Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword or section
Like this
4Activity
P. 1
O EVANGELHO SEGUNDO MARCOS - King James

O EVANGELHO SEGUNDO MARCOS - King James

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 735 |Likes:
Published by Marcello Cunha

More info:

Published by: Marcello Cunha on Sep 05, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/20/2013

pdf

text

original

 
O EVANGELHO SEGUNDO MARCOS
 
Cap. 1
- João Batista revela o caminho 
 
(Mt 3.1-12; Lc 3.1-18, Jo 1.19-28)
 
1
Princípio do Evangelho de Jesus Cristo, o Filho de Deus.
1
 
2
Conforme está escrito no livro do profeta Isaías: “Eis que Eu envio o meu mensageiro diante de ti, a fim de preparar oteu caminho; voz do que clama no deserto:
3
‘Preparai o caminho do Senhor, tornai retas as suas veredas’”.
 
4
E foi assim que chegou João, batizando no deserto e pregando um batismo de arrependimento para perdão dospecados.
 
5
Vinham encontrar-se com ele pessoas de toda a região da Judéia e todo o povo de Jerusalém, e eram batizados porele no rio Jordão, confessando seus pecados.
 
6
João vestia roupas tecidas com pêlos de camelo, usava ao redor da cintura um cinto de couro e se alimentava degafanhotos e mel silvestre.
 
A mensagem de João 
(Mt 3.11-12; Lc 3.15-17; Jo 1.19-28)
 
7
E esta era a pregação de João: “Depois de mim vem Aquele que é mais poderoso do que eu, do qual não sou dignosequer de curvar-me para desamarrar as correias das suas sandálias.
8
Eu vos batizei com água; Ele, entretanto, vos batizará com o Espírito Santo”.
 
Jesus é batizado 
(Mt 3.13-17; Lc 3.21-22; Jo 1.32-34)
 
9
Aconteceu, naqueles dias, que chegou Jesus, vindo de Nazaré da Galiléia, e foi batizado por João no rio Jordão.
 
10
E, imediatamente após deixar a água, viu os céus rasgando-se e o Espírito descendo até Ele na forma de umapomba.
11
Então houve uma voz vinda dos céus: “Tu és o meu Filho amado; em ti muito me agrado”.
 
Jesus é tentado 
(Mt 4.1-11; Lc 4.1-13)
 
12
Logo em seguida, o Espírito o dirigiu para o deserto.
13
 
Ali esteve Ele por quarenta dias sendo tentado por Satanás; viveu entre as feras selvagens, e os anjos o serviram.
 
 
 
Jesus convoca seus discípulos 
 
(Mt 4.12-22; Lc 4.14,15; 5.1-11; Jo 1.35-42)
14
E depois que João foi levado à prisão, Jesus partiu para a Galiléia, pregando a todos as boas novas de Deus:
 
15
“Cumpriu-se o tempo e está chegando o Reino de Deus; arrependei-vos e crede no Evangelho”.
 
16
Caminhando pela praia do mar da Galiléia, viu Jesus a Simão e seu irmão André lançando suas redes ao mar, poiseram pescadores.
17
Então, dirigiu-se a eles Jesus dizendo: “Vinde em minha companhia, e Eu vos tornarei pescadores de pessoas”.
18
Naquele mesmo momento, eles abandonaram as suas redes e seguiram Jesus.
 
19
Andando um pouco mais adiante, Jesus avistou Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João. Eles estavam num barcoconsertando as redes.
20
Sem demora os chamou. E eles, deixando o pai, Zebedeu, com os empregados no barco, partiram seguindo aJesus.
10 
 
Jesus ensina na sinagoga 
(Lc 4.31-37)
 
21
Dirigiram-se para Carfanaum e, assim que chegou o sábado, tendo entrado na sinagoga, Jesus passou a ensinar.
11
 
22
E todos ficavam maravilhados com o seu ensino, pois lhes ministrava como alguém que possui autoridade e nãocomo os mestres da lei.
12 
 
23
Mas, naquele exato momento, levantou-se na sinagoga um homem possuído de um espírito imundo, que vociferava:
24
“O que queres de nós, Jesus Nazareno? Vieste para nossa destruição? Conheço a ti, sei quem tu és: o Santo deDeus!”.
 
25
Mas Jesus o repreendeu severamente: “Fica quieto e sai dele!”.
13 
 
26
Então, o espírito imundo, sacudindo aquele homem violentamente e gritando com poderosa voz, saiu dele.
27
Todos ficaram atônitos e assustados perguntavam uns aos outros: “O que é isto? Novo ensinamento, e vejam quantaautoridade! Aos espíritos imundos Ele dá ordens, e eles prontamente lhe obedecem!”.
28
Assim, rapidamente as notícias sobre a sua pessoa se espalharam em várias direções e por toda a região daGaliléia.
 
O poder de Jesus sobre doenças e demônios 
 
(Mt 8.14-15; Lc 4.38-39)
 
 
29
E assim que saíram da sinagoga, dirigiram-se para a casa de Simão e André, juntamente com Tiago e João.
14 
 
30
A sogra de Simão estava deitada, com muita febre, e logo falaram com Jesus a respeito dela.
 
31
Então, aproximando-se, Ele a tomou pela mão e a levantou. A febre imediata-mente a deixou e ela se pôs a servi-los.
32
Ao final da tarde, logo após o pôr-do-sol, o povo levou até Jesus todos os que estavam passando mal e os dominadospor demônios.
33
E, assim, a cidade inteira se aglomerou à porta da casa.
34
Jesus curou a muitos de várias enfermidades, bem como expulsou diversos demônios. Entretanto, não permitia queos demônios falassem, pois eles sabiam quem era Ele.
15 
 
Jesus retira-se para orar 
 
(Lc 4.42-44)
 
35
De madrugada, em meio a escuridão, Jesus levantou-se, saiu da casa e retirou-se para um lugar deserto, onde ficouorando.
16 
 
36
Simão e seus amigos saíram para procurá-lo.
 
37
Então, quando o acharam, informaram: “Todos estão te procurando!”.
 
38
E Jesus os instruiu: “Vamos seguir para outros lugares, às aldeias vizinhas, a fim de que Eu pregue ali também. Poisfoi para isso que vim”.
39
E aconteceu que Ele percorreu toda a Galiléia, pregando nas sinagogas e expelindo os demônios.
A cura do leproso que creu 
(Mt 8.1-4; Lc 5.12-16)
 
40
Certo leproso aproxima-se de Jesus e suplica-lhe de joelhos: “Se for da tua vontade, tens o poder de purificar-me!”
 
41
Movido de grande compaixão, Jesus estendeu a mão e, tocando nele, exclamou: “Eu quero. Sê purificado!”
42
 
No mesmo instante toda a doença desapareceu da pele daquele homem, e ele foi purificado.
17 
 
43
Em seguida Jesus se despede dele com forte recomendação:
44
“Atenta, não digas nada a ninguém; contudo vai, mostra-te ao sacerdote e oferece pela tua purificação os sacrifíciosque Moisés prescreveu, para que sirvam de testemunho”.
18 
 
45
Contudo, assim que o homem saiu, começou a proclamar o que acontecera e a divulgar ainda muitas outras coisas,de modo que Jesus não mais conseguia entrar publicamente numa cidade, mas via-se obrigado a ficar fora, em lugaresdesabitados. Mesmo assim, pessoas de todas as partes iam ter com Ele.
19 
 

Activity (4)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Enoke Jose liked this
ArnaldoTS liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->