Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
29Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
raça etnia

raça etnia

Ratings:

4.33

(3)
|Views: 6,256 |Likes:
Published by cesar_henrike

More info:

Published by: cesar_henrike on Sep 04, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/09/2014

pdf

text

original

 
1
BIS#31/Dezembro_2003
 
2
BIS#31/Dezembro_2003
Editorial.............................................................................................................3Os Indicadores de Desenvolvimento Humano (IDH) como instrumentos demensuração de desigualdades étnicas: o caso do Brasil.........................................4Raça, saúde e vulnerabilidades............................................................................7Evidências de desigualdades raciais na mortalidade infantil..................................12Amamentação e cor da pele..............................................................................15Desigualdades raciais em saúde.........................................................................16A morte tem cor................................................................................................18Contribuição dos provedores de serviços na eliminação das desigualdadesraciais na saúde................................................................................................21Escravismo, racismo e exclusão são fatores de risco da hipertensãoarterial em negros
? ...........................................................................................................
23Nós mulheres negras: a importância das ações educativas na redução dahisterectomia por miomatose.............................................................................27Sobre mulheres negras: intersecções de gênero e raça.........................................29Perguntar a cor e raça é racismo
?...................................................................................
31Contruindo atividades educativas.......................................................................32Distritos Sanitários Especiais Indígenas, no governo Lula: o caso dos DSEILitoral Sul e DSEI Interior Sul..............................................................................33O uso de bebidas alcoólicas entre os Krahô: paradoxo da potência xamânica.......35Navegue!.........................................................................................................35Relato de experiência em área indígena Yanomami: Ericó-DST............................36Informe-se........................................................................................................37Sugestões de leitura..........................................................................................38
SumárioSumárioSumárioSumárioSumário
BIS - Boletim do Instituto de SaúdeBIS - Boletim do Instituto de SaúdeBIS - Boletim do Instituto de SaúdeBIS - Boletim do Instituto de SaúdeBIS - Boletim do Instituto de Saúdenº 31 - Dezembro 2003nº 31 - Dezembro 2003nº 31 - Dezembro 2003nº 31 - Dezembro 2003nº 31 - Dezembro 2003 ISSN 1518-1812Publicação quadrimestral do Instituto de Saúde.Tiragem: 5000 exemplaresR. Santo Antônio, 590 Bela VistaCep: 01314-000 São Paulo-SPTel: (11) 3293-2222/Fax: (11) 3105-2772E-mail:editora@isaude.sp.gov.brhomepage: http://www.isaude.sp.gov.brSecretário de Estado da Saúde - SPSecretário de Estado da Saúde - SPSecretário de Estado da Saúde - SPSecretário de Estado da Saúde - SPSecretário de Estado da Saúde - SPLuiz Roberto Barradas BarataCoordenador dos Institutos de PCoordenador dos Institutos de PCoordenador dos Institutos de PCoordenador dos Institutos de PCoordenador dos Institutos de PesquisaesquisaesquisaesquisaesquisaLuiz Jacintho da SilvaDiretora do Instituto de SaúdeDiretora do Instituto de SaúdeDiretora do Instituto de SaúdeDiretora do Instituto de SaúdeDiretora do Instituto de SaúdeMaria Lúcia Rosa StefaniniExpediente:Expediente:Expediente:Expediente:Expediente:Editores:Editores:Editores:Editores:Editores: Luis Eduardo Batista e Suzana KalckmannEEEEEditoração:ditoração:ditoração:ditoração:ditoração: Nelson Francisco BrandãoCapa:Capa:Capa:Capa:Capa: Fernanda Kalckmann DanelliImagens:Imagens:Imagens:Imagens:Imagens: Otávio Augusto Kalckmann e Ethnologisches Museum (Berlin)RRRRRevisão:evisão:evisão:evisão:evisão: Eunice MartinsRRRRRevisão Bibliográfica:evisão Bibliográfica:evisão Bibliográfica:evisão Bibliográfica:evisão Bibliográfica: Ana Maria da SilvaApoio LApoio LApoio LApoio LApoio Logístico:ogístico:ogístico:ogístico:ogístico: Núcleo de Informática-ISDivulgaçãoDivulgaçãoDivulgaçãoDivulgaçãoDivulgação:::::Núcleo de Documentação e Informação-ISColaboradores:Colaboradores:Colaboradores:Colaboradores:Colaboradores: Paulo Roberto do Nascimento, Sandra Maria Greger Tavares,Maria de Lima Salum e Morais, Anna Volochko e Vanessa MartinsImpressão:Impressão:Impressão:Impressão:Impressão: Imprensa Oficial do Estado
BIS 31BIS 31BIS 31BIS 31BIS 31RAÇA/ETNIA E SAÚDERAÇA/ETNIA E SAÚDERAÇA/ETNIA E SAÚDERAÇA/ETNIA E SAÚDERAÇA/ETNIA E SAÚDE
O mundo é feito de O mundo é feito de O mundo é feito de O mundo é feito de O mundo é feito de diferenças. As diferenças diferenças. As diferenças diferenças. As diferenças diferenças. As diferenças diferenças. As diferenças deste mundo são tantas deste mundo são tantas deste mundo são tantas deste mundo são tantas deste mundo são tantas que nos escapam o que nos escapam o que nos escapam o que nos escapam o que nos escapam o tamanho de suas tamanho de suas tamanho de suas tamanho de suas tamanho de suas grandezas; o melhor disto grandezas; o melhor disto grandezas; o melhor disto grandezas; o melhor disto grandezas; o melhor disto é saber que tem quem é saber que tem quem é saber que tem quem é saber que tem quem é saber que tem quem faça a diferença.faça a diferença.faça a diferença.faça a diferença.faça a diferença.
Herbert WHerbert WHerbert WHerbert WHerbert Wilsilsilsilsils
 
3
BIS#31/Dezembro_2003
EditorialEditorialEditorialEditorialEditorial
Luís Eduardo Batista* e Suzana Kalckmann**
*Sociólogo, Mestre e Doutor em Sociologia, pesquisador doInstituto de Saúde. Conselheiro do Conselho Estadual daParticipação e Desenvolvimento da Comunidade Negra doEstado de São Paulo e pesquisador do Núcleo Negro daUnesp para Pesquisa e Extensão.E-mail: ledu@isaude.sp.gov.br**Bióloga com especialização em Saúde Pública pela FSP-USP,Mestre em Epidemiologia pela UNIFESP, pesquisadora doInstituto de Saúde e integrante da Rede Nacional Feministade Saúde, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos.Email: suzanak@isaude.sp.gov.br
1
Viana, Sólon Magalhães et al.
Medindo as desigualdade em saúde no Brasil: uma proposta de monitoramento 
. Brasília:OPAS, IPEA, 2001.
Para a discussão sobre as desigualdadessociais, condições de vida e saúde no contextodo Sistema Único de Saúde, pesquisadores eativistas utilizam o conceito de eqüidade. Oconceito propõe tratamento desigual para osdesiguais
1
. Pretos, indígenas e brancos sãodiferentes, ocupam espaços diferentes, em nossasociedade, e “merecem tratamento diferenciado,de modo a eliminar /reduzir as desigualdadesexistentes”.Se o conceito de equidade vertical indica:tratamentos diferenciados para os desiguais, seestamos numa sociedade desigual, o tratamentoigualitário hoje oferecido a pretos, indígenas ebrancos não estaria, na verdade, promovendoa desigualdade? Como estas questões estãodimensionadas nas formulações das políticas desaúde? Quais são os desafios colocados peladiversidade nas nossas instituições
?
As desigualdades raciais/étnicas em saúdesão o tema desta edição do BIS.As diretrizes do SUS apontam o direito deacesso aos serviços de forma universal e integral,para oferecer um atendimento de qualidade atodos, sempre no sentido da eqüidade em saúde.Os gestores referem-se à importância daredução das desigualdades para a promoçãoda justiça social. E os autores deste número doBIS explicitam o impacto das inadequações dasações em saúde para as populações negra eindígena. Ao mesmo tempo, apontam para anecessidade de adoção de políticas
O Compromisso do Governo é incluir socialmente a população, especialmente os mais carentes.
Humberto Costa - Ministro da Saúde.(Abertura da 12
a
. Conferência Nacional de Saúde).
diferenciadas e específicas para estaspopulações. O desafio para governadores,gestores, formadores, profissionais de saúde,enfim, para todos nós, está lançado.Fátima de Oliveira ao abrir o Jornal daRede n.23 afirma que “A preocupação com asaúde da população negra revela coragem eousadia, exigindo também boa dose depaciência. Isto ocorre porque, além doenfrentamento cotidiano das resistências políticase ideológicas, ainda há muito a fazer paraconsolidar o campo de assistência e pesquisadenominado Saúde da População Negra,inclusive conscientizar governos, profissionais eescolas de saúde”.
Saudações a quem tem coragem.Saudações a quem tem coragem.Saudações a quem tem coragem.Saudações a quem tem coragem.Saudações a quem tem coragem.Saudações a quem faz a diferença Saudações a quem faz a diferença Saudações a quem faz a diferença Saudações a quem faz a diferença Saudações a quem faz a diferença! 

Activity (29)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Sabrina Sousa liked this
Luciana Freitas liked this
Ricardo Siqueira liked this
Cristina Cunha liked this
carinnap liked this
carinnap liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->