Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
28Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Reinaldo Silva - MANUAL DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS

Reinaldo Silva - MANUAL DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS

Ratings:

4.4

(5)
|Views: 7,429|Likes:
Published by bugrinha

More info:

Published by: bugrinha on Sep 06, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

09/10/2012

pdf

text

original

 
MANUAL DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS
Por: Reinaldo SilvaINTRODUÇÃOApresentaremos aqui um manual para a redação de um plano de negócio. Ele visacontribuir para transformar em realidade idéias de negócio, detalha o teor, o alcance e aestrutura de um plano de negócio e o que o investidor espera encontrar ao lê-lo.Ele proporciona sugestões práticas para quem deseja elaborar um plano com o objetivo deobter recursos de investidores.Como é natural, não se pode garantir que todos os aspectos deste manual sejam pertinentesa uma empresa em especial, ou que todos os tópicos pertinentes a uma determinadaempresa sejam aqui tratados. As “Perguntas-chave” sobre os principais elementos de um plano de negócio, por exemplo, não foram formuladas com a pretensão de esgotar cadaassunto. Portanto, este manual foi feito para ser utilizado como uma ferramenta que auxiliena elaboração de um plano de negócio de e-commerce.1. O PLANO DE NEGÓCIODuas coisas devem ser levadas em consideração na elaboração de um bom plano denegócios: "a primeira é que o plano não deve ter mais que vinte páginas". Planos denegócios muito extensos só sevem para irritar o potencial investidor. E segundo, "que aidéia básica do negócio deve poder ser transmitida em trinta segundos". Se numa exposiçãosobre o negócio, você não puder colocar a idéia central em trinta segundos, reformule aidéia para ficar dentro desse tempo. Investidores geralmente são pessoas muito ocupadas eo tempo é fator crucial para eles, portanto, a idéia central tem que chamar a atenção pelasimplicidade e objetividade.Plano de negócio é uma expressão despretensiosa que, na verdade, não faz justiça a estaferramenta de negócios tão importante. O plano de negócio foi usado pela primeira vez nosEUA como meio de captar fundos de investidores privados e capitalistas de risco que, emseguida, participam da empresa como co-proprietários e fornecem o capital necessário paraa implementação do empreendimento. Também no Brasil, a apresentação de um plano passou a ser essencial quando se procura fazer negócios com quaisquer parceiros, o queinclui potenciais clientes, fornecedores e distribuidores, para não falar dos investidorescomo capitalistas de risco e bancos. Mas os planos de negócio não são utilizados apenas por empresas em fase de instalação; até as grandes companhias utilizam cada vez mais planosde negócio voltados para projetos específicos, facilitando assim a tarefa de tomada dedecisões de investimentos internos.1.1. Vantagens do plano de negócio“Redigir um plano de negócio obriga você a disciplinar o pensamento, caso queira fazer umtrabalho intelectualmente honesto. Uma idéia pode parecer ótima, mas quando você põe no papel todos os detalhes e números ela pode se desintegrar”.Eugene Kleiner, capitalista de risco.
 
A grande importância atribuída ao plano de negócio é bem justificada. Com ele, os futurosempreendedores podem provar que estão em condições de sistematizar e manejar osdiferentes aspectos das start-ups e de sua gestão.Devidamente concebido e executado, o plano de negócio passa a ser um documento crítico para avaliar e administrar uma operação.O plano de negócio detalha o conceito empresarial geral por trás de um negócio planejado.Ele fornece um resumo exato das circunstâncias econômicas, das metas estipuladas e dosrecursos necessários. O plano de negócio obriga os empresários a refletir sistematicamentesobre suas idéias até as últimas conseqüências, identifica lacunas de conhecimento, exigedecisões e favorece a enunciação de uma estratégia bem estruturada e enfocada. Durantesua elaboração vêm sucessivamente à tona abordagens alternativas que são avaliadas eobstáculos que são identificados. Com essa análise clara da situação, o plano de negócio setorna uma ferramenta inestimável para superar problemas, contribuindo de formasubstancial para aumentar a probabilidade de sucesso de um empreendimento.1.2. Características de um plano de negócio bem-sucedidoA concepção do plano de negócio depende do tipo de empreendimento imaginado ou dosobjetivos que se deseja atingir. Se o plano for redigido para uma start-up, por exemplo, suaestrutura será necessariamente diferente do plano referente à entrada de uma empresa jáexistente em um novo segmento.Apesar dessas diferenças, os planos de negócio têm diversos elementos em comum. Eles sedestinam a fornecer uma avaliação clara e abrangente das oportunidades e riscos envolvidosna operação. Essa é uma tarefa importante, cuja execução exige que se dê a devida atençãoa algumas normas referentes a forma e conteúdo.As sugestões e diretrizes a seguir devem ajudar você a redigir um plano bem-sucedido.Vamos enfocar a elaboração de um plano de negócio para uma start-up visando a obtençãode recursos de investidores. Porém, cabe lembrar que não há uma única maneira de se fazer um plano de negócio, o que está proposto aqui é apenas uma forma de fazê-lo.1.2.1. Um bom plano de negócio impressiona pela clareza.Os leitores devem poder encontrar respostas adequadas a suas perguntas. Devem ter facilidade em encontrar os tópicos nos quais estão particularmente interessados. Issosignifica que o plano de negócio precisa ter uma estrutura clara, que permita aos leitores aflexibilidade de escolher o que gostariam de ler. Não se trata de uma compilação de análises e dados, e sim da organização de afirmações eda concentração nos argumentos essenciais que convencerão os leitores. Qualquer tópicoque possa ser de interesse do leitor, portanto, deve ser discutido de forma completa, porémconcisa. Em geral o comprimento total adequado é de cerca de 30 a 60 páginas.O plano de negócio não é lido na presença do autor, que poderia esclarecer dúvidas e dar explicações. Por esse motivo, o texto precisa ser inequívoco e explícito. Assim, é bomapresentar o plano a um público como teste, se isso for possível antes da apresentação final.1.2.2. Um bom plano de negócio convence pela objetividade.
 
Algumas pessoas se empolgam ao descrever o que, em sua opinião, é uma boa idéia.Embora o entusiasmo tenha suas vantagens, procure manter um tom objetivo e dar ao leitor a oportunidade de analisar cuidadosamente os argumentos expostos. Um plano escritocomo uma brilhante peça publicitária tem mais probabilidade de irritar do que agradar aosleitores, deixando-os desconfiados, céticos ou não receptivos.É igualmente perigoso ser crítico demais quanto ao projeto, como uma maneira decompensar cálculos equivocados ou erros cometidos anteriormente. Isso levantará dúvidassobre a sua capacidade e motivação. Os pontos fracos jamais devem ser mencionados semexpor métodos para saná-los ou planos nesse sentido. Isso não significa que os pontosfracos fundamentais devam ser ocultados, mas sim que, ao elaborar o plano, você deve pensar em métodos para corrigi-los, e expor com clareza tais soluções.1.2.3. Um bom plano de negócio pode ser entendido por um leigo no assunto.Alguns empresários acreditam que podem impressionar os leitores através de uma profusãode detalhes técnicos, gráficos complexos e análises esmiuçadas. É um engano. Somente emraros casos são chamados especialistas técnicos para avaliar esses dados com cuidado. Namaioria das vezes, uma explicação simplificada, um esboço, desperta uma boa reação. Sefor necessário incluir detalhes técnicos, eles devem constar de um apêndice.1.2.4. Um bom plano de negócio é redigido em um estilo uniforme. Normalmente, o plano de negócio é fruto do trabalho conjunto de várias pessoas. No fim,esse trabalho precisa ser integrado para evitar que ele se transforme numa colcha deretalhos de estilos e análises de diferentes graus de profundidade. Por esse motivo, é melhor que uma só pessoa faça a editoração da versão final.1.2.4. Um bom plano de negócio é o seu cartão de visitas.Por fim, o plano de negócio deve ter um layout uniforme e de aparência profissional. Asfontes, por exemplo, devem ser condizentes com a estrutura e o conteúdo, os gráficosdevem estar claramente inseridos no texto facilitando assim a fácil leitura do material.1.3 Ponto de vista do investidor Todo o processo de montagem da empresa deve estar centrado na captação de recursossuficientes para a implementação do negócio. Os investidores profissionais são a primeira prova real das chances que o conceito de negócio terá. A sua comunicação deve ser totalmente dirigida a eles, e você deve aprender a pensar como eles. Os investidores nãoficarão satisfeitos com uma simples descrição do seu conceito de negócio, ainda que brilhante.1.3.1. O que é capital de risco?Capital de risco é o dinheiro colocado à disposição por pessoas físicas ou jurídicas parafinanciar novos empreendimentos. Normalmente, esses projetos têm alto risco, podendo oinvestidor perder o capital aplicado. Portanto, o retorno deve ser suficientemente alto paraatrair este capital. A experiência demonstra que, aproximadamente, de dez empresas

Activity (28)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
ailtonruiz liked this
maclord27 liked this
Rodrigo Biasi liked this
Naiara Do Carmo liked this
seminoia liked this
maracatu777 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->