos dias, ainda que, claro, com as devidas adaptações da linguagem que - de longe - se parece com a usada no Reino Unido do séc. XVII... Acesse http://www.bibliakingjames.com.br/.
A primeira edição da Bíblia King James foi publicada em Londres, em 1611 (temos uma réplica da página de apresentação original desta edição de 1611 no início do NTKJA), é justamente essa a edição sobre a qual estamos baseando o estilo: clássico, reverente e majestoso da nossa tradução em português. William Shakespeare foi o grande mentor da língua inglesa nessa época e influenciou sobremaneira o estilo da redação, o qual prevalece até nossos dias, ainda que, claro, com as devidas adaptações da linguagem que - de longe - se parece com a usada no Reino Unido do séc. XVII... Acesse http://www.bibliakingjames.com.br/.

More info:

Published by: Caminho da Graça | blog on Sep 04, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial No-derivs

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

05/23/2013

pdf

text

original

 
 Autoria
Desde os primeiros séculos a Igreja Cristã atribui a autoria do segundo evangelho do Novo Tes-tamento a João Marcos, filho de Maria, uma mulher de posses e muito prestígio em Jerusalém (At12.12). Marcos era primo de Barnabé, amigo e companheiro de ministério dos apóstolos Paulo e Pe-dro. A igreja primitiva também nos informa que Pedro teve participação decisiva na evangelização eno discipulado de João Marcos, e que ambos desen-volveram laços de profunda amizade e respeitomútuo. Pedro se referia a Marcos como “meu filho Marcos” 1Pe 5.13.de aceitação geral que Marcos recebeu de Pedro grande parte das informações contidas noEvangelho que leva seu nome. Com a autoridade apostólica de Pedro subjazendo este livro sagrado,ele jamais sofreu qualquer contestação à sua inclusão no cânon das Escrituras. Isso em muito coo-perou para o rápido reconhecimento deste livro sagrado, bem como sua extraordinária disseminaçãopor toda a Itália e regiões do império romano. Segundo Papias (por volta do ano 140 d.C.), citandouma fonte ainda mais antiga, Marcos foi grande cooperador de Pedro e seu amigo íntimo, de quemouviu sobre os ensinos e realizações de Jesus Cristo. O comitê de tradução da Bíblia King Jamesacredita que o Evangelho Segundo Marcos consiste, basicamente, na pregação e no ensino doapóstolo Pedro, ordenada e interpretada por João Marcos (At 10.37). Ainda muito jovem João Marcos teve o privilgio de acompanhar Paulo e Barnab em sua primeiraviagem missionária. Depois viajou com Barnabé para Chipre, pregando a Palavra do Senhor (At15.38-40). Cerca de doze anos mais tarde, é convidado por Paulo para acompanhá-lo (Cl 4.10; Fm4). Pouco antes de ser executado pelo império romano, Paulo manda chamar João Marcos (2Tm4.11) para seguir anunciando o Evangelho a todos os povos.
ropósitos
Enquanto Mateus teve como principal propósito levar o Evangelho aos judeus, Marcos escreveuobjetivando evangelizar e discipular os gentios, particularmente, ensinar os cristãos da Igreja deRoma. Por isso Marcos se preocupa em explicar alguns dos costumes judaicos (Mc 7.2-4; 15.42),traduz palavras aramaicas, idioma falado na Palestina na época de Jesus e muito diferente do he-braico antigo (Mc 3.17; 5.41; 7.11-34; 15.22) e dá ênfase à perseguição e ao martírio dos crentesocorrida por volta dos anos 64 e 67 d.C. O grande incêndio de Roma, um plano diabólico do próprioimperador romano Nero, para acentuar a adoração do seu povo à sua pessoa, lançando a culpasobre os cristãos e justificar uma perseguição que condenou sumariamente milhares de pessoas aomartírio e à morte.Marcos, antevendo essa chacina, procurou preparar os cristãos – de forma explícita e velada – du-rante todo o seu texto do Evangelho (Mc 1.12,13; 3.22,30; 8.34-38; 10.30,33-45; 13.8-13).
ata da primeira publicação
Os primeiros estudiosos das Sagradas Escrituras acreditavam que o Evangelho Segundo Mateustinha sido escrito e publicado antes da obra de Marcos. Entretanto, atualmente, muitos teólogos ebiblistas são unânimes em afirmar que o Evangelho Segundo Marcos foi o primeiro dos Evangelhosa chegar ao grande público leitor. Isso por volta do final da década de 50 d.C.Devido ao fato de Marcos ter sido o intérprete do apóstolo Pedro, havendo preparado sua obrasobre o Evangelho em estreita sintonia com os ensinos e orientações do seu querido mestre, tantoMateus quanto Lucas utilizaram os textos de Marcos como principal fonte documentária na produçãodos seus relatos sobre a vida e a obra de Jesus Cristo em seus Evangelhos.De acordo com alguns pais da Igreja, como Irineu e Clemente de Alexandria, o Evangelho SegundoMarcos foi escrito nas regiões da Itália, mais precisamente, em Roma. Pesquisas históricas indicamque Pedro e Marcos estavam em Roma, pouco antes do martírio de Pedro que se deu na mesmacidade e no qual o apóstolo teria solicitado que sua crucificação se desse de cabeça para baixo, poisacreditava não ser digno do mesmo tipo de martírio e morte que foram impostos ao Senhor Jesus.
I
NTRODUÇÃO
 
A
O EVANGELHO SEGUNDO
MARCOS
MC.indd 131/7/2007, 14:32:53
 
o final de sua primeira carta, Pedro indica claramente que está com Marcos, em Roma, criptogra-fando (codificando) a palavra “Roma” por “Babilônia” (1Pe 5.13) a fim de proteger a Igreja que sereunia naquela cidade das perseguições do império.
Esboço Geral de Marcos
.O ministério do Servo (1.1 –10.52) A. A preparação para o ministério de Jesus (1.1-13)B. Por meio da vida e obra de João Batista (1.1-8)C. Por meio do seu prprio batismo (1.9-11)D. Por meio da vitória sobre a tentação (1.12, 13). Seu ensino e poder (1.14 – 3.12) A. Sobre uma espécie de demônio (1.21-28)B. Sobre a doença (1.29-39)C. Sobre a impureza e a lepra (1.40-45)D. Sobre toda a paralisia (2.1-12)E. Sobre a corrupção (2.13-20)F. Sobre doutrinas equivocadas (2.21, 22)G. Sobre o uso do sábado (2.23-28)H. Sobre as deformidades (3.1-6)I. Sobre os demônios (3.7-12). Ministrio posterior na Galilia (3.13-6.29) A. Escolha e convocação dos Doze (3.13-21)B. Condenação dos rejeitadores (3.22-30)C. A família espiritual de Jesus (3.31-35).As parábolas de Jesus (4.1-34) A. O semeador (4.1-34)B. A candeia (4.21-25)C. O desenvolvimento do grão (4.26-29)D. A semente de mostarda (4.30-34). As virtudes do Senhor Jesus (4.35 – 9.1) A. Sobre as tempestades (4.35-41)B. Sobre os demônios (5.1-20)C. Sobre a doença e a morte (5.21-43)D. Ao comissionar os apóstolos (6.7-13)E. Afetando o assassino Herodes (6.14-29)F. Ao alimentar 5.000 homens (6.30-44)G. Ao caminhar sobre as águas (6.45-52)H. Sobre as enfermidades (6.53-56)I. Sobre as tradições religiosas (7.1-23)J. Para com uma mulher gentia (7.24-30)K. Para com um homem surdo (7.31-37)L. Ao alimentar mais 4.000 homens (8.1-9)M. Ao condenar os fariseus (8.10-13)N. Em seu ensino sobre o fermento (8.14-21)O. Sobre a falta de visão (8.22-26)P. Sobre a vida do apstolo Pedro (8.27-33)Q. Sobre todos os discípulos (8.34 – 9.1). Suas profecias (9.2-50) A. Quanto a Sua glória (9.2-29)B. Quanto a Sua morte (9.30-32)C. Quanto às recompensas (9.33-41)D. Quanto ao inferno (9.42-50)7. Seus ensinos na região da Peréia (10.1-52) A. Sobre o divórcio (10.1-12)B. Sobre os pequeninos (10.13-16)C. Sobre a vida eterna (10.17-31)D. Sobre Sua morte e ressurreição (10.32-34)
MC.indd 231/7/2007, 14:33:01
 
E. Sobre a ambição humana (10.35-45)F. Quando da cura do cego Bartimeu (10.46-52)8. A Paixão de Cristo (11.1 – 15.47)
A. Domingo:
A entrada triunfal (11.1-11)
B. Segunda-feira:
Purificação (11.12-19)
C. Terça-feira:
Ensinos (11.20 – 13.37)D. Sobre a fé (11.20-26)E. Sobre Israel (12.1-12)F. Sobre os deveres cívicos (12.13-17)G. Sobre a ressurreição (12.18-27)H. Sobre o maior dos mandamentos (12.28-34)I. Sobre a divindade de Jesus (12.35-37)J. Sobre a questão da arrogância (12.38-40)K. Sobre as ofertas e ajudas (12.41-44)L. Sobre o futuro (13.1-37)
M. Quarta-feira:
A unção e a traição (14.1-11) 
N. Quinta-feira:
A ceia e a traição (14.12-52)O. Preparativos para a ceia (14.12-16)P. A última Páscoa com Jesus (14.17-21)Q. Rumo ao Getsêmani (14.26-31)R. Oração e pranto no Getsêmani (14.32-42)S. Traição e prisão no Getsmani (14.43-52)
T. Sexta-feira:
Juízo e execução (14.53 – 15.47)U. Cristo julgado por Caifás (14.53-65)V. Pedro nega a Jesus (14.66-72)W. Cristo julgado por Pilatos (15.1-15)X. O martírio de Cristo (15.16-20)9. Crucificação, morte e ressurreição (15.21 – 16.20) A. A crucificação do Senhor Jesus (15.21-32)B. A morte de Jesus Cristo (15.33-41)C. O sepultamento e o
Sábado
(15.42-47)
D. Domingo:
A ressurreição de Jesus! (16.1-8)E. Jesus prova que está vivo (16.9-18)F. Jesus ascende ao Céu de onde voltará (16.19, 20)
Observação
O Evangelho Segundo Marcos tambm pode ser sumarizado a partir dos deslocamentos geogrfi-cos feitos por Jesus Cristo durante sua peregrinação na terra:1. Os preparativos para a vinda de Deus encarnado (1.1-13)2. A pregação do Filho de Deus na Galiléia (1.14 – 9.50)3. A pregação de Jesus, o Cristo na Peréia (10.1-52)4. A Paixão do Filho do homem em Jerusalém (11.1 – 16.20).
MC.indd 331/7/2007, 14:33:02

Activity (27)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Enoke Jose liked this
JooManuel liked this
Marck Souza liked this
Lidia Lopes liked this
Cepat CJ-Cias liked this
Fernando Costa liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->