Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
RESOLUÇÃO N4, DE 13 DE JULHODE 2010

RESOLUÇÃO N4, DE 13 DE JULHODE 2010

Ratings: (0)|Views: 244 |Likes:
Published by Vanessa Vila Rosa
Um olhar sobre a resolução n4 sobre educação
Um olhar sobre a resolução n4 sobre educação

More info:

Categories:Types, School Work
Published by: Vanessa Vila Rosa on May 16, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/08/2014

pdf

text

 
O conjunto orgânico, sequencial e articulado das etapas e modalidadesda Educação Básica, baseando-se no direito de toda pessoa ao seu plenodesenvolvimento, à preparação para o exercício da cidadania e à qualificaçãopara o trabalho, na vivência e convivência em ambiente educativo, e tendocomo fundamento a responsabilidade que o Estado brasileiro, a família e asociedade m de garantir a democratizão do acesso, a inclusão, apermanência e a conclusão com sucesso das crianças, dos jovens e adultos nainstituição educacional, a aprendizagem para continuidade dos estudos e aextensão da obrigatoriedade e da gratuidade da Educação Básica.
OBJETIVOS
Art. 2° Estas Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a EducaçãoBásica têm por objetivos:I - sistematizar os princípios e as diretrizes gerais da Educação Básicacontidos na Constituição, na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional(LDB) e demais dispositivos legais, traduzindo-os em orientões quecontribuam para assegurar a formação básica comum nacional, tendo comofoco os sujeitos que dão vida ao currículo e à escola;II - estimular a reflexão crítica e propositiva que deve subsidiar aformulação, a execução e a avaliação do projeto político-pedagógico da escolade Educação Básica;III - orientar os cursos de formação inicial e continuada de docentes edemais profissionais da Educão sica, os sistemas educativos dosdiferentes entes federados e as escolas que os integram, indistintamente darede a que pertençam.As Diretrizes Curriculares Nacionais espeficas para as etapas emodalidades da Educação Básica devem evidenciar o seu papel de indicador de opções políticas, sociais, culturais, educacionais, e a função da educação,na sua relação com um projeto de Nação, tendo como referência os objetivosconstitucionais, fundamentando-se na cidadania e na dignidade da pessoa, oque pressupõe igualdade, liberdade, pluralidade, diversidade, respeito, justiça
 
social, solidariedade e sustentabilidade.
REFERÊNCIAS CONCEITUAIS
Art. 4°As bases que dão sustentação ao projeto nacional de educaçãoresponsabilizam o poder público,a família,a sociedade e a escola pela garantia a todos os educandos de um ensino ministrado de acordo com osprincípios de:I - igualdade de condições para o acesso, inclusão, permanência esucesso na escola;II - liberdade de aprender, ensinar ,pesquisar e divulgar a cultura, opensamento, a arte e o saber;III – Pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas.
Bom se isto acontecesse no estado do Paraná, pois o que vemos é um ensinoengessado e que é para todos do mesmo jeito.
IV- respeito à
 
liberdade e aos direitos;V - coexisncia de instituições blicas e privadas de ensino;VI - gratuidade do ensino público em estabelecimentos oficiais;
 A gratuidade muitas vezes é interpretada como se fosse a única condição paraaqueles alunos e que os pais não devem reclamar do ensino pois é “grátis”.
 VII- valorização do profissional da educação escolar;
De qual valorização esse artigo está falando pois o que vemos e sabemos éque o profissional de educação está cada dia mais doente, pois não tem avalorização necessária para desempenhar seu trabalho com dignidade e apoio.
VIII- gestão democrática do ensino público,na forma da legislação e asnormas dos respectivos sistemas de ensino;IX - garantia de padrão de qualidade;
 
Que qualidade é essa que os alunos saem da educação básica muitas vezessem saber ao menos escrever o português correto, e em um vestibular nãotem condições alguma de concorrer com um aluno de uma escola particular.
X - valorização da experiência extraescolar;XI -vinculação entre a educação escolar ,o trabalho e as práticas sociais.Art. 5°A Educação Básica é direito universal e alicerce indispensávelpara o exer cício da cidadania.Art. 6° Na educação básica, é necessário considerar as dimensões doeducar e do cuidar.
SISTEMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO
Art. 7°A concepção de educação deve orientar a institucionalização doregime de colaboração entre União,Estados,Distrito Federal e Municípios,no contexto da estrutura federativa brasileira,em que convivem sistemaseducacionais autônomos,para assegurar efetividade ao projeto da educaçãonacional,vencer a fragmentão das poticas públicas e superar a desarticulação institucional.No parágrafo segundo diz que :O que caracteriza um sistemaéa atividade intencional e organicamente concebida, que se justifica pela realização de atividades voltadas para as mesmas finalidades ou para a concretização dosmesmos objetivos.
ACESSO E PERMANÊNCIA PARA A CONQUISTA DA QUALIDADE SOCIAL
Art 8° A garantia de padrão dequalidade, com pleno acesso, inclusão e permanência dos sujeitos das aprendizagens na escola e seu sucesso, comredução da evasão,da retençãoeda distorção de idade/ano/série, resultana qualidade social da educação, queé uma conquista coletiva detodos os su jeitos do processoeducativo.

Activity (2)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->